AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: VALENTINA, CORTESIA
ISBN: 9788558890588
GÊNERO: FANTASIA, INFANTOJUVENIL, AVENTURA  
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 240 SKOOB

Não lembro exatamente quando foi a primeira vez que me deparei com essa capa, mas fiquei completamente apaixonada e de tal forma que assisti ao book trailer, o que não costumo fazer, e isso fez com que ele entrasse facilmente para minha lista de futuras leituras. Fiquei extraordinariamente feliz ao receber o livro através de nossa parceria com a Editora Valentina e só tenho a dizer logo de início: leiam!

Sempre comento em vários blogs que estou fugindo de sagas, mas dessa não tive como escapar, não tive como resistir à história e à linda capa de Alexander Jansson. No site da Editora Valentina é possível baixar a foto da capa, imprimir o marcador e até ler o primeiro capítulo.

A história se passa em 1899, na Mansão Biltmore, em Asheville, Carolina do Norte. Essa mansão é a maior casa de propriedade privada nos Estados Unidos, ela é real, e fica na região onde o autor Robert Beatty mora com a esposa e as três filhas, apesar da história criada por ele ser fictícia, ele usou o nome dos donos da propriedade, George e Edith Vanderbilt, apenas incluiu na história um sobrinho ao invés da filha real do casal, Cornélia.

Serafina e seu pai vivem escondidos no imenso porão da residência, ele trabalha na mansão desde sua construção, sendo o responsável pela manutenção das máquinas. Serafina tem 12 anos e habilidades interessantes, é uma excelente caçadora de ratos, move-se sem fazer nenhum ruído e seus hábitos são noturnos, além de certas peculiaridades em sua fisionomia, como grandes olhos cor de âmbar e cabelos composto de variados tons de dourados e castanho, quatro dedos em cada pé e uma clavícula malformada.

Logo no início da leitura dá uma certa dó da garota, porque viver no final do século XIX usando uma camisa velha do pai, amarrada na cintura com um barbante rústico causaria extrema estranheza, apesar de que ela se movimenta pela mansão sempre sem ser vista e em geral à noite. Então, em nossa mente, já surgem diversas dúvidas sobre o motivo deles estarem escondidos no porão e não viveram simplesmente numa casa da região.

No capítulo um, Serafina já tem seu primeiro encontro com o vilão da história, o homem da capa preta que é o responsável pelo desaparecimento de crianças que estão entre os hóspedes da mansão. Porém, até então ela não sabe disso e vê apenas uma menina de vestido amarelo sumir em meio ao rodopio da capa. No dia seguinte, descobre que é a hóspede Clara Brahms.

“À medida que o homem caminhava em sua direção, Serafina também passou a escutar outro som. Era uma agitação de pés se arrastando, como os de uma pessoa baixa – pés calçando chinelos, talvez uma criança. Havia algo errado. Os pés da criança estavam raspando na pedra, às vezes deslizando… as criança era aleijada… não… a criança estava sendo arrastada.”

Um dos passatempos prediletos de Serafina era observar as conversas e costumes dos hóspedes do senhor George Vanderbilt e sua esposa Edith, todos da alta sociedade, além de devorar os livros que o pai retirava furtivamente da imensa biblioteca existente na propriedade, por meio dos quais aprendeu a ler, com a ajuda do pai.

A partir do sumiço de Clara Brahms, Serafina começa a investigar a situação com a ajuda de seu primeiro amigo, também da mesma idade que ela, Braeden Vanderbilt, orfão acolhido por seus tios, donos da mansão. Braeden está sempre na companhia de seu cachorro Gideão. Ela o conhece num momento de descuido, enquanto observa uma apresentação feita aos hóspedes.

“Havia achado que tinha algo para contar a ele, mas a verdade é que ele também tinha muito para contar a ela. Um menino que sussurrava a respeito de sequestros e fraudes era o tipo de menino de quem ela poderia aprender a gostar.”

Em meio a investigação de Serafina e Braeden, outras crianças vão desaparecendo, muitos são os suspeitos e diversos nomes são apresentados, mas o interessante é que mesmo eu tendo acertado de primeira, ainda assim outros nomes passaram momentaneamente em minha cabeça. Minha filha de dez anos ainda está lendo o livro, está super aflita com as narrativas feitas e os momentos de tensão, ela também suspeita do real vilão, mas estou bem quieta sobre isso, porque ela, assim como eu, também está com outros nomes na lista.

“Ela olhou em torno, para o Sr. Vanderbilt, Seu Enkrenka e os outros homens. Estava começando a ver como era difícil determinar quem era bom e quem era mau, em quem podia confiar e com quem deveria ter cuidado.”

A história é narrada em terceira pessoa no decorrer de 31 capítulos. Os números ímpares que marcam o início de cada capítulo têm em volta de si uma menina formada de ramos e os capítulos de números pares uma leoa também formada de ramos.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Uma das coisas que me irritou um pouco no decorrer da história foi Serafina chamar seu pai de Pa e ele chamá-la de Sera. Não combinou muito, nem foi agradável ler essas monossílabas. Um outro fato irritante foi um dos lacaios do Sr. Vanderbilt chamar-se Enkrenka, sendo todos os demais personagens terem nomes comuns. Apesar dos diálogos não terem o linguajar da época, isso não chega a ser um grande problema, ainda mais pensando que a obra é voltada para a garotada.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Fora esses pontos, que não fizeram com que eu descontasse da nota final 5/5, gostei bastante da história, do desfecho final, de todos os detalhes envolvidos e descrições e ações em cena. Acredito que a obra tem grande potencial para ser adaptada cinematograficamente, ou quem sabe numa série. Fico aqui ansiosa aguardando o próximo volume e curiosa para saber como será a vida de Serafina a partir de então, já que é a heroína da história e não tem mais como manter-se nas sombras.

“Nosso caráter não é definido pelas batalhas que vencemos ou perdemos, mas sim pelas batalhas que ousamos lutar.”

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL


Futuros lançamentos:

FOTO: SITE ROBERT-BEATTY

FOTO: SITE ROBERT-BEATTY


Book Trailer Livro 1 – Serafina e a capa preta


Book Trailer Livro 2 – Serafina e o bastão maligno (tradução baseada na versão publicada em espanhol)


Book Trailer Livro 3 – Serafina e o seu destino (tradução baseada na versão publicada em espanhol)


Confira outras informações no site do escritor Robert Beatty.

E você, já conhecia o título? O que achou?

Sobre o autor
Nara Dias 32 anos (22/12) – São Paulo Pós graduada na USP em Ética, valores e cidadania na escola, atua como professora de informática e robótica para crianças de 4 a 11 anos. Também com especialização em Libras - Língua Brasileira de Sinais, participa da comunidade surda da região onde mora, na Baixada Santista. Seu perfil no Skoob com mais de 1200 livros lidos, mostra sua paixão pelo gênero infanto-juvenil, onde capa, ilustração e tipo de impressão interferem muito em suas escolhas.


Deixe uma resposta

  1. quarta-feira, 9 de maio de 2018.

    Oi Nara, eu adoro essa capa, a editora sempre arrasa, e um livro que tem um mistério, me ganha de primeira, gostei muito da tua resenha e o livro já entrou para os meus desejados.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

  2. quarta-feira, 9 de maio de 2018.

    Esse livro está na minha meta de leitura de maior. Espero conseguir ler…
    Estou encontrando tantas resenhas elogiando a sobre e ler a sua fez eu ter ctza que vou me apaixonar tbm <3

    Beijos

  3. quarta-feira, 9 de maio de 2018.

    Sou louca de vontade para ler esse livro, mesmo fugindo de saga como você eu fico muito curiosa com relação a esse enredo. Preciso saber porque o pai da Serafina escondeu tanto ela e quem é o homem da capa preta. Mesmo com sua ressalva em relação ao nome e apelido de alguns personagens eu ainda quero ler e pelas fotos eu achei a edição lindona.

  4. quarta-feira, 9 de maio de 2018.

    Oi Nara!
    Essa leitura é linda. Um enredo para todas as idades. Serafina é uma jovem bem astuta e muito valente. A trama me conquistou e quero muito conhecer os próximos livros desse autor.
    Beijos!

  5. quarta-feira, 9 de maio de 2018.

    Oi, Nara.
    Eu amei demais esse livro e estou louca para ter logo os outros volumes publicados aqui no Brasil. Eu adorei o jeito como a Serafina chama o pai e como ele a chama, achei carinhoso. Gostei de saber que a leitura também te agradou <3

  6. quinta-feira, 10 de maio de 2018.

    Eu tenho um pouco de trauma com série da Valentina porque nunca publicaram a continuação de um dos primeiros livros que lançaram, mesmo que tenham lançado várias séries completas depois. Acho a premissa desse livro fascinante e estou louca para ler, mas vou esperar que lancem o restante para fazer isso. Também sou apaixonada pela capa e espero que venha uma adaptação por aí.

  7. quinta-feira, 10 de maio de 2018.

    Oi Nara, tudo bem?
    Também acho essa capa linda, mas o gênero não me atrai. Amei sua resenha e concordo com vc quanto as abreviações, também odeio isso nos livros, pois são raras as situações em que combinam realmente. Seu post ficou maravilhoso, adorei!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

  8. quinta-feira, 10 de maio de 2018.

    Olá! Esse livro tem estado na minha lista de desejados desde o lançamento e acho que essa foi a resenha mais longa que li sobre ele. Sempre há muito mistério em volta do resumo da obra, mas acho que aqui foi bem claro e desenvolvido. Deu pra ter uma ideia a mais sobre ela.
    Que bom que apesar dos contras, os pós venceram. Espero gostar também.

    Abraços

  9. sexta-feira, 11 de maio de 2018.

    Olá! Comprei esse livro na Feira da Unesp e estou louca pra ler! Amo histórias onde tem crianças como protagonistas e uma narrativa voltada pra visão delas.. Sua resenha só me deixou mais ansiosa pela leitura haha, valeu a dica!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

  10. sexta-feira, 11 de maio de 2018.

    Olá
    Ganhei um marcador desse livro e pela capa fiquei curiosa. Apesar de ser um livro mais para a garotada, como você e outras pessoas que leram me contaram, quero ler sim e espero ser esse ano ainda.
    Que bom que os pontos negativos , apesar de irritantes, não estragaram o livro kkk, que pelas fotos é um livro bem bonito.
    Bjus

  11. domingo, 13 de maio de 2018.

    Oi Nara,
    Esse é um dos lançamentos que eu mais aguardei agora para o início do ano. Eu pesquisei sobre o autor e sobre como as filhas dele e a esposa participaram dos book trailer e inclusive do local onde eles moram. Achei tudo incrível, estou louca para ler. Gostei muito de ler sua resenha, sei que não vou me decepcionar.
    bjs.
    Pri.
    http://nastuaspaginas.blogspot.com.br/

  12. domingo, 13 de maio de 2018.

    Olá Nara,
    Que bom que essa leitura te agradou, apesar de ter alguns pontos negativos. Eu fiquei intrigada com esse mistério que o livro tem desses desaparecimentos e para saber como a Serafina lida com isso. Acho que a abreviação dos nomes para algo monossilábico vão me irritar, mas é uma obra que sinto que preciso ler, ou não vou ter paz.
    O final da sua postagem me deixou muito ansiosa para ler todos os livros rs.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

  13. domingo, 13 de maio de 2018.

    Olá, tudo bem? Serafina e a capa Preta sempre me chamou atenção desde o lançamento. É uma série que quero ler muito, mas estou esperando o lançamento dos outros para enfim começar hehe Apesar de alguns pontos negativos que trouxe, ainda mantenho a minha vontade, até pela nota final dada hehe
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

  14. terça-feira, 15 de maio de 2018.

    Oi.

    Eu já tinha visto várias resenhas deste livro, adoraria ler este livro e não vejo a hora de compra-lo.

  15. terça-feira, 15 de maio de 2018.

    Olá!
    Essa capa é realmente muito linda, assim que começou a rolar nas redes eu fiquei apaixonada e lia muitas resenhas apaixonadas pela história, fiquei muito curiosa com esse vilão rs’ e quero poder conferir a história. Muito legal sua filha estar lendo, imagino a ansiedade dela. espero poder conferir!

    beijos!
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com.br/

  16. quarta-feira, 16 de maio de 2018.

    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro, só tinha visto a capa mesmo que é uma graça, muito lindo e fiquei babando com as outras capas.
    Achei a premissa muito boa, me deixou bem curiosa e com toda certeza quero conhecer melhor essa história. DICA MEGA ANOTADA.

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: