AVALIAÇÃO: 3/5 EDITORA: EDITORA SEGUINTE, CORTESIA ISBN: 9788535903706 GÊNERO: LITERATURA INFANTOJUVENIL PUBLICAÇÃO: 2003 PÁGINAS: 180 SKOOB

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA
ISBN: 9788535903706
GÊNERO: FANTASIA, INFANTOJUVENIL
PUBLICAÇÃO: 2003
PÁGINAS: 180
SKOOB

A biblioteca mágica de Bibbi Bokken conta a história de Nils e Berit, que depois do período de férias que passaram juntos na cidade de Fjaerland, na Noruega, continuam a se falar por meio de cartas. Como Nils estava empolgado com a  ideia de um livro de cartas, resolve comprar um caderno com cadeado, porém ele nota algo muito estranho, uma mulher que ele e Berit haviam visto rapidamente nas férias.

Quando Nils encontra a mesma mulher pela segunda vez em uma livraria, um grande mistério começa para ele. Como eles não se conheciam, é realmente algo bem estranho ela pagar um diário que ele estava comprando, e como ele e sua prima, Berit, estavam se falando, ele contou o episódio para ela, que acaba entrando na investigação junto.

Berit descobre que ela mora em Fjaerland e segue a mulher até em casa. No local, ela acaba encontrando uma carta para um pessoa com o nome de Bibbi Bokken, que fala sobre um sebo em Roma (Itália), diferente de todos que ela já tinha conhecido, e um dos livros fala sobre uma biblioteca mágica. Os primos, então, começam uma investigação  por conta própria e cada um em sua cidade, sempre relatando ao outro o que está acontecendo.

O autor da história é  Jostein Gaarder, que escreveu o famoso O mundo de Sofia, com a co-autoria de Klaus Hagerup. Adoro os livros de Gaarder, eles possuem uma leveza e assuntos filosóficos e enigmáticos em que a leitura se torna algo muito agradável. Além disso, nesse livro aprendemos um pouco mais sobre algo chamado biblioteconomia, e isso traz uma grande descoberta para quem está lendo e até ensinamentos.

Falando um pouco do livro em si, ele é dividido em duas partes. A primeira traz cartas que os primos trocam, ou seja, o enredo é construído através do olhar das crianças – as histórias de Gaarder sempre traz crianças espertas –. Já a segunda parte não deixou o livro tão agradável, já que a narração é intercalada pelo ponto de vista de Nils e Berit, o que às vezes pode causar uma confusão para quem lê, e a solução é explicada rapidamente, além de aparecer outros elementos aleatórios e o livro acabar repentinamente.

A biblioteca mágica de Bibbi Bokken é um livro pequeno e rápido de ser lido. É divertido e misterioso, além de promover o amor à leitura. Tenho certeza que você irá se apaixonar pelo mundo dos livros, além de descobrir coisas novas sobre eles.

“Aqui em cima nada nos amola,

Juntos tomamos uma Coca-Cola,

Nils e Berit, assim nos chamamos,

Férias fantásticas aqui passamos.

Nos divertimos muito no verão

E não queremos ir embora não!”

Foto: Stephany Guebur / Viagens de Papel

Sobre o autor
Stephany Guebur Stephany Guebur, 21 anos (05/01) – Paraná Jornalista. Começou a ler no ensino fundamental, porque quanto mais livros apresentava, mais ganhava pontos na média. A partir daí, descobriu que ler é maravilhoso e que podemos viajar sem sair do lugar. Apesar de ter dado uma parada entre o ensino médio e a faculdade, sempre lia um livro aqui, outro ali. Entre seus livros favoritos estão a série "O Diário da Princesa", "Na Natureza Selvagem", e os de Monteiro Lobato, com os quais entrou no mundo da literatura, como muitas outras crianças. Além disso, é apaixonada por séries e viagens.


Deixe uma resposta

  1. terça-feira, 20 de dezembro de 2016.

    Ai, ai, gostei de sua resenha, mas tenho um pouco de medo desse autor, li recentemente “Um mistério de natal” e não gostei do jeito que ele contou a história, esperava muito mais desse famoso autor mundial. Conversando sobre isso com minha irmã também devoradora de livros, fiquei ainda mais chocada, ela abandonou O MUNDO DE SOFIA. Medo de ler esse!

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: