AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: Arqueiro, Cortesia ISBN: 9788580412208 GÊNERO: New Adult, Romance PUBLICAÇÃO: 2013 PÁGINAS: 192 SKOOB

Quando lançada no Brasil, pela Editora Arqueiro, a série “Rosemary Beach” causou um alvoroço no mundo da blogosfera, em meio a resenhas e comentários positivos acerca. A saga, que tem mais ou menos 20 livros, é dividida em trilogias e quadrilogias, dependendo dos núcleos de personagens. Paixão sem limites é o primeiro de uma trilogia ao qual não estava nos meus planos realizar a leitura, apesar de que, quando surgiu a oportunidade, dei a chance de conhecer. Em poucas horas, estava completamente apaixonado.

Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após sua morte, a garota é obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar em Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu.

Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho da madrasta, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madastra de Blaire com um famoso astro de rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa.

Um fator positivo que facilitou a leitura e chamou a atenção de primeira é que os livros são finos, com menos de 200 páginas cada um. A narrativa de Abbi é direta e fluida, em alguns momentos lembra livros como os da Sarah Dessen e do Nicholas Sparks, principalmente por se passar no litoral e ter personagens jovens. Não menos importante, o que diferencia Abbi é a sensualidade que ela coloca nas palavras, como também nas situações em que os personagens se encontram.

Apesar da pouca idade, Blaire se mostra desde o início uma garota madura, o que me agradou de sobremaneira. Batalhadora e correndo atrás do que quer, Blaire cativa os leitores, que querem saber o que irá acontecer com a garota. Até que surge Rush em sua vida e ela vê seu mundo cair de cabeça para baixo. Como todo romance desse tipo temos o mocinho, aqui ele não foge à regra e é extremamente bad boy e charmoso.

Eu tinha tudo para detestá-lo, mas Abbi o construiu de tal maneira que é impossível não se apegar a ele. Tem pontos negativos? Tem! Mas os positivos acabam ficando em primeiro plano. Além disso, o próprio relacionamento entre os dois personagens se mostra repleto de tensão, de alfinetadas e redenção. A narrativa flui, as cenas são extremamente sensuais, o que torna tudo mais fácil e prazeroso de ser lido.

Terminei Paixão sem limites em poucas horas e empolgado para saber o que irá acontecer nos próximos livros. O desfecho é típico de qualquer outro romance, mas não deixa por menos. Há um certo ápice, mas que não se torna o foco do livro. Acredito que o sentimento que une Blaire e Rush é maior que qualquer coisa e é por causa dele que vale a pena conhecer a história. Para quem gosta desse gênero, Paixão sem limites é mais do que recomendado!

Sobre o autor
Lucas Kammer Orsi
Lucas Kammer Orsi Estudante de História. Vê nos livros uma maneira de fugir da realidade e encontrar um pouco de aconchego do cotidiano tão corrido. Potterhead, se emociona fácil com romances, mas não deixa de lado um bom suspense, de viver uma aventura e dá gargalhadas com um chick-lit. Está sempre com suas séries atrasadas, mas isso não o impede de sempre começar mais uma. Amante da música pop, é grande fã de Taylor Swift.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: