AVALIAÇÃO: 2,5 /5
EDITORA: NOVO CONCEITO, CORTESIA
ISBN: 9788581635613
GÊNERO: FANTASIA, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2014
PÁGINAS: 400
SKOOB

Atenção: essa resenha pode conter spoilers do volume anterior!

Atrás do espelho é o segundo volume da série Splintered, da escritora A.G. Howard. Depois de ter aberto mão de seu reinado no País das Maravilhas para ser uma garota normal entre os humanos, Alyssa agora está vivendo tudo o que planejou. Ela namora Jeb por quem sempre foi apaixonada e está muito feliz por finalmente poder viver ao lado de sua mãe. A garota acredita que todas as suas questões com o País das Maravilhas já foram resolvidas, e que agora ela pode desfrutar de sua vida normal ao lado daqueles que amam.

Mas como nem tudo são flores, Alyssa começa a ter sonhos estranhos com o mundo mágico e, além disso, os insetos estão muito inquietos ultimamente e não deixam Alyssa em paz enchendo sua cabeça com frases misteriosas e pedidos de ajuda. Como se isso tudo já não bastasse, os mosaicos de Alyssa começam a formar imagens devastadoras sempre mostrando cenas de destruição no País das Maravilhas, e Morfeu (um intraterreno que mexeu muito com Alyssa em sua aventura no País das Maravilhas) invade o mundo dos humanos e começa a fazer de tudo para que Alyssa volte com ele para lá com a missão de deter a Rainha Vermelha que está causando a ruína no mundo mágico e que agora pretende invadir o mundo dos humanos para se vingar de Alyssa.

É com essa trama inicial que a autora A.G. Howard nos lança novamente nessa história mágica e repleta de mistérios tendo como base as aventuras de Alice no País das Maravilhas. Mas diferente das aventuras da Alice original, acompanhar as aventuras de Alyssa não é uma tarefa muito fácil, pois por mais que eu goste desse clima mais sombrio e misterioso eu não consegui gostar desse livro como eu gostei do “Lado mais sombrio” .

Os problemas nesse livro são muitos, desde a narração lenta da personagem principal que já tinha sido um problema para mim no livro anterior, até a quantidade enorme de reviravoltas que torna a leitura uma enorme confusão em alguns pontos. Sem contar o desnecessário triângulo amoroso pelo qual eu até tinha simpatizado no livro anterior, mas que agora foi um dos motivos principais por eu não ter curtido tanto assim a história.

Eu realmente entendo a proposta da autora em colocar dois personagens masculinos que representam os dois mundos na vida de Alyssa, mas essa fórmula de “amo os dois e não sei quem vou escolher” já está muito saturada, e acabou ficando um pouco chata e repetitiva. Acredito que a autora poderia ter usado melhor o tempo gasto no lenga lenga romântico desenvolvendo melhores alternativas para alguns furos na história que tiveram uma resolução bem precária e que me pareceram até um pouco apressadas.

Por outro lado, a autora acertou em dar mais destaque aos personagens secundários. Os pais de Alyssa foram melhores aproveitados e suas tramas acabaram se tornando mais interessantes e legais de acompanhar. Além disso não posso negar que A.G. Howard conseguiu fazer algo muito bacana, pois a trilogia é muito famosa e querida pelo público. Eu gosto muito da maneira com que a autora conseguiu dar uma nova cara para o País das Maravilhas, e confesso que gostei muito do final do livro que é realmente muito bom e dá aquela esperança no coração para o próximo volume.

É mais um lembrete de que o conto de fadas do País das Maravilhas é real, de que o fato de ser descendente de Alice Liddell significa que sou diferente de todo mundo. Não importa a distância que eu tente colocar entre nós, estou para sempre ligada a uma estranha e horripilante espécie de criaturas mágicas chamadas intraterrenos.

Enfim, me perdoem por essa resenha negativa, eu juro que queria muito ter gostado de Atrás do espelho e fiquei triste por ter me decepcionado. Gostei muito do primeiro volume e acabei me decepcionando com esse. Se você já leu e curtiu, conta pra mim qual sua parte favorita da história, e por favor não me odeiem por não ter curtido tanto! rs


Conheça os outros títulos da série Splintered:

1.  O lado mais sombrio (2014)

2.  Atrás do espelho (2016)

Sobre o autor
Tayara Olmena Estudante que tomou gosto pela leitura aos 12 anos de idade depois que leu "A marca de uma lágrima" do escritor Pedro Bandeira. Costuma ler de tudo, mas ainda torce o nariz para o romance. Além de ler, também é viciada em séries e filmes, e não perde a oportunidade de maratonar sua série favorita.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: