AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA ISBN: 9788555340109 GÊNERO: LITERATURA JUVENIL, FANTASIA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 240 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA
ISBN: 9788555340109
GÊNERO: FANTASIA, JUVENIL
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 240
SKOOB

Thomas Marsden é um garoto de 12 anos que cresceu em uma família humilde, e ajuda seu pai a cavar túmulos em busca de objetos valiosos que garantem o sustento de sua família. O garoto não leva uma vida fácil, todas as noites ele e seu pai invadem cemitérios com o intuito de encontrar pequenas riquezas deixadas com os mortos, e apesar de ser um ofício extremamente tenebroso e ilegal, Thomas acabou se acostumando com essa atividade, e é muito bom em encontrar objetos valiosos.

Para ele, esta é a única realidade possível, ele não vê um futuro onde sua vida poderá ser diferente disso, mas tudo muda quando em uma de suas noites de trabalho ele se depara com um corpo exatamente igual ao seu em um dos túmulos que cavou. O garoto deitado na cova é uma cópia perfeita de Thomas, e a situação fica ainda mais assustadora quando Thomas encontra um bilhete na cova com instruções dirigidas a ele.

A partir daí, Thomas descobre que sua vida inteira foi uma farsa, e que ele não é quem pensava ser. Um novo mundo onde fadas existem se abre para ele, e Thomas começa a descobrir sua verdadeira história.

Com essa premissa, a autora nos apresenta a um universo repleto de magia, e que possui um toque mais sombrio desde a história das fadas até o cenário humano, que se passa em uma Londres mais mística, repleta de espiritualistas e pessoas sedentas pelo contato com seus parentes que já morreram.

O clima sombrio está presente no livro inteiro, e foi um grande acerto da autora que soube usar muito bem esse artifício para criar uma história original, já que quando pensamos em histórias de fadas dificilmente imaginamos cenários sombrios, quase sempre imaginamos algo colorido e feliz. Ponto para a autora que conseguiu fazer algo um pouco diferente da grande maioria.

Outro ponto em que a autora se saiu bem foi na construção dos capítulos e na narração da história. O livro é narrado em terceira pessoa, e os capítulos são revezados entre Thomas e a fada Cravo-de-Defunto (personagem muito importante para a história), essa divisão entre os pontos de vista desses dois personagens foi muito importante e ajudou a desenvolver melhor a história que no início pareceu confusa e com alguns buracos.

Mas apesar de ter um início um pouco confuso, o livro logo entra nos eixos e consegue entregar o que foi prometido. A história ganha força, e a leitura se torna mais fácil e fluída, nos prendendo à trama e fazendo com que nos apeguemos aos personagens que infelizmente não foram tão bem desenvolvidos quanto eu gostaria, mas que são bons o suficiente para ganhar nossa simpatia.

Enfim, Thomas e a sua inesperada vida após a morte nos apresenta uma história original e diferente, e que foi uma grata surpresa e um alívio para aqueles que, assim como eu, estavam ansiosos pela leitura e ao mesmo tempo estavam com medo de se decepcionar.

Sobre o autor
Tayara Olmena

Estudante que tomou gosto pela leitura aos 12 anos de idade depois que leu “A marca de uma lágrima” do escritor Pedro Bandeira. Costuma ler de tudo, mas ainda torce o nariz para o romance. Além de ler, também é viciada em séries e filmes, e não perde a oportunidade de maratonar sua série favorita.



Deixe uma resposta

  1. quinta-feira, 14 de julho de 2016.

    Achei a premissa do livro interessante, sempre me chama a atenção quando os autores trabalham o lado sombrio das coisas – acho que dá um encanto extra! Adorei sua resenha, obrigada pela dica (:
    Gislaine | Paraíso da Leitura

  2. domingo, 31 de julho de 2016.

    Poxa, a capa já havia me cativado, depois dessa resenha, entrou sem dúvida na minha lista. Vamos agora aguardar uma belíssima animação para essa história não é mesmo?

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: