Avaliação: 4/5 Editora: Arqueiro, Cortesia ISBN: 9788580413977 Gênero: Fantasia, Jovem Adulto Publicação: 2015 Páginas: 288 Skoob

Atenção: essa resenha pode conter spoilers do volume anterior!

Após todos os acontecimentos dos volumes anteriores (Amaldiçoadas e Enfeitiçadas), finalmente pude concluir a leitura da trilogia “As crônicas das irmãs bruxas”. Em Predestinadas a magia e aventura tomam forma e conquistam o leitor. Neste volume, temos muito mais ação e emoções. Posso dizer com convicção que Jessica Spotswood finalizou a trilogia satisfatoriamente.

A batalha decisiva entre a Irmandade e a Fraternidade está próxima, Cate precisa juntar forças e tomar importantes decisões, pois dela depende o futuro de muitos. Mara agora é a inimiga e também a responsável pela mudança de ânimos de Cate. Logo que apagou a memória de Finn, ela também deu fim à dócil e amável personalidade da irmã.

Nesta sequência, Cate está mais séria e fria do que nunca. Durante a leitura notamos que a autora introduziu pequenos acontecimentos que nos preparam para o grande final. Junto das outras bruxas (e não bruxas), Cate se prepara para dar um fim definitivo às manipulações e ao controle da Fraternidade sobre seus destinos. Ela se sente responsável e preocupada com o rumo da guerra, e sem mencionar as traições e as baixas que a Irmandade sofreu. Apesar de tudo ela segue adiante e determinada a vencer. Enquanto isso, a Fraternidade está enraivecida depois dos ataques que frustraram todos os seus esforços por manterem a Irmandade sobre seu domínio, tudo o que os Irmãos querem é vingança e a extinção de todas as bruxas.

Predestinadas fechou com chave de ouro e o desfecho da trilogia foi totalmente inesperado. Algo que considero muito positivo é que Jessica Spotswood manteve o ritmo e o padrão da narrativa nos três volumes sem decair a qualidade da escrita e da história. Eu não consigo definir quais dos títulos é meu preferido e qual o melhor, todos se mantiveram no mesmo nível.

Enfim, houveram muitas perdas, mas também a perspectiva de novos começos. Predestinadas se encerra, mas não decepcionou. Ao contrário, correspondeu com minhas expectativas. De modo geral, todos os três volumes são excelentes.  A história é bem desenvolvida e estruturada, já as irmãs Cahill são o centro de todo o enredo, as personagens foram bem construídas e neste volume vemos o quanto elas cresceram e amadureceram. A trilogia “As crônicas das irmãs bruxas” é uma excelente fantasia e merece ser apreciada desde o primeiro volume até a sua conclusão.


Conheça os outros títulos da trilogia As crônicas das irmãs bruxas:

1. Enfeitiçadas (2014)

2. Amaldiçoadas (2014)

3. Predestinadas (2015)

Sobre o autor
Patrícia Oliveira Patrícia Oliveira, 25 anos (07/01) – São José/SC. Acadêmica de Direito, leitora assídua e blogueira. Lê de tudo um pouco, seus gêneros literários favoritos são romance histórico, época e contemporâneo, thriller psicológico, fantasia épica e clássicos. Sempre cultivou a ideia de criar um blog, onde pudesse compartilhar sua opinião. Quando não está fazendo tarefas cotidianas, geralmente está divertindo-se na companhia de seus bichos de estimação. Curte séries, filmes de comédia romântica e animes, mas sua grande paixão é a literatura.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: