AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: PARALELA, CORTESIA
ISBN: 9788584390663
GÊNERO: NEW ADULT, ROMANCE PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 296
SKOOB

Desde que li o primeiro volume da série “Amores improváveis” me apaixonei pelo modo da autora de explorar os conflitos que frequentemente permeiam a juventude nessa fase de transição para a vida adulta. Nesse livro não poderia ser diferente, a autora traz um assunto que é cada vez mais frequente na vida de jovens e nos mostra claramente as dificuldades que isso traz.

Sabrina é uma menina focada. Ela já tem todo o plano da sua vida traçado e o segue a risca: se formar em Briar, ser aceita em Harvard para cursar Direito e sair da vida miserável que leva com o padrasto desprezível e a avó. Ela faz das tripas coração para se manter e conquistar seus objetivos, tendo até que trabalhar em dois empregos, o que significa que não tem tempo nem pra diversão.

Por acaso ela acaba conhecendo John Tucker, um cara paciente, tranquilo e com seus próprios objetivos, que causa uma boa impressão logo de cara. Os encontros duram mais do que Sabrina esperava e ela se vê dividida entre aproveitar ou dar um fim ao que pode atrapalhar seus planos de futuro, mas o destino nem sequer lhe dá uma escolha: ambos são pegos de surpresa com uma notícia que vai mudar suas vidas para sempre e eles tem que decidir como lidar com isso.

Diferente dos livros anteriores, eu senti que nesse volume, talvez pela vida difícil que já viviam, ambos os personagens já eram mais amadurecidos. Sabrina já sabia o que queria e corria atrás pra conquistar seus sonhos. Tucker também já tinha algo traçado para sua vida e, dentre os amigos, era o mais responsável, o que cuidava e aconselhava a todos. Quando conhece Sabrina ele já fica louco por ela, e por mais hesitante que ela esteja, ele sabe como lidar com ela, sem pressionar, sempre com muita paciência e sabendo respeitar os limites dela.

Esse ponto é uma das coisas que mais amei no personagem: ele representa como um homem deveria ser. Um homem que não foge de suas responsabilidades, que sabe entender e respeitar a decisão alheia e que não pressiona. Amei o carinho, o cuidado e o respeito que mostrou em relação à nossa protagonista.

Outro ponto que amei é o desenvolvimento das coisas: do romance em si e da evolução dos personagens ao longo do livro. A autora soube ter um timing perfeito para a construção do relacionamento entre eles. Tudo acontece naturalmente, um passo após o outro e lentamente vemos tudo acontecer. O modo como ambos lidam com o “problema” que surge também foi bem estruturado e a única coisa de que senti falta foi de um acompanhamento mais profundo do lado da Sabrina enquanto passava por esse conflito interno de uma decisão que mudaria sua vida.

Ao longo das páginas, até mesmo por esse conflito que os personagens passam, podemos sentir um amadurecimento imenso neles, o crescimento que eles têm é algo incrível e facilmente notado.

De um modo geral, A conquista segue o mesmo estilo dos livros anteriores com relação aos personagens e a estrutura do romance, e até da narrativa. O diferencial está na história em si – e essa foi a minha favorita das quatro. Elle Kennedy, mais uma vez, nos brinda com uma trama gostosa de acompanhar, que mescla o drama com o bom humor em um equilíbrio perfeito e personagens que são extremamente cativantes e alcançam o leitor com suas histórias e personalidade. O livro é rápido de ler, com uma narrativa que é muito envolvente e dinâmica e, pra quem gosta do gênero, torna-se um livro daqueles que temos que ler.


Conheça os outros títulos da série Amores Improváveis:

1. O acordo (2016)

2. O erro (2016)

3. O jogo (2017)

4. A conquista (2017)

Sobre o autor
Larissa Gaigher Larissa Gaigher, 19 anos (12/06) – Rio de Janeiro Estudante de administração e química, leitora ávida e blogueira por paixão. Embarcou no mundo da literatura quando tinha 10 anos e nunca mais saiu de lá. Apaixonada também por música, séries e filmes. É uma geminiana típica, sempre faz muitas coisas ao mesmo tempo e muda de ideia várias vezes, tanto que não consegue definir um gênero favorito. Carioca da gema, tem 19 anos, adora uma boa praia, muita comida e diversão.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: