AVALIAÇÃO: 4,5/5 EDITORA: COMPANHIA DAS LETRAS, CORTESIA ISBN: 9788535921878 GÊNERO: SUSPENSE PUBLICAÇÃO: 2012 PÁGINAS: 424 SKOOB

Após a morte do pai, um professor de educação física se muda para Garopaba, uma cidade litorânea de Santa Catarina, para saber mais sobre o avô, que se mudou para o local há bastante tempo e morreu sob circunstâncias estranhas. Ninguém sabe o que aconteceu direito, mas o protagonista decide ir até lá em busca de respostas.

Muitas pessoas falam que as obras de Daniel Galera não têm história. Sabe aquela leitura que você não sabe aonde vai dar ou como irá terminar? Então, “Meia-noite e vinte“, seu título mais recente, foi mais ou menos assim para mim – apesar de ter gostado muito. Porém, em Barba ensopada de sangue isso não ocorre. A trama envolve o mistério da morte de Gaudério, avó do protagonista, que permeia todo o desenvolver da história e prende o leitor.

A escrita de Daniel Galera é extremamente envolvente. Muitos podem achar o livro parado, daqueles em que as coisas parecem não acontecer por ele possuir um ritmo mais lento. Mas isso não é um defeito da obra. Principalmente pelo fato de que a escrita do autor é gostosa. Mesmo que ele esteja somente narrando o dia a dia do personagem, sem chegar a desenvolver o mistério ou apresentar alguma cena mais agitada, ele consegue não te deixar entediado. Os diálogos e a forma como ele discorre sobre a vida e as situações do protagonista são incríveis.

O autor também dá um show na ambientação do livro. Ele me deixou morrendo de vontade de visitar Garopaba, de entrar no mar e de sentir a areia da praia nos pés em um dia de inverno.

O desfecho da obra é satisfatório e responde os questionamentos do leitor. Mas o livro é tão bem escrito e desenvolvido, que o mistério acabou ficando em segundo plano. Ainda assim, a leitura já foi prazerosa o suficiente só pelo seu desenrolar com a história do protagonista. Barba ensopada de sangue é uma leitura mais que recomendada, com um plus de ser de um autor nacional!

Sobre o autor
Lucas Zeferino


Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

Comentários no Facebook