AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: Seguinte, Cortesia
ISBN: 9788565765497
GÊNERO: Fantasia, Infantojuvenil
PUBLICAÇÃO: 2014
PÁGINAS: 368
Skoob

Depois de ler “O tesouro da Encantadora“, estava louca para continuar acompanhando as aventuras da Srta. Westfield (aliás, perdão, pirata Westfield), e ver o quanto mais Caroline Carlson poderia me surpreender com sua história. E, depois de ler O terror das terras do sul, posso dizer que este volume é ainda melhor que a obra anterior! O ritmo da trama continua super vibrante, a história ganhou ainda mais aventuras, e os personagens estão crescendo cada vez mais… uma continuação adorável, para uma série maravilhosa!

Depois de descobrir o paradeiro da Encantadora, reaver o seu tesouro e ser nomeada o terror das terras do sul, Hilary finalmente conseguiu realizar seu sonho de entrar para a QHLP (Quase Honrosa Liga de Piratas). Porém, a sua alegria dura pouco… depois de um período de calmaria, enquanto a garota e seus amigos distribuem o restante do tesouro pelo reino, o presidente da Liga começa a pensar que seu comportamento não está sendo pirático o suficiente!

Hilary deve se envolver o quanto antes em uma missão realmente importante, como duelar com um líder pirata ou matar um monstro marinho, ou pode perder seu título e filiação à QHLP… mas, antes que a garota possa começar sua jornada, a Encantadora desaparece misteriosamente, e tudo indica que foi sequestrada. Contrariando as ordens do Capitão Dentenegro, Hilary, a Gárgula e seus amigos começam a investigar o mistério, ainda que isto possa causar a sua expulsão da Liga. Será que a pirata Westfield vai conseguir encontrar novamente a Encantadora? E o que acontecerá com sua filiação à QHLP, caso não consiga realizar um feito pirático à altura?

Caroline Carlson conseguiu se superar ainda mais neste livro, com uma trama interessante, cheia de reviravoltas, e com muita aventura; adorei cada página desta nova história. Além de prender a atenção do leitor, a autora também consegue incluir na trama alguns assuntos bem pertinentes e atuais, incluindo o preconceito de classe e gênero (muito bem exemplificados com a questão de Hilary e a pirataria, e Claire e sua tentativa de entrar na Alta Sociedade), noções de amizade, comprometimento e escolhas difíceis. Tudo isto é colocado de forma sutil e bem natural na história, garantindo muitas lições importantes para nossos leitores mirins, sem parecer maçante… e para quem não é tão pequeno assim, mas adora um bom livro juvenil, pode ter certeza que esta é uma leitura bem agradável.

Gostei muito do desenvolvimento dos personagens neste livro, que conseguiram se destacar ainda mais que no volume anterior; a Gárgula continua uma gracinha, a personagem mais divertida e sem noção da obra; Hilary cresceu muito desde sua filiação à QHLP, e se tornou uma grande pirata, que realmente sabe o que quer. Sua relação com o pai é um outro ponto que gostei muito; a autora soube mostrar muito bem o quão turbulenta pode ser uma relação como a deles, e os sentimentos desencadeados em Hilary, dado tudo o que aconteceu anteriormente. Mas, para mim, quem se desenvolveu ainda mais e quase roubou a cena foi Claire: como adoro esta menina! Claire é um exemplo de amizade, coragem e virtudes… espero que venham boas coisas para ela no próximo volume (o que é bem possível, dado o desfecho que tivemos neste), a grande amiga da Pirata Westield realmente merece.

A exemplo do volume anterior, O terror das terras do sul é um livro muito bem feito, e que fica absolutamente lindo na estante: tem uma capa linda, ilustrações caprichadas, uma fonte ótima para a leitura, folhas amareladas e de boa gramatura… enfim, a editora Seguinte fez um trabalho maravilhoso nesta série! As cartas, publicações em jornais e trechos do diário da Gárgula dão um toque ainda mais especial e divertido à obra, fazendo com que a leitura seja ainda mais prazerosa… enfim, termino esta resenha dizendo que o segundo volume d’A quase honrosa Liga de Piratas (assim como o primeiro) é um livro esplêndido, que com certeza vale a pena ser lido. Quanto a mim, já vou mergulhar de cabeça n’O Código dos Bucaneiros, pois estou louca para saber como acaba esta história maravilhosa.


Conheça os outros títulos da série A quase honrosa Liga de Piratas:

1. O segredo da Encantadora (2014)

2. O terror das terras do sul (2014)


 

Sobre o autor
Patrícia Algayer Paty Algayer, 26 anos (10/11) – Florianópolis - SC; Apaixonada por livros, principalmente pelos infanto-juvenis e de fantasia, não resiste a uma série com muitos livros e muitas páginas de pura diversão. Artesã, gateira e geek, também é fanática por séries de TV, filmes de comédia e animação e tudo o que for relacionado à cultura pop.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: