terça-feira, 19 de julho de 2016

Resenha do livro "Voltar para casa", escrito pela autora Toni Morrison, primeira autora negra a receber o Prêmio Nobel de Literatura, e publicado pela editora Companhia das Letras.

Avaliação: 4/5
Editora: Companhia das Letras, Cortesia
ISBN: 9788535927122
Gênero: Ficção, Literatura norte-americana
Publicação: 2016
Páginas: 135
Skoob

Voltar para casa é o tipo de livro que, mesmo que curto, traz uma história impactante, sensível e que aborda os dramas humanos de forma única. A história foi escrita em 2012 pela autora americana Toni Morrison, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura. Ela foi a primeira escritora negra a receber o prêmio, em 1993. Este é seu romance mais atual e ele conta a história de dois irmãos que tiveram suas vidas marcadas por muitos acontecimentos sofridos e que tentam regressar ao lar.

O livro é dividido em capítulos curtos e a narrativa é intercalada em 1ª e 3ª pessoa, resgatando a história dos irmãos Frank e Ycidra Money. Quando crianças, os dois sempre foram muito unidos e desenvolveram uma relação próxima, de parceria, proteção e amizade. A vida acabou levando os dois para caminhos distintos. Ele foi convocado para a guerra e ela se casou com um homem que a abandonou logo em seguida. Mesmo distantes, eles buscam se reencontrar.

Frank acabou de voltar da guerra e carrega marcas difíceis de serem esquecidas, que o impedem de seguir em frente. Já Ycidra carrega o fardo de ser uma mulher negra na década de 50, em uma época marcada pelo machismo e pela segregação racial. Para sobreviver, ela busca caminhos muitas vezes humilhantes, capazes de feri-la de todas as formas.

A busca de Frank pela irmã se destaca no livro e ele precisa muito encontrá-la, pois Ycidra está desamparada e precisando de ajuda. A história se desenvolve na busca dos dois um pelo outro, formas de fugir de suas próprias realidades e finalmente voltar para casa.

Mesmo com 136 páginas, Voltar para casa é um livro bastante denso, marcado pelo lirismo, pela narrativa envolvente e pela linda história que traz. Traz um novo significado de família e mostra a sua importância, já que juntos os irmãos terão que encontrar formas de seguir em frente, deixar para trás tudo o que viveram. A história é marcante e retrata os dramas humanos de forma sensível ao mesmo tempo que forte. É um relato repleto de mágoas e decepções, mas também de companheirismo, união e esperança.

Sobre o autor
Camila Tebet
Camila Tebet Camila Tebet, 24 anos (05/06) – Paraná Jornalista, tem a literatura como uma de suas paixões. Acredita que os livros têm o poder de transformar e falar sobre essa arte é um de seus passatempos favoritos. Entre os seus livros favoritos estão "Harry Potter" (é claro), "Na Natureza Selvagem", "Orgulho e Preconceito" e "A Menina Que Roubava Livros". Também é apaixonada por séries, cinema e fotografia. Escreve também para o site www.expressocultural.com.


Deixe uma resposta

  1. terça-feira, 19 de julho de 2016.

    Linda resenha e enredo emocionante! Tenho que muitas vezes prefiro os livros mais curtos, eles costumam mexer bastante comigo por algum motivo – talvez pela leitura ser mais rápida e feita em um único dia, as emoções fiquem mais aparentes.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

  2. terça-feira, 19 de julho de 2016.

    Que livro Fascinante, que apesar de abordas temas densos, parece envolver o leitor do começo ao fim do livro, a trama me pareceu mexer com os nossos sentimentos, e nos fazer refletir. Me interessei muito por essa leitura, e por isso já estou incluindo na minha lista de desejados.

  3. quarta-feira, 20 de julho de 2016.

    Emocionante, é um livro com poucas páginas mas parece intenso. Achei muito interessante!
    bj

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: