Avaliação: 3/5 Editora: Intrínseca, Cortesia ISBN: 9788551001158 Gênero: Contos, Romance Publicação: 2017 Páginas: 384 Skoob

Doze histórias de amor

Quando li “O presente do meu grande amor“, seleção de doze contos que se passam na época do Natal, organizados por Stephanie Perkins, fiquei apaixonada. A ideia foi muito legal e o livro é daqueles que aquece o coração. Por isso, quando a Editora Intrínseca lançou Aconteceu naquele verão, uma seleção de doze histórias de amor que se passam nessa época, eu não podia deixar de ler. Os contos também são organizados por Stephanie Perkins e, além de um conto escrito por ela, os outros autores são Leigh Bardugo, Francesca Lia Block, Libba Bray, Cassandra Clare, Brandy Colbert, Tim Federle, Lev Grossman, Nina Lacour, Veronica Roth, Jon Skovron e Jennifer E. Smith.

Eu não conhecia todos os autores da lista e por isso fiquei ainda mais curiosa para realizar a leitura. Por esse lado, foi muito legal e proveitoso. Conhecer novos estilos de escrita e autores que me identifiquei bastante e quero ler outras obras. Mas, infelizmente, não achei o livro tão legal quanto o primeiro que foi lançado. Geralmente, contos de amor que se passam no verão são uma delícia de ler e arrancam diversos suspiros. Aqui, os contos realmente são fofos, mas alguns também trazem altas doses de realidade haha Por isso, nem todos são do jeito que a gente imagina e isso acaba sendo bem surpreendente.

De modo geral, gostei das histórias, mas achei a seleção mais fraca do que em O presente do meu grande amor. Ainda assim, o livro traz alguns destaques e todos os contos são bem rápidos de ler. É uma leitura bem dinâmica. Entre os contos que mais gostei, estão “Cabeças, escamas, língua, cauda”,  de Leigh Bardugo, “Boa sorte e adeus”, de Brandy Colbert e “Mil maneiras de tudo isso dar errado”, de Jennifer E. Smith.

O primeiro traz altas doses de fantasia e conta a história de Gracie, que cresceu ouvindo muitas histórias sobre monstros marinhos e um dia pensou ter visto algo bem semelhante na lagoa de Little Spindle, onde morava. Sem parar de pensar nisso, ela procura ajuda e conhece o garoto Eli, que fica responsável por ajudá-la a desvendar esse mistério. Juntos, eles construirão uma relação de muita cumplicidade e amizade, por anos a fio, até que algo muda o rumo dessa história, dando a ela um desfecho surpreendente.

Em “Boa sorte e adeus”, conhecemos a garota Rashida, que ainda não acredita na notícia que a prima e inseparável amiga Audrey irá se mudar de cidade para viver com a namorada Gillian. Como acha que Gillian está roubando sua amiga, ela não consegue gostar dela e aceitar essa mudança. Até que ela conhece Pierre, irmão de Gillian, e percebe que as coisas não são como parece, além de descobrir que às vezes é preciso deixar algumas coisas irem embora para então dar lugar à outras ainda mais maravilhosas.

Por fim, em “Mil maneiras de tudo isso dar errado”, Jennifer E. Smith conta a história de Annie e Griffin, que estão se conhecendo e percebem que podem aprender muitas coisas um com o outro.

Como diz a contracapa do livro, “todo verão tem sua própria história” e aqui há doze contos de amor que resumem bem a época. O livro traz diversos elementos, como parques de diversão, montanhas, lagos, shows de rock, colônias de férias, outras dimensões e com certeza é uma ótima opção para ler nessa época. Apesar de eu não ter gostado tanto de alguns contos, todos prenderam minha atenção e me deixaram morrendo de vontade para saber o final. Se você gosta de histórias de amor entre adolescentes, não pode deixar de dar uma chance.

FOTO: CAMILA TEBET / VIAGENS DE PAPEL

Sobre o autor
Camila Tebet Camila Tebet, 22 anos (05/06) – Paraná Jornalista, tem a literatura como uma de suas paixões. Acredita que os livros têm o poder de transformar e falar sobre essa arte é um de seus passatempos favoritos. Lê de tudo um pouco, mas os gêneros de que mais gosta são os romances românticos e chick-lit. Entre os seus livros favoritos estão "Harry Potter" (é claro), "Na Natureza Selvagem", "Orgulho e Preconceito" e "A Menina Que Roubava Livros". Também é apaixonada por séries, cinema e fotografia. Escreve também para o site www.expressocultural.com.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: