quarta-feira, 24 de maio de 2017

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: INTRÍNSECA, CORTESIA ISBN: 9788551001288 GÊNERO: CONTOS, FANTASIA PUBLICAÇÃO: 2017 PÁGINAS: 288 SKOOB

Desde criança, sempre fui fascinada com mitologia, seja a grega ou a romana. Amava (e amo até hoje) ler sobre os deuses e deusas daquela época, mas nunca conheci muito bem a “mitologia nórdica”, até porque ela não é tão explorada como as outras duas. Mesmo assim, agora, depois de grande, comecei a nutrir curiosidade sobre essa parte da mitologia, e ao ter a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre ela, pelas palavras de mestre Gaiman, não pude perder a chance.

Mitologia nórdica nos traz algumas histórias sobre os grandes e poderosos deuses nórdicos (aposto que já ouviram falar em Thor ou Loki!), e nos mostra um ponto de vista sobre eles que não conhecemos por meio dos filmes de super heróis de hoje em dia. Os 15 contos narrados nos contam a trajetória do mundo desde seu surgimento até o Ragnarok – conhecido como o fim de tudo.

Não vou me aprofundar muito nas histórias dos contos, pois não teria como, em poucas palavras, descrever 15 histórias em uma resenha. Mas já adianto que, pra quem curte o tema, ou tem um interesse em saber mais sobre Thor, seus feitos, como ganhou seu martelo, dentre outros, esse é um livro e tanto.

Pra mim, que sempre nutri um interesse em mitologia, esse foi um livro sensacional. É uma pena apenas que seja mais focado nos três grandes (e mais famosos): Odin, conhecido como pai de todos, Thor e Loki, o deus da trapaça. Isso, como o autor nos conta no começo do livro, se deve ao fato de que ao longo dos anos muita história se perdeu sobre esse tema, e o que restam desses mitos são poucas lendas, mais centradas nesses deuses mais famosos. É uma pena mesmo, pois ao terminar de ler fiquei com uma curiosidade imensa em outros personagens como os irmãos Freya e Frey, e Beldor, o belo, filho preferido de Odin. 

O mais interessante do livro é que Neil Gaiman procurou pelas histórias originais e tentou nos passar o mais fielmente possível. Ou seja, o que conhecemos ali é o mais próximo da verdade das histórias contadas à beira de fogueiras nas terras nórdicas. E, surpreendentemente, é notoriamente diferente do que a “mídia” nos mostra da “mitologia nórdica”. Há sim uma semelhança, mas Thor e Loki, por exemplo, são muito mais do que eu conhecia pelos filmes que já assisti. Loki, apesar de mesquinho, invejoso e trapaceiro, é extremamente inteligente. Já Thor se destaca pela sua força, e não seu cérebro. Foi extremamente prazeroso desvendar esses famosos personagens através das palavras de Gaiman.

Aliás, a narrativa de Gaiman é algo extraordinário, capaz de nos transportar a outros mundos – no caso ao mundo onde existem gigantes, deuses, anões, etc. O autor tem a habilidade de nos fazer sentir imersos na história, como se a estivéssemos vivenciando com os personagens.

Mitologia nórdica, para mim, foi muito mais do que apenas uma boa história (o que de fato é), foi um grande aprendizado. Amei poder conhecer essa parte da mitologia, desvendar mais profundamente personagens que já conhecia e gostava, ler histórias sobre eles que eu desconhecia e jamais poderia imaginar – nunca tinha parado pra pensar em como Thor ganhou seu martelo, por exemplo.

De um modo geral, esse é um livro bem fluido, que mesmo quem não é tão fã de mitologia como eu, pode encarar sem medo simplesmente pelo fato de conter boas histórias de fantasia. Mas pra quem é fã e tem esse desejo em saber mais sobre o tema, esse livro é um prato cheio, rico em conhecimento, aprendizado e tudo isso de uma forma lúdica, envolvente e até divertida.

Sobre o autor
Larissa Gaigher Larissa Gaigher, 19 anos (12/06) – Rio de Janeiro Estudante de administração e química, leitora ávida e blogueira por paixão. Embarcou no mundo da literatura quando tinha 10 anos e nunca mais saiu de lá. Apaixonada também por música, séries e filmes. É uma geminiana típica, sempre faz muitas coisas ao mesmo tempo e muda de ideia várias vezes, tanto que não consegue definir um gênero favorito. Carioca da gema, tem 19 anos, adora uma boa praia, muita comida e diversão.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: