AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: ARQUEIRO, CORTESIA ISBN: 9788580413120 GÊNERO: NEW ADULT, ROMANCE PUBLICAÇÃO: 2014 PÁGINAS: 192 SKOOB

Na empolgação com o término do segundo livro e tendo o terceiro na minha estante, decidi emendar a leitura de  “Tentação sem limites” com Amor sem Limites. Por mais que o segundo livro tenha tirado um pouco do encanto que criei pela atmosfera apresentada por Abbi Glines, ainda assim pensei que possivelmente o terceiro livro salvaria um pouco isso. Havia uma tensão e uma certa expectativa pelo que viria.

Depois de tanto sofrerem para ficarem ao lado um do outro, Blaire e Rush podem, enfim, desfrutar da vida que tanto sonhavam. Prestes a ser casarem e terem o primeiro filho, Blaire e Rush querem a felicidade plena mais do que tudo. No entanto, não é o que a vida quer para ambos e os dois terão que enfrentar mais alguns obstáculos se querem realmente ficar juntos.

Da mesma maneira que os outros volumes, Amor sem limites possui uma leitura rápida, fluida e que envolve o leitor. Abbi traz uma linguagem tranquila e que cria uma certa tensão. No entanto, são os personagens e suas atitudes que me fizeram torcer o nariz algumas vezes. Conforme já havia mencionado na resenha do segundo livro, quando se lê uma trilogia você espera que os personagens amadureçam com o tempo. No entanto, não é o que acontece aqui. Algumas atitudes dos protagonistas já haviam me decepcionado um pouco no segundo livro e com esse só vieram a confirmar. É como se eles não conseguissem tirar aprendizado dos seus erros e fossem lá e fizessem tudo igual novamente. Além disso, a sensação que tive foi a de que sempre retornávamos para o mesmo ponto, como se a história não desenvolvesse da maneira que deveria.

Apesar disso, senti uma retomada do romantismo que me chamara a atenção no início da história. O relacionamento de Blaire e Rush é de causar suspiros em qualquer leitor e Abbi sabe muito bem como aproveitar isso. As cenas entre o casal são de deixar sem fôlego, além de causar uma sensação boa quando a lemos. Todavia, o excesso delas e a repetição dos atos sexuais, por exemplo, acabam desagradando quem está lendo. Acabava que sempre era a mesma coisa e isso acontecia num intervalo de poucas páginas. Não obstante, as surpresas e os obstáculos que a vida lhes colocara parecia algo tirado de novela mexicana, como se a autora só colocasse ali para preencher um número determinado de páginas.

Sem limites é uma trilogia que poderia ser condensada em menos volumes, penso que talvez dois bem mais desenvolvidos. Acredito que tornaria para o leitor algo mais intenso e proveitoso. Além disso, daria à autora a oportunidade de desenvolver melhor personagens secundários que mereciam maior destaque. Nesse sentido, um diferencial nesse livro, mas desnecessário e talvez mal trabalhado, foi ter anexado, mais para o final, o ponto de vista de outros dois personagens. Tudo isso para criar uma deixa para o restante da série, onde outro casal ganha foco. Logo, tive a impressão que quebrou um pouco o clima criado entre Blaire e Rush. Mas apesar de tudo, a série tem seus pontos positivos e que acredito que valem a pena serem conhecidos. Não me agradou como um todo, mas mesmo assim espero continuá-la o quanto antes.


Conheça os outros títulos da série Sem limites:

1. Paixão sem limites (2013)

2. Tentação sem limites (2014)

3. Amor sem limites (2014)

Sobre o autor
Lucas Kammer Orsi
Lucas Kammer Orsi Estudante de História. Vê nos livros uma maneira de fugir da realidade e encontrar um pouco de aconchego do cotidiano tão corrido. Potterhead, se emociona fácil com romances, mas não deixa de lado um bom suspense, de viver uma aventura e dá gargalhadas com um chick-lit. Está sempre com suas séries atrasadas, mas isso não o impede de sempre começar mais uma. Amante da música pop, é grande fã de Taylor Swift.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: