download

Avaliação: 4/5 Editora: Conrad ISBN: 9788576165422 Gênero: Graphic Novel, HQ Publicação: 2015 Páginas: 95 Skoob

Kurt Cobain é um dos maiores ícones da década de 90, sendo referência até hoje para músicos de todas as vertentes do rock. Sua banda, o Nirvana, durou poucos anos, mas o suficiente para causar impacto. O músico cometeu suicídio em 1994 e deixou uma legião de fãs órfãos. Alguns deles eram Danilo Deninotti e Toni Bruno, quadrinistas italianos que criaram o graphic novel “Kurt Cobain – Quando eu era um alien”.

Com 95 páginas, a história mistura ficção com realidade, contando a trajetória de Kurt desde a infância até o início das gravações do disco “Nevermind”, de 1991, que deu fama mundial ao trio de Seattle. As ilustrações são todas feitas em tons de azul, preto e branco, dando um clima melancólico para a narrativa.

Kurt era um garoto solitário, que tinha problemas em se relacionar com outras pessoas, principalmente por viver em um lar pouco estável. Seu refúgio era a música e seus cadernos, onde escrevia seus diários e compunha letras. Com o passar dos anos, ele foi sendo apresentado a alguns músicos locais e da região e decidiu que teria uma banda de rock.

No final da década de 80, ele já tinha encontrado o seu parceiro para tocar baixo, Krist Novoselic, enquanto ele cantava e tocava guitarra. Sua relação com sua mãe ficava cada vez mais complicada, até que ele foi expulso de casa. Mas Kurt nunca desistiu de seu sonho de ser músico. Após o lançamento do primeiro disco, “Bleach”, de 1989, ele decide demitir o baterista Chad Channing para contratar o jovem promissor Dave Grohl.

Em meio aos fatos verídicos da biografia do músico, há a inserção de alguns elementos sobrenaturais. Enquanto Kurt conversava com algum outro personagem, este assumia a forma de um alien. A verdade é que quem se sentia um extraterrestre era ele mesmo, que não conseguia se identificar completamente com ninguém.

A leitura desse graphic novel é bastante rápida e quem não tem tanta intimidade com a biografia do Nirvana ou de Kurt, há no final do livro um guia falando um pouco sobre os demais personagens.

Em termos de história, aqui não vemos nenhuma novidade sobre a vida do músico. É uma leitura interessante para os fãs, sendo um belo item de colecionador para os mais assíduos. Para quem quer conhecer mais detalhadamente o líder do Nirvana, recomendo a leitura de “Mais Pesado Que O Céu”, livro escrito por Charles R. Cross.

Foto: Maria Luíza de Paula/ Viagens de Papel


 

Sobre o autor
Maria Luiza de Paula

Maria Luiza de Paula (Mallu), 22 anos (01/05) – Paraná
Jornalista. Começou a gostar de ler por meio de biografias, mas hoje em dia gosta de quase todos os estilos literários. Entre seus livros preferidos estão “A Menina que Roubava Livros” (Markus Zusak), “1984” (George Orwell) e “Auto da Compadecida” (Ariano Suassuna). Além de seu amor por livros, também é apaixonada por música, cinema, seriados, fotografia e arte de rua. Escreve também para o site www.expressocultural.com.



Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: