AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: SCHOBA,CORTESIA ISBN: 9788580134629 GÊNERO: NÃO-FICÇÃO. LITERATURA BRASILEIRA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 124 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: SCHOBA,CORTESIA
ISBN: 9788580134629
GÊNERO: NÃO-FICÇÃO. LITERATURA BRASILEIRA
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 124
SKOOB

Quando estava grávida da minha filha Ivy, hoje com quase 10 anos de idade, transferi meu amor pela leitura, aos livros, nesse caso, livros sobre maternidade. E assim, pude desfrutar de uma gestação tranquila e muito mais segura.

Ter em mãos esse título Descomplicando a maternidade para avaliação, me fez relembrar bons momentos após o nascimento da minha filhota e questionamentos muito naturais que afligem um pouco ou muito, todas as mulheres nesse período.

O título é perfeito para o assunto principal do livro, pois de forma simples e direta revela verdades primordiais, se você já é uma mãe experiente, vai concordar com tudo… Se começou agora a jornada, suas experiências mostrarão que as mães Ariane Oliveira e Andrea Charan conseguiram apresentar pontos bastante sinceros, que ajudarão e muito.

A leitura passa voando, tamanho de fonte super agradável, bem diagramado, a equipe editorial fez um excelente trabalho e recebe os meus parabéns.

São apenas quatro capítulos distribuídos em 124 páginas, uma delícia.

No primeiro capítulo, Ariane, através de suas experiências com seu filho Gabriel, aborda nossa imperfeição materna, paranoia e, apesar disso, a busca por perfeição constante, que consequentemente gera sentimento de culpa e até mesmo depressão. Apesar da seriedade e simplicidade com que esboça o momento do pós parto, também nos faz rir, mostrando o lado B da maternidade e as 15 fases que uma mãe poderá a sofrer.

“De onde vem mais crítica: dos outros ou de você? Depois fui refletir por que me sentia tão mal e percebi que aquilo me afetou porque eu estava me sentindo mal como mãe antes. Sentia que fazia algo errado.”

“Você vai errar e acertar e, no final, seu filho vai achá-la a melhor mãe do mundo”

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Existe uma série de dicas que ajudam a descomplicar a alimentação, incentivando não só a família a aprender a lidar com o bebê, mas a mudar seus hábitos nutritivos, em benefício próprio. Tudo de fácil aplicabilidade.

As comidas descomplicadas que a Andrea ensina, do blog que mantém “Coisas de Lara” são extremamente lindinhas, morrendo de vontade de fazer, haja criatividade… Apesar de minha filha não ter tido nenhuma dificuldade em aceitar novos alimentos, exatamente porque evitei ao máximo açúcar, gordura e alimentos industrializados, fiz  justamente o que foi ensinado aqui no livro, eu, esposo e avós sempre saudáveis no cardápio diário.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

O último capítulo volta atenção para as brincadeiras, bacana ver a listinha do que o bebê geralmente desenvolve em cada idade. Ao fim, relaciona algumas brincadeiras antigas mas que todas as crianças no mundo adoram, além de ensinar a criar brinquedos que auxiliam no desenvolvimento cognitivo e motor de seu filho.

Para quem está a fim de embarcar nesse inesquecível e marcante momento materno, recomendo não só a leitura desse livro, mas de outros que contribuam para o desenvolvimento de uma mãe amorosa, criativa e principalmente: humana.

Sobre o autor
Nara Dias 31 anos (22/12) – São Paulo Pós graduada na USP em Ética, valores e cidadania na escola, atua como professora de informática e robótica para crianças de 4 a 11 anos. Também com especialização em Libras - Língua Brasileira de Sinais, participa da comunidade surda da região onde mora, na Baixada Santista. Seu perfil no Skoob com mais de mil livros lidos, mostra sua paixão pelo gênero infanto-juvenil, onde capa, ilustração e tipo de impressão interferem muito em suas escolhas.


Deixe uma resposta

  1. terça-feira, 7 de fevereiro de 2017.

    Bem legal essa obra, eu não tenho curiosidade, não sou publico mais alvo do tema, porém achei bem bacana. Quem é mamãe já é uma ótima dica.

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: