AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: SUMA, CORTESIA
ISBN: 9788556510587
GÊNERO: FANTASIA
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 360
SKOOB

O destino de Tearling é o terceiro e último livro da trilogia da Rainha de Tearling e era um dos desfechos mais esperados por muitos de nós (pelo menos eu estava em cólicas para saber como os vários conflitos terminariam nesse livro). Quem leu minha resenha anterior sabe o quanto amei o desenrolar da história e os novos aspectos que a autora trouxe para a trama, então minhas expectativas estavam bem elevadas quanto a esse último volume, o que, provavelmente, fez com que minha decepção fosse maior. Pois é, eu meio que esperava um final grandioso e diferente de tudo, mas o que tive foi um final muito meia boca, que deixou as melhores partes da trama sem conclusão.

Depois dos acontecimentos de A invasão de Tearling, Kelsea acabou se rendendo à Rainha Vermelha, entregando suas safiras e se tornando prisioneira em Mortmesne, sem poder ajudar seu povo. Em seu lugar ficou Clava, que prometeu proteger o povo, mas odeia suas funções e acaba seguindo seus instintos procurando uma maneira de libertar sua soberana.

Para Kelsea, a resposta poderia estar nas visões do passado que voltou a ter, dessa vez no corpo de Katie, após a Travessia, acompanhando Jonathan Tear. As tramas de passado e presente mais uma vez parecem se entrelaçar e levar Kelsea para algo inesperado. Continue lendo »

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Avaliação: 3,5/5
Editora: Record, Cortesia
ISBN: 9788501113443
Gênero: Ficção Científica
Publicação: 2018
Páginas: 392
Skoob

Que as tecnologias estão dominando nosso mundo e mudando nossa forma de fazer as coisas, não é novidade para ninguém. É até engraçado pensar em uns dois anos atrás e perceber quanta coisa mudou de lá para cá. A partir disso, fica aquela sensação de não saber o que acontecerá daqui para frente. Provavelmente, surgirão processos que nunca nem cogitaríamos. O livro Felicidade para humanos, de P.Z. Reizin, traz um pouco essa questão. Em seu livro de estreia, o autor traz uma mistura de romance e ficção científica em uma obra que conta com a presença de inteligências artificiais e o quanto essa tecnologia pode interferir na vida das pessoas.

A obra é focada em dois personagens – seres humanos – que têm suas vidas ligadas da forma mais inusitada possível. Primeiro, conhecemos Jen, uma mulher que acabou de passar por um término difícil no relacionamento. Agora, ela está focada em sua carreira. Jornalista, passou a trabalhar com uma empresa de tecnologia e seu trabalho agora é conversar com a inteligência artificial Aiden – identificar a forma como ele se relaciona, como reage a partir de algumas situações e verificar como está a sua interação com humanos.

Aiden é uma inteligência artificial que está sendo treinada para realizar atendimentos em empresas. Por mais que o conceito de IA ainda pareça muito distante para nós, a obra nos apresenta uma IA extremamente evoluída, capaz de desenvolver conversas complexas e até mesmo chegar perto de sentimentos. O livro também possui capítulos sob o ponto de vista de Aiden e ele – sim, o vínculo que criamos com Aiden é tão grande que, assim como Jen, também passamos a considerá-lo uma pessoa – faz de tudo para ajudar Jen.

Vendo que ela está triste na vida amorosa, Aiden, que havia “escapado” para a vida real, decide interferir e ajudar Jen de alguma forma. Ele saiu do único servidor em que estava e conseguiu se espalhar pela rede. Dessa forma, tem acesso a celulares, câmeras de segurança e qualquer outro tipo de equipamento eletrônico que você possa imaginar. E conforme ele começa suas buscas por um parceiro ideal para Jen, descobre que ele não foi a única IA que escapou. E é aí que ele encontra Aisling, que também possui uma ligação forte com um humano, Tom, um ex-publicitário aposentado e recém divorciado.

