sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017

AVALIAÇÃO: 3/5 EDITORA: GIOSTRI, CORTESIA ISBN: 9788581089485 GÊNERO: ROMANCE, LITERATURA BRASILEIRA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 80 SKOOB

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: GIOSTRI, CORTESIA
ISBN: 9788581089485
GÊNERO: ROMANCE, LITERATURA BRASILEIRA
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 80
SKOOB

Um namoro que começou na escola

Yara e Dimitri é o primeiro livro do catarinense Flávio Junkes, publicado pela Editora Giostri. O autor é um conhecido meu e gentilmente disponibilizou uma cópia para leitura e resenha. O livro tem menos de 100 páginas, o que torna possível a leitura em poucas horas. Nele, Flávio nos apresenta a história de Yara e Dimitri, dois jovens que se conhecem no Ensino Médio e acabam se apaixonando. Porém o romance deles irá sofrer alguns obstáculos pela vida afora, dentre eles até traição. Será que eles terão o tão sonhado felizes para sempre?

Como já  afirmei anteriormente, o livro é possível de se ler em poucas horas, logo não muitos comentários a serem feitos.  O ponto de partida da história de Flávio é bacana, apresentando os personagens e dedicando a eles uma espécie de ficha com suas características, além de deixar claro o propósito do livro.  Por se tratar de pessoas comuns, tanto Yara e Dimitri poderiam ser qualquer um de nós, que passam pelas situações cotidianas que são postos. Isso acaba gerando um reconhecimento no leitor, consequentemente podendo se envolver melhor. Apesar disso, o que poderia ser um trunfo acabou se tornando o contrário.

O que mais me desagradou no desenrolar da história foi justamente seu desenvolvimento. O recorte temporal que o autor se propõe a contar sua história é muito grande para poucas páginas. Logo, a narrativa se mostra extremamente rasa, carente de um aprofundamento maior. Acredito que se ocorresse o contrário, a história poderia ser bem mais envolvente. Como por exemplo, quando ocorre a tentação da traição, é algo passageiro. Não é algo que o autor se detenha. Ao mesmo tempo, em um parágrafo, os protagonistas se conhecem, começam a namorar e terminam o ensino médio. Não dá tempo para o leitor se situar ou se acostumar com aquilo.

Para quem quiser conhecer o trabalho do autor, é uma pedida. O objetivo e a mensagem que ele quer passar valem mais do que qualquer coisa. Pelo que fiquei sabendo, duas sequências estão planejadas. Fica a dica!

Sobre o autor
Lucas Kammer Orsi
Lucas Kammer Orsi

Estudante de História. Vê nos livros uma maneira de fugir da realidade e encontrar um pouco de aconchego do cotidiano tão corrido. Potterhead, se emociona fácil com romances, mas não deixa de lado um bom suspense, de viver uma aventura e dá gargalhadas com um chick-lit. Está sempre com suas séries atrasadas, mas isso não o impede de sempre começar mais uma. Amante da música pop, é grande fã de Taylor Swift.



Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: