sexta-feira, 15 de julho de 2016

virgens-suicidas-resenha-livro

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: COMPANHIA DAS LETRAS, CORTESIA
ISBN: 9788535922196
GÊNERO: FICÇÃO REALISTA, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2013
PÁGINAS: 231
SKOOB

A vida das meninas Lisbon é contada por meio da ótica de quatro amigos, que são vizinhos das garotas, já na idade adulta, cerca de 20 anos depois. Eles contam desde o fascínio que nutriam pelas belas adolescentes até a obsessão que a história da família Lisbon causou na imprensa local e em toda vizinhança. Os quatro amigos tentam entender o que aconteceu, sem nunca conseguir chegar a uma conclusão definitiva. Pra eles, as mentes complexas das garotas Lisbon serão sempre um mistério.

Um lindo subúrbio de Michigan, Estados Unidos, em 1970, é o cenário da densa e marcante história da família Lisbon. Mais precisamente das cinco irmãs Cecília, Therese, Bonnie, Luxie e Mary.

Criadas sob extremo rigor religioso e moral, as meninas, adolescentes, anseiam pela liberdade e descobertas da adolescência. Suas vidas seguem tranquilas e monótonas até o dia em que a mais nova das garotas, Cecília, comete uma tentativa de suicídio.

Aconselhados pelo psiquiatra que atendeu Cecília no hospital a dar um pouco mais de espaço e liberdade às meninas, o Sr. e Sra. Lisbon preparam uma festa para as filhas, que prontamente convidam alguns meninos da vizinhança. A festa termina com o desfecho mais trágico possível: Cecília se mata ao se jogar da janela na cerca pontuda do jardim. A partir daí, é dado início a uma série de acontecimentos dramáticos e intensos na rotina da pacata família Lisbon.

A obra foi adaptada para o cinema, em uma produção dirigida por Sofia Copolla. Confesso que gostei do filme. Notei que houve realmente preocupação com os detalhes, para que fosse uma adaptação bem fiel.

Eu curti cada página do livro As virgens suicidas, considerado por críticos um dos melhores clássicos cult contemporâneo. É uma leitura densa, porém rápida. O autor utiliza uma linguagem bem poética e contextualizada. Simplesmente amei a metáfora da árvore. Os leitores mais atentos perceberão que trata-se de toda a história de vida das garotas Lisbon. Sério gente, genial. Aos amantes de bons livros e das palavras, eu dedico este livro.

Se você já leu/assistiu, nos conte o que achou! <3

Sobre o autor
Anne Caroline Anderson
Anne Caroline Anderson

Catarinense. 24 anos. Leitora por amor e futura jornalista. A melhor parte do dia? Aquela em que eu abro um livro e passo um bom tempo mergulhada em sua estória <3



Deixe uma resposta

  1. sexta-feira, 15 de julho de 2016.

    Não conhecia o livro e sequer sabia que tinha um filme. Achei a história interessante, vou procurar assistir o filme e caso eu goste, com certeza comprarei o livro!
    Gislaine | Paraíso da Leitura

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: