AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: Pixel, Cortesia
ISBN: 9788555460159
GÊNERO: HQ. Quadrinhos
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 56
Skoob

A história do filme em quadrinho

Como boa fã de animações que sou, fui uma das que assistiu – e adorou – o filme Frozen, da Disney. Quem assistiu também já deve saber da linda história de amor fraternal e superação que esta animação contém, além dos personagens cativantes e dos excelentes efeitos gráficos… então, devem imaginar que linda ficou a graphic novel do filme, lançada pela Pixel! O livro é lindo, com ilustrações muito bem feitas e com toda a história do filme contada em suas páginas… vale a pena conhecer!

Elsa e Anna são princesas de um reino chamado Arendelle. Elsa tem o poder de criar gelo e neve com suas próprias mãos, e as duas meninas se divertem a valer com isso em sua infância… porém, um acidente acontece, e Anna um dia é atingida por este poder! Os pais das meninas conseguem salvá-la, mas para a segurança da irmã – e de todo o reino -, Elsa se afasta, e mantém o seu poder devidamente escondido… o tempo passa, os pais das garotas morrem em um acidente, e chega o momento da coroação de Elsa como rainha de Arendelle; na cerimônia, Elsa acaba se descontrolando, e acidentalmente libera seu poder, congelando todo o reino! Ela foge e se isola mais uma vez; mas, desta vez, Anna não vai deixá-la sozinha! Ela parte em uma jornada para salvar a irmã e acabar com o inverno em Arendelle, mas acaba passando por bem mais perigos do que esperava… será que o amor entre as duas irmãs será suficiente para passar por todas as provações que as aguardam?

Foto: Patrícia Algayer/Viagens de Papel

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 3/5 EDITORA: GALERA RECORD ISBN: 9788501034205 GÊNERO: JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2014 PÁGINAS: 192 SKOOB

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: GALERA RECORD
ISBN: 9788501034205
GÊNERO: FANTASIA, INFANTOJUVENIL, LITERATURA BRASILEIRA
PUBLICAÇÃO: 2014
PÁGINAS: 192
SKOOB

Contos de fada fizeram e ainda fazem parte da infância de muitas pessoas,  essas histórias permitiram que muitas crianças tivessem seu primeiro contato com os livros, como foi no meu caso. Comecei a me interessar por leitura ainda muito pequena e adorava ler livrinhos sobre princesas, então, imaginem minha alegria quando descobri que a Paula Pimenta estava recontando as histórias desses clássicos?! Fui logo atrás, o primeiro volume traz a releitura de Bela Adormecida.

Intitulado como Princesa Adormecida, nessa releitura somos apresentados a Anna Rosa Lopes, uma garota de 16 anos que mora com seus três tios. Anna é filha de uma brasileira com um descendente de uma família real europeia, e teve uma infância muito turbulenta, pois foi sequestrada por uma mulher raivosa no dia do seu batizado. Felizmente o sequestro teve um final feliz e Anna retornou aos braços de seus pais, mas infelizmente a mulher que a sequestrou acabou sendo solta da prisão e começou a ameaçar a família de Anna, fazendo com que tomassem uma decisão muito drástica ao abrirem mão da filha para protegê-la dessa bruxa.

Sendo assim, Anna foi enviada para o Brasil onde cresceu na casa dos tios super protetores acreditando que seus pais morreram em um acidente, e que ela não passa de uma garota normal. Mas ao se apaixonar por um jovem misterioso, ela começa a questionar a super proteção dos seus tios que não a deixam se aproximar de ninguém, e logo descobre que a história da sua vida se parece muito com um conto de fada.

Com um texto simples e uma história fofinha, Paula Pimenta fez um ótimo trabalho nesse livro. É impressionante como ela consegue falar bem com o público juvenil, eu que nunca tinha lido nada dela antes de pegar esse livro, fiquei muito feliz ao ver que ela faz jus à fama que tem. A história apesar dos clichês é muito bem contada e consegue te prender, sem contar que dá aquele quentinho no coração, pois nos faz lembrar dos clássicos que líamos quando éramos crianças.

Continue lendo »


Avaliação: 3,5/5 Editora: Galera Record ISBN: 9788576950080 Publicação: 2016 Páginas: 368 Skoob

Avaliação: 3,5/5
Editora: Galera Record
ISBN: 9788576950080
Gênero: Fantasia, Infantojuvenil, Literatura brasileira
Publicação: 2016
Páginas: 368
Skoob

A Olimpíada 2016 foi realizada na nossa casa, no Brasil, e para aproveitar esse evento que reúne o mundo inteiro em uma celebração ao esporte, a autora Paula Pimenta lançou o livro Princesa das Águas. Dando continuidade à série Princesas Modernas, aqui conhecemos Arielle, uma menina de 17 anos que é apaixonada por piscinas e é promessa da natação no Brasil. A história é inspirada na princesa Ariel.

Arielle tem duas grandes paixões: a música e a natação. A primeira ela herdou de sua mãe, a segunda de seu pai. Só que, como a mãe morreu quando ela ainda era pequena, ela optou pela natação, para não deixar seu pai triste, ainda que suas irmãs tenham uma banda muito famosa e façam bastante sucesso por meio de canções.

Depois de tantos anos treinando, Arielle virou destaque no esporte e está prestes a se classificar para a Olimpíada do Rio de Janeiro. Só que, por mais que ela ame o que faz, às vezes ela também quer se sentir como uma garota normal, ir a festas, sair com os amigos, viver uma vida sem tantas imposições, coisa que nem o pai nem o treinador parecem entender.

Em uma de suas “escapadas”, em uma viagem para a Suíça, ela entra em uma confusão e acaba salvando o tenista Erico de um afogamento. Na ocasião, ela cantou para ele se manter acordado, mas logo teve que sair às pressas. O caso é que ambos ficaram encantados um pelo outro. Só que claro que não podia ser tão simples! Erico não se lembra do rosto da moça que o salvou, lembra apenas da voz encantadora que ouviu. Já Arielle, por ordem de seu treinador e de seu pai, tem que se manter afastada de outras confusões e focar na Olimpíada.

A partir daqui, a história inspirada em Ariel vai tomando forma e óbvio que logo os protagonistas se reencontram. Agora, Arielle terá que equilibrar a competição mais importante de sua vida com o fato de estar se apaixonando. Tudo isso se desenrola junto com uma série de eventos bem divertida que marca a pré-olimpíada: programas que imitam reality shows famosos, como MasterChef, Big Brother, The Voice, entre outros, só que com a participação de atletas de diversas nacionalidades. E, adivinhem quem integra a equipe do reality show de namoro? Sim, Arielle e Erico. Continue lendo »


Capa Confissões de um amigo imaginário V3 DS.indd

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GALERA JÚNIOR, CORTESIA ISBN: 9788501075949 GÊNERO: INFANTOJUVENIL PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 176 SKOOB

Desde que ouvi falar do livro Confissões de um amigo imaginário, fiquei super curiosa, e louca de vontade de conhecê-lo. Então, fiquei super contente quando finalmente pude conhecer a história de Jacques Papier! E agora, após a leitura, posso dizer que esta obra é mais que satisfatória… é um livro super fofo, com uma história linda e emocionante, vale a pena conferir!

Jacques Papier tem 8 anos e uma irmã gêmea, Fleur, que é também sua melhor amiga e maior defensora. Porém, Jacques tem quase certeza que ninguém além de Fleur gosta dele… afinal, ele é ignorado na sala de aula, esquecido pelo ônibus escolar, e até os pais parecem esquecer que ele existe! Então, de repente, o menino descobre uma verdade aterradora: ele não é irmão de Fleur, afinal… é seu amigo imaginário! Isso muda tudo para Jacques; apesar de amar demais sua “irmã”, não quer ser apenas o fruto da imaginação de alguém… então, ele pede à Fleur para ser libertado, a fim de ser finalmente livre! Porém, o que acontece a um amigo imaginário, quando quem o imaginou resolve deixá-lo ir?

A escrita da autora é leve, fluida e gostosa de acompanhar, fazendo com que você não consiga desgrudar das páginas do livro até o fim. O fato do livro ser relativamente pequeno (apenas 176 páginas), e com capítulos bem curtos, faz com que a leitura seja ainda mais rápida… normalmente não sou tão fã de livros curtos, mas este é tão fofinho que não teve como não acabar a leitura com um sorriso no rosto! Continue lendo »


50-anos-de-jornada-nas-estrelas-capa-viagens-de-papel

AVALIAÇÃO: 4,5/5 EDITORA: GLOBO LIVROS, CORTESIA ISBN: 9788525062321 GÊNERO: BIOGRAFIA, MEMÓRIAS, FICÇÃO CIENTÍFICA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 392 SKOOB

A história completa, não autorizada e sem censura.

Quando a Globo Livros anunciou que lançaria no Brasil a série de livros que comemoram os 50 anos de Jornada nas Estrelas, os fãs da série ficaram extremamente empolgados com a possibilidade de terem em mãos um produto que nos entrega tudo o que acontecia nos bastidores do programa. Ter acesso a essas informações preciosas é um enorme presente para todos aqueles que amam a história de Jornada nas Estrelas e que até hoje exaltam a genialidade da série clássica.

Escrito pelos jornalistas Edward Gross e Mark A. Altman, o livro 50 anos de Jornada nas estrelas é uma verdadeira viagem no tempo que nos permite conhecer cada detalhe da criação da série, que foi planejada meticulosamente pela mente brilhante de Gene Roddenberry.

Tendo como foco o período de criação da série até os primeiros anos após o seu cancelamento, o livro nos apresenta diversos depoimentos, cartas, roteiros e memorandos internos que nunca haviam sido liberados para o público. Temos a oportunidade saber o que as pessoas que trabalhavam na série pensavam sobre o programa, além de podermos ter acesso ao material que foi descartado, como títulos de episódios que foram trocados, roteiros que foram alterados e atores que foram substituídos.

É muito interessante poder ter acesso a esse tipo de informação, pois como telespectadores ficamos presos somente àquilo que vemos na TV, e não imaginamos o quanto é difícil ter um programa no ar. Não basta somente ter uma boa ideia, é preciso vendê-la com maestria e fazer com que outras pessoas se apaixonem pelo universo que você criou, e foi isso que Gene fez com Jornada nas Estrelas, ele teve essa ideia brilhante e fez com que as outras pessoas se apaixonassem por ela e lutassem ao seu lado para que o programa pudesse ganhar seu espaço.

Continue lendo »

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

AVALIAÇÃO: 3/5  EDITORA: SUMA DAS LETRAS, CORTESIA  ISBN: 9788556510174 GÊNERO: FICÇÃO PUBLICAÇÃO: 2016  PÁGINAS: 272 SKOOB

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: SUMA DE LETRAS, CORTESIA
ISBN: 9788556510174
GÊNERO: TERROR, SUSPENSE, FICÇÃO CIENTÍFICA
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 272
SKOOB

O livro A Colônia, escrito por Ezekiel Boone, é o primeiro de uma série, também é a estreia do autor. A história fala sobre uma espécie ancestral que está adormecida, mas agora despertou e está prestes à causar desastres na humanidade. E, devido a isso, a humanidade pode ser extinta.

A história é narrada por meio de vários personagens que se encontram em diversos lugares do mundo. Na América do Sul, em uma floresta no Peru, algo acontece com um turista; já na Ásia o governo chinês deixa uma bomba nuclear “acidentalmente” cair; e na Índia padrões sísmicos assustam os pesquisadores. Na América do Norte, um agente do FBI descobre algo quando vai investigar a queda de um avião. Mas é claro que esses acontecimentos  estão ligados a uma espécie de aranha muito antiga, que está despertando agora. Elas gostam de carne humana e querem voltar para o planeta Terra.

A história se passa em vários países e sob diversos pontos de vista, por isso existem vários personagens no livro. Não gosto muito quando é assim, pois muitas vezes acabo me perdendo na história e não consigo criar empatia com nenhum personagem. Porém, o livro é eletrizante e cada final de capítulo deixa o leitor agoniado, com cada vez mais vontade de saber mais da história.

O trabalho da Suma de Letras é muito bom. A capa tem um material estranho e faz com que o contato com ela seja diferente, de forma a completar a experiência vivida pelo leitor. A aranha gigante que ilustra a capa também mostra um pouco do que se trata a história. Continue lendo »

domingo, 16 de outubro de 2016

sia-the-greatest-2-1

O que agosto demorou a passar, setembro passou voando. Já estamos em outubro, a poucos meses do fim do ano. Achei que esse mês seria fraco em lançamentos musicais, mas estava enganado. Vem conferir o que teve de bom no mês!

Perfect Illusion – Lady Gaga

O grande destaque foi sem sombra de dúvidas Perfect Illusion, novo single de Lady Gaga. Após um hiato de quase três anos, a cantora retornou ao pop em uma música totalmente diferente do esperado. A expectativa era grande (minha timeline do Facebook que o diga), mas confesso que me decepcionei um pouco com a música. Espero que o álbum não seja assim. Lembrando que Joanne, novo disco da cantora, será lançado final desse mês. Ansiosos?

Continue lendo »


contos-peculiares-capa-viagens-de-papel

Avaliação: 5/5 Editora: Intrínseca, Cortesia ISBN: 9788551000533 Gênero: Contos, Fantasia, Jovem Adulto Publicação: 2016 Páginas: 208 Skoob

Se você é fã do universo criado por Ransom Riggs em O lar das crianças peculiares, não pode deixar de ler Contos Peculiares, novo lançamento da editora Intrínseca no Brasil. Quem já leu a trilogia sabe que alguns dos contos são mencionados na história. Na série, eles foram escritos há anos e são como as fábulas que conhecemos, muitos dos pequenos peculiares escutavam as histórias mirabolantes que sempre trazem alguma lição de moral.

Agora, no livro lançado recentemente, também podemos conhecer essas histórias. A organização é de Millard Nullings, personagem já conhecido por quem gosta da série. A dedicatória é para ninguém mais, ninguém menos, que Alma LeFay Peregrine, que ajuda a dar título à série. No início do livro o editor já avisa: o livro foi escrito apenas para olhos peculiares. Se você não possuir nada de estranho, é melhor nem perder seu tempo, já que apenas acharia as histórias “estranhas. Aflitivas e nem um pouco de seu agrado”.

Deixando de lado os conselhos do editor, vou contar um pouco do que achei do livro. Trazendo dez contos bem diferentes um do outro, mas com peculiaridades em comum, a obra é realmente muito bacana, até mesmo para quem não sabe nada da série. Sei que peguei esse livro para ler e no mesmo dia já tinha terminado, tamanho é o encanto proporcionado pelas curiosas histórias.

O livro é curtinho, com 208 páginas. Além disso, tem muitas ilustrações, o que faz com que a leitura flua muito bem. Os contos são muito criativos e ajudam o leitor a compreender o universo criado por Ransom Riggs. Cada história traz um pouco desse mundo e apresenta alguma peculiaridade. Além disso, lições de moral não poderiam faltar. Os contos trazem reflexões muito bacanas que não ficam só no mundo peculiar, podemos encontrar muito do nosso mundo nas histórias, o que torna a obra ainda mais legal.
Continue lendo »


Avaliação: 4/5 Editora: Intrínseca, Cortesia ISBN: 9788580579666 Gênero: Fantasia,  Jovem Adulto Publicação: 2016 Páginas: 416 Skoob

Atenção: essa resenha pode conter spoilers dos volumes anteriores!

Os fãs da saga “O lar da sra. Peregrine para das crianças peculiares” tiveram pouco tempo para se recuperar dos acontecimentos do segundo livro, Cidade dos Etéreos (ainda bem!). Por sorte, logo depois a Intrínseca lançou Biblioteca de almas, o último livro da trilogia. A história começa bem do ponto em que parou o último livro, com o rapto dos peculiares e a srta. Peregrine desaparecida. Agora, só restam Jacob e Emma, que devem embarcar em uma aventura para resgatar os amigos e descobrir as motivações dos etéreos e acólitos.

Como estão em dois, ir atrás dos amigos não parece tão fácil assim. Mas logo eles adquirem mais um comparsa: o cão falante Addison, bastante astuto e peça chave para a aventura. Juntos, eles descobrem que devem adentrar o Recanto do Demônio, uma fenda temporal que abriga as mais diversas perversões. Lá, eles irão descobrir coisas sombrias do mundo peculiar, como peculiares que são vendidos como escravos, uma espécie de poção que traz parte da alma de peculiares e é utilizada para fortalecer poderes momentaneamente, e também irão descobrir a história da Biblioteca de Almas, que abriga a alma dos peculiares depois de sua morte.

Foto: Camila Tebet / Viagens de Papel

Continue lendo »

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

o-orfanato-da-srta-peregrine-para-criancas-peculiares-filme-viagens-de-papelVou começar esse texto já deixando um aviso bem claro – que reflete a minha opinião, é claro: a representação de O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares que você verá nas telas é algo muito diferente da experiência vivida no livro escrito por Ramson Riggs. Por isso, existem duas avaliações possíveis para o resultado final da adaptação: a avaliação cinematográfica por si só, e a avaliação considerando a história que a originou. Já quero deixar claro que a minha insatisfação com o filme se originou desse segundo quesito, e que, para os que não levam tanto em consideração as semelhanças – ou falta delas – entre um e outro, pode ser que tenham um olhar diferente sobre o filme.

A adaptação do livro de Ramson Riggs começa nos apresentando Jake: um garoto que viveu pelas histórias de crianças com habilidades especiais e monstros do avô e que por isso sofreu bullying na escola – o que o levou a desacreditar no ícone que ele tinha de vida. Quando perde seu avô de forma trágica – e misteriosa – todos o levam a crer que ele ficou traumatizado, e que as circunstâncias esquisitas que ele presenciou na morte do avô eram apenas fruto de sua consciência. Porém, incentivado por seu terapeuta, ele decide seguir as últimas pistas deixadas por seu avô, indo ao antigo Orfanato da Srta. Peregrine, no qual o mesmo viveu.

Foto: O lar das crianças peculiares (Divulgação)

Foto: Divulgação / Cena do filme “O lar das crianças peculiares”.

Continue lendo »