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 3/5 
EDITORA: ROCCO, CORTESIA
ISBN: 9788532530721
GÊNERO: HISTÓRICO
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 272
SKOOB

Conheci o trabalho do brasileiro Samir Machado de Machado ano passado, quando li o seu último lançamento, Homens elegantes. Como sou formado em História, gostei bastante da proposta do autor em retratar uma época tão legal quanto o período colonial da história brasileira. Vi muitas das discussões realizadas em sala de aula narradas em acontecimentos e transformadas em personagens que me cativaram e me ganharam por inteiro. Nesse sentido, não pensei duas vezes quando surgiu a oportunidade de ler seu primeiro livro publicado, Quatro Soldados, que seguia a mesma estrutura e estilo do outro. No entanto, não conseguiu superar minhas expectativas, tornando-se uma leitura arrastada.

Brasil, 1754: nos últimos anos da guerra contra as Missões Jesuítas, quatro jovens têm seus caminhos entrelaçados. Um alferes que, ainda adolescente, recebe seu primeiro comando, um rígido e melancólico capitão de cavalaria, um desertor que vive do contrabando de livros e um tenente de motivações sempre ambíguas. Em comum, possuem a mesma inquietação com seu papel no mundo, enquanto vão e vêm no espaço mítico e nebuloso da fronteira brasileira do século XVIII. Entre labirintos perdidos, animais fantásticos e viagens subterrâneas, entre o Iluminismo e o Terremoto de Lisboa, nenhum deles, nem mesmo o narrador, consegue passar incólume. Talvez nem mesmo você.

Quatro Soldados foi uma leitura que tinha tudo para me ganhar por completo: mistura fatos históricos com ficção, além de colocar seus personagens em situações um tanto inesperadas. São quatro histórias que se entrelaçam, pois um mesmo personagem aparece na história seguinte, além do fato de que o autor coloca um quê de realismo mágico. Imagina você morar numa cidade e saber que nas matas das proximidades há um labirinto que quem visita morre? Ou então ouvir a lenda de uma criatura horripilante que assusta a todos? Ou, pior ainda, encontrar um padre decapitado, mas com a cabeça de mula no lugar da sua? Pois então. São situações como essas com que nossos personagens se deparam, deixando as histórias um tanto inusitadas.

Continue lendo »

segunda-feira, 25 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: RECORD
ISBN: 9788501114099
GÊNERO: ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 490
SKOOB

Sabe aquele livro que você não dá a mínima, não conhece nada e ele entra ao acaso na sua vida? Pois então, foi o caso de Asiáticos podres de ricos, de Kevin Kwan. Da mesma forma que foi com a leitura recente de Vacas, o livro de Kevin não me despertara nenhuma curiosidade até pelo fato de não saber mais informações sobre ele. Quando me foi oferecido, dei uma olhada na página dele do Skoob e descobri que ele teria uma adaptação cinematográfica. Apenas isso. Mas como não se nega livro nem leitura, decidi pegá-lo e logo embarquei nessa viagem. E que viagem.

Quando Rachel Chu chega a Cingapura de braços dados com o namorado, o professor charmoso Nicholas Young, para acompanhá-lo ao casamento de seu melhor amigo, ela acha que vai apenas conhecer a família dele e aproveitar os dias de descanso em um dos lugares mais lindos do mundo. Só que Nick não mencionou alguns detalhes, como o fato de que sua família tem muito dinheiro e de ele ser o herdeiro mais cobiçado da Ásia. E o tal casamento… é o evento do ano! Logo, Rachel se vê em meio a eventos sociais, pessoas podres de ricas, fofocas e muito luxo. Ainda por cima, terá que encarar sua sogra, uma mulher que talvez não queira que seu filho se case com ela. Como Rachel lidará diante de tanta pressão?

Asiáticos podres de ricos é o tipo de livro que começa timidamente, mas quando você vê está literalmente viciado. Como eu não tinha muita dimensão e nenhuma expectativa quanto à leitura, o envolvimento foi rápido e surpreendente. Rachel é uma personagem madura e decidida no que quer. Gostei da personagem desde o princípio. Bem-sucedida, mantém um relacionamento estável com Nicholas, que, por sua vez, decide convidar a namorada para ir a Cingapura comparecer ao casamento de seu melhor amigo e conhecer sua família. Rachel se mostra empolgada como qualquer outra pessoa, pois sabe que a viagem pode se tornar algo totalmente diferente do que imaginava. Mal sabia o que a esperava. É válido ver esse choque de realidades sob o ponto de vista da personagem, pois também causa no leitor aquele sentimento de deslumbramento por tudo que aconteceria a partir do momento em que chegara a Cingapura.

Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA
ISBN: 9788555340536
GÊNERO: FANTASIA, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 424
SKOOB

A Queda dos Reinos é uma das séries de fantasia da atualidade que mais conquistou meu coração. De forma despretensiosa, a história contada por Morgan Rhodes vai conquistando o leitor e, quando você vê, está super preso à trama e aos personagens.

O último livro não deixou os protagonistas em situações muito favoráveis. Jonas segue na busca pela vingança, acompanhado de Lucia, que está enfraquecida e com sua filha recém-nascida. Magnus está desaparecido e Cleo está lutando para manter o controle sob o próprio corpo.

Como sempre, a narrativa é extremamente fluida e viciante. Apesar de ser alta fantasia, essa é uma leitura que é perfeita para passar o tempo, já que a escrita da autora não é densa, como seria de se esperar em um livro do gênero.

A leitura é maravilhosa, rápida, divertida e leve. Porém, minha ressalva é que esse, por ser o último livro de uma série de seis livros, deixou a desejar na grandiosidade. As resoluções não chegaram a ser mal feitas ou algo do tipo, mas não surpreenderam. A impressão que fica é de que esse livro apenas amarrou tudo da forma mais simples e rápida possível. Como último livro ele poderia ter tido uma tensão maior e finalizar com um clímax, porém sem ser pelo fato de que a história, de fato, recebeu um fim, esse poderia muito bem ser qualquer outro livro “do meio” da série.

Os plot twists não surpreenderam e não saíram de dentro daquilo que era esperado. Os livros anteriores tiveram momentos muito melhores nesse quesito, por exemplo.

Como eu disse, não é que o livro chegue a ser ruim, porém eu esperava um pouco mais de grandiosidade e surpresa. Porém, A Queda dos Reinos continua sendo uma série muito querida e que eu indico mesmo para aqueles que não estão tão acostumados a ler fantasia. Aproveita que a série já está finalizada e faz aquela maratona. Certeza que você não vai se arrepender!

domingo, 17 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501110046
GÊNERO: CONTOS, ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 266                  SKOOB

ABC do amor é uma coletânea de três contos de autoras renomadas do gênero do romance: Camila Moreira, A.C. Meyer e Brittainy C. Cherry. São contos curtos e envolventes que têm como ponto em comum o amor em suas linhas principais e o inevitável final feliz. Não vou entrar muito em detalhes sobre as histórias, mas garanto que vale muito a pena ler!

O primeiro conto – e surpreendente meu favorito dos três – é o Doce reencontro. Ele narra a história de mulher que reencontra o amor da sua vida após anos sem se verem – o mocinho teve que se mudar por conta de um emprego – e agora ele não vai deixar a oportunidade de ser feliz escapar de novo. É uma história doce de um casal que reconstrói seu relacionamento aos poucos – sem drama pesado, só duas pessoas indo em busca da felicidade. Eu AMEI essa pegada mais leve e sutil da autora. Amei a história fofa e doce de amor e como ela é construída aos poucos mesmo que seja só em algumas páginas, rs.

O segundo conto – As cartas que escrevemos – também é sobre reencontro, mas de uma maneira diferente: a mocinha está prestes a se casar quando o amor de sua vida volta. Durante esse reencontro os sentimentos voltam à tona e com eles muitos segredos do passado são revelados. Eu gostei da premissa desse conto, mas achei que ele poderia ter se desenvolvido de uma maneira diferente. O fato é que eu não senti que houve uma luta pelo final feliz por parte de nenhum dos mocinhos – as coisas foram só aparecendo e eles aceitaram. Não senti que eles lutaram para ficar um com o outro, apesar de se amarem tanto. Mesmo assim, o conto foi gostoso de ler e o casal é uma graça juntos. Continue lendo »

quinta-feira, 14 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 3,5/5                                      EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA  ISBN: 9788501110930                               GÊNERO: ROMANCE                                    PUBLICAÇÃO: 2017                                    PÁGINAS: 406                                             SKOOB

Ao contrário do que a capa enigmática pode sugerir, Treze é um romance divertido e até um pouco clichê de uma das autoras nacionais que eu mais gosto: FML Pepper. Confesso que foi por conta da autora e principalmente da capa que me interessei pelo livro, mas acabou que a história não era nada do que eu esperava.

Rebeca é uma jovem cética, que não acredita nem no amor, nem na fé, nem em emoções. Para ela a vida não é nada além de lógica e estatísticas, e quem os domina tem tudo sob controle. Sendo uma jovem inteligente e conhecendo as estatísticas, ela tem como certo que nada pode dar errado no roubo que realizará com sua mãe, o maior da vida delas. Então, quando sai para uma noite de despedida com sua amiga, para uma cartomante na noite anterior ao roubo e simplesmente não acredita em nada do que a mulher prevê para sua vida. Seria impossível a vida dela virar de cabeça para baixo como ela previu e o amor da vida dela ser o 13º namorado. Qual não é a surpresa dela quando o roubo realmente vai por água a baixo e Rebeca tem que reconstruir a vida.

A mãe dela acaba indo parar na cadeia e Rebeca, por meio de um acordo, consegue uma segunda chance. É assim que ela vai parar em Minas Gerais para fazer faculdade com sua amiga Suzy, longe de todo seu passado criminoso. É lá também que ela fica indecisa entre dois homens que, segundo a cartomante, se encaixam no perfil do amor da sua vida.

Karl já foi um famoso lutador de MMA, mas sua vida também sofre uma reviravolta quando descobre um coágulo inoperável no cérebro e com ele acaba perdendo tudo: a carreira, os amigos, o dinheiro. Por isso, ele abandona tudo para se esconder e começar uma vida tranquila, longe da agressividade a que estava acostumado e que poderia estourar o coágulo. E tranquila deveria significar longe de Rebeca, a garota mais linda e mais encrenqueira que ele já conheceu.  Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA
ISBN: 9788555340642
GÊNERO: NÃO FICÇÃO
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 200
SKOOB

A Emily Trunko, organizadora desse belíssimo livro, é um ser humano fantástico! E um ser humano bem novinho, atualmente com 16 anos ela já deu o que falar no quesito “corrente do bem”, por assim dizer. Desde os 11 anos Emily escreve cartas. Antes num caderno, depois em vários documentos no computador… até que decidiu ter um Tumblr, o Dear My Blank, para saber se mais gente fazia isso.

As cartas foram importantes para mim porque me ajudaram a extravasar emoções que eu não conseguia expressar de outra forma.

E com essa ideia e a ajudinha da internet, seu projeto começou a tomar proporções maiores: recebia cartas e mensagens de outras pessoas. O mundo estava usando a mesma energia das cartas para extravasar emoções. A partir de então, iniciou-se uma corrente solidária, algumas pessoas respondiam os posts das cartas, outras se comoviam e mandavam cartas também. Para entes queridos, para brigas, para saudade, para amizade, amor… todos os sentimentos que estavam represados na alma e precisavam fluir se transformaram em palavras que jamais seriam entregues às pessoas, mas estavam ditas, estavam libertas.

Continue lendo »

sexta-feira, 8 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501109385
GÊNERO: CONTOS, JUVENIL
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 191
SKOOB

Ai meu Glob! Uma releitura de contos de fadas, meu gênero preferido!

Carina Rissi acerta em cheio ao dar vida para o outro lado da história da Branca de Neve.

Quem conta essa versão super bem-humorada é a madrasta. Isso mesmo! A bruxa má com o espelho, caldeirão e… opa, espera aí! Eu sei, você já viu essa história. Mas o legal é que não tem a bruxa com o caldeirão, não tem castelo, caçador ou sete anões numa floresta. Isso mesmo. A história é ambientada no século XXI com todo o glamour das passarelas, alta sociedade e tecnologias necessárias, afinal, não é fácil ser a mais bela de todas.

Antes de começarmos, quer comer alguma coisa? Uma tortinha de maçã?
Não?
Tudo bem. Então vamos a história que nunca foi contada.

Malvina, a tal madrasta, narra sua história em primeira pessoa, com toques perfeitos de humor e sarcasmo, sabendo que alguém a ouve. E isso é muito legal, às vezes ela fala como se conversasse com o leitor. A quebra da quarta parede num livro… Ah, essa Carina Rissi arrasa!

Malvina é a modelo mais requisitada e bem paga do mundo, vive aparecendo nos principais meios de comunicação e sabe muito bem retribuir com graça e elegância. Como personagem principal ela é forte, marcante e do tipo que sabe a numeração do manequim das pessoas só de olhar para elas.

O começo de sua malfadada série de eventos é quando seu brilho é ofuscado por Bianca, sua enteada, que tem a proposta de ser a substituta de Malvina na campanha do perfume Menina Veneno. E a raivinha que ela fica de ver que a garota sem gracinha pode tomar, sem esforço, tudo o que ela conquistou… logo agora? Há poucos meses de ela alcançar a maioridade e não ter mais que estar aos cuidados de sua Fofadrasta! Essa raivinha faz com que a nossa protagonista comece a agir… e sabemos onde isso vai dar, não é?

Continue lendo »

quinta-feira, 7 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: VALENTINA, CORTESIA
ISBN: 9788558890458
GÊNERO: ROMANCE, DRAMA
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 232                    SKOOB

Sorrisos quebrados é um livro que, ao ser lançado no ano passado, causou muito rebuliço na blogosfera. Ele foi lançado originalmente pela plataforma online Wattpad, e então lançado em ebook na Amazon, onde fez um sucesso estrondoso até chegar na forma de livro físico lançado pela Valentina. Lembro de muitas pessoas (mas muitas mesmo) que me indicaram a leitura que vim adiando até recentemente. O fato é que, pelos comentários que já vinha lendo, eu sabia que o livro teria uma carga dramática pesada – e eu estava fugindo muito disso. Contudo, chegou a hora de enfrentar esse drama e posso afirmar de coração que todo o rebuliço em cima de Sorrisos Quebrados é justificado.

O livro conta a história de Paola, uma mulher que foi quase morta pelo ex-marido com o qual mantinha um relacionamento extremamente abusivo, que não deixou marcas apenas físicas, mas psicológicas também – essas últimas sendo as piores. Seis anos depois, ela mora em uma clínica de apoio a pessoas com diferentes tipos de traumas. Uma delas é Sol, uma menina de quatro anos com dificuldades de socialização decorrentes de um trauma com a qual ela consegue, surpreendentemente, criar um vínculo. É por meio de Sol que Paola acaba conhecendo André, pai da menina e um homem profundamente marcado pelos passado triste que carrega.

Como duas pessoas que têm uma grande bagagem emocional traumática, logo surge desconfiança e medo entre eles, mas também uma atração inexplicável. É aos poucos que ambos vão baixando a guarda e dando liberdade para o sentimento desabrochar e florescer, para descobrirem uma cura que não imaginavam ser possível um no outro. Continue lendo »