quarta-feira, 25 de julho de 2018

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA
ISBN: 9788555340598
GÊNERO: JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 352
SKOOB

Quem não ama uma boa história de amor? Principalmente aquele amor juvenil, amor de verão. Esse tipo de amor é sempre especial, e no livro Queria que você me visse, escrito pela autora Emery Lord e publicado no Brasil pelo selo Seguinte da Companhia das Letras, temos esse amor de verão para nos apaixonarmos completamente.

Na história conhecemos Vivi e Jonah, dois jovens que acabam se cruzando e se apaixonando em um verão na Califórnia. Enquanto Jonah é mais recatado e sempre mantêm uma postura mais séria, Vivi é toda sentimento e leveza, os dois que parecem não ter nada em comum à primeira vista, se apaixonam e descobrem que há muito mais em comum entre eles do que eles poderiam imaginar.

Jonah amadureceu cedo porquê foi preciso, ele precisa cuidar de seus irmãos mais novos, após a morte de seu pai sua mãe entrou em depressão profunda e passa seus dias dentro do quarto e não consegue mais cuidar de seus cinco filhos, por este motivo Jonah assume, ao lado de seu irmão, a missão de cuidar da família. Ele se torna um adulto responsável e deixa de lado sua juventude.

Vivi já passou por momentos difíceis na vida, mas apesar de conhecer o lado ruim ela mantém uma postura otimista e quer deixar sua marca em todo lugar que passa. Ao ter a chance de passar o verão com sua mãe em um cidadezinha na Califórnia, ela decide que vai aproveitar cada segundo e assume o risco de largar sua medicação por conta própria, mesmo que isso possa lhe causar alguns danos.

O encontro dos dois muda suas vidas completamente, eles aprendem um com o outro e o sentimento entre eles mostra que a vida pode mudar e pode se tornar algo que eles nem imaginam que poderia ser. Essa visão otimista é algo que encanta no livro, mesmo se tratando de uma história que fala sobre doenças mentais e que toca em assuntos difíceis, a autora conseguiu contar tudo isso de maneira leve e que mesmo sendo leve, cumpre muito bem com o seu propósito.

Os personagens, tanto nossos protagonistas, quanto os secundários, são bem trabalhados e possuem personalidades marcantes, gostei de como a autora teve o cuidado de trabalhar bem na personalidade até mesmo de personagens que aparecem duas ou três vezes na história, isso é muito bacana e torna o livro ainda mais especial.

Além de todo esse cuidado, a escolha da autora em narrar a história em primeira pessoa, intercalando os capítulos entre os nossos protagonistas, foi um enorme acerto. Conhecemos a visão dos dois e vida de cada um deles fora do relacionamento, e ter essa visão individual é essencial para entendermos a história como um todo

Eu amei este livro, amei sua mensagem, e acredito que ele cumpre muito bem com seu papel em dizer que não nos resumimos aos nossos problemas, somos maiores que eles e a nossa vida importa. Recomendo demais a leitura!

Sobre o autor
Tayara Olmena Estudante que tomou gosto pela leitura aos 12 anos de idade depois que leu "A marca de uma lágrima" do escritor Pedro Bandeira. Costuma ler de tudo, mas ainda torce o nariz para o romance. Além de ler, também é viciada em séries e filmes, e não perde a oportunidade de maratonar sua série favorita.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: