AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: QUADRINHOS NA CIA, CORTESIA ISBN: 9788535906288 GÊNERO: HQ PUBLICAÇÃO: 2005 PÁGINAS: 296 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: QUADRINHOS NA CIA, CORTESIA
ISBN: 9788535906288
GÊNERO: HQ
PUBLICAÇÃO: 2005
PÁGINAS: 296
SKOOB

Maus: A história de um sobrevivente, escrita e produzida pelo norte-americano Art Spiegelman, é uma história em quadrinhos baseada em fatos reais. O clássico contemporâneo teve suas primeiras páginas publicadas originalmente em 1980 pela revista Raw (famosa revista de quadrinhos e artes gráficas de vanguarda), e só foi completamente concluído uma década depois, em 1991.

O graphic novel de Spiegelman tem como tema central o Holocausto e a trajetória de Vladek Spiegelman, seu pai, um judeu polonês que sobreviveu à perseguição nazista no Leste Europeu durante a Segunda Guerra Mundial.

Em Maus, o autor se utiliza do antropomorfismo para representar seus personagens. Os judeus são caraterizados como ratos, em alemão “maus”, que é parte do título da HQ. Spiegelman faz menção à Hitler, o nazista julga os judeus como a escória da raça humana. Em contrapartida, os alemães são representados como gatos, dentre outras etnias que também são retratadas por diferentes espécies de animais. Podemos observar o humor negro do autor, quando demostra a incessável perseguição do rato pelo gato, o que me faz lembrar de “Tom & Jerry”, desenho animado da Disney.

Assim como muitos judeus, Vladek fez tudo ao seu alcance para garantir a segurança da família. Numa tentativa desesperada de se salvar, ele e a esposa são capturados e levados para Auschwitz. O casal, Vladek e Anja, consegue sobreviver ao campo de concentração, porém, após todo esse episódio traumático, sua esposa comete suicídio.

A obra não relata somente a vida de Vladek e sua família, mas os horrores vividos por tantas outras famílias judias. Spiegelman demostra de modo crível a história de um personagem real, um dos sobreviventes da maior barbárie cometida pelo homem. Maus é um relato impressionante do luto coletivo, a dor da perda e da devassidão deixada pela guerra.

FOTO: PATRÍCIA OLIVEIRA/VIAGENS DE PAPEL

FOTO: PATRÍCIA OLIVEIRA/VIAGENS DE PAPEL

A edição da Companhia da Letras é dividida em duas partes, a primeira subdivida em seis capítulos e a segunda subdivida em cinco capítulos, cada capítulo compreende um período da vida de Vladek. O autor nos conta a história por meio das memórias do pai, no início de cada capítulo visualizamos pai e filho juntos, revivendo a história, embora Art e Vladek não fossem tão próximos.

Spiegelman se preocupa  em ser fiel às memórias do pai, o mais próximo da realidade possível. Maus não é uma leitura fácil, pois nos faz refletir e repensar sobre o caminho por nós traçado até então, e o que podemos fazer em nosso dia a dia para que algo semelhante jamais se repita.

FOTO DIVULGAÇÃO: ILUSTRAÇÕES DE ART SPIEGELMAN PARA EDIÇÃO COMPLETA DE “MAUS: A HISTÓRIA DE UM SOBRVIVENTE”, OBRA LANÇADA EM 2005 PELA COMPANHIA DAS LETRAS.

FOTO DIVULGAÇÃO: ILUSTRAÇÕES DE ART SPIEGELMAN PARA EDIÇÃO COMPLETA DE “MAUS: A HISTÓRIA DE UM SOBREVIVENTE”, OBRA LANÇADA EM 2005 PELA COMPANHIA DAS LETRAS.

O autor, além de utilizar de desenhos e palavras para transmitir a história, também optou pela ausência de cores. Tal artificio traz um tom mais sombrio para narrativa, demostrando o contexto dramático ali ambientado, o quão terrível foi esse momento da história da humanidade. Embora os judeus fossem vítimas, também tiveram pequenas escolhas, alguns resistiram, fugiram, colaboram ou se suicidaram, e houve aqueles que tiveram fé e esperança, que escolheram sobreviver. Por mais difícil que seja a vida,  é preciso acreditar que haja sempre uma saída.

FOTO: PATRÍCIA OLIVEIRA /VIAGENS DE PAPEL

FOTO: PATRÍCIA OLIVEIRA/VIAGENS DE PAPEL

Sobre o autor
Patrícia Oliveira Patrícia Oliveira, 25 anos (07/01) – São José/SC. Acadêmica de Direito, leitora assídua e blogueira. Lê de tudo um pouco, seus gêneros literários favoritos são romance histórico, época e contemporâneo, thriller psicológico, fantasia épica e clássicos. Sempre cultivou a ideia de criar um blog, onde pudesse compartilhar sua opinião. Quando não está fazendo tarefas cotidianas, geralmente está divertindo-se na companhia de seus bichos de estimação. Curte séries, filmes de comédia romântica e animes, mas sua grande paixão é a literatura.


Deixe uma resposta

  1. quarta-feira, 10 de agosto de 2016.

    Sem dúvida essa obra é impressionantemente chocante, minha nota é 5/5, se tivesse o hábito de reler histórias, essa seria uma delas. Recomendo!

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: