AVALIAÇÃO: 3/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501105158 GÊNERO: YOUNG ADULT PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 256 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4,5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501105158 GÊNERO: JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 256
SKOOB

Dash e Lily não poderiam ser mais opostos entre si. O primeiro é filho de pais separados e não poderia estar mais feliz por ter conseguido enganar os pais e poder passar o tão odiado Natal sozinho em Nova York. Lily por sua vez, ama essa época do ano e está muito triste por ter que passá-la sozinha pela primeira vez, já que seus pais resolveram viajar e comemorar os 25 anos de casados. As coisas só não estão perdidas porque seu irmão decide criar o caderninho dos desafios e deixá-lo em uma livraria movimentada na esperança de que algum garoto legal o encontre e tope fazer os desafios. Claro que Lily nunca esperou de verdade que isso acontecesse, até Dash encontrar e responder desafiando-a de volta. Dessa maneira eles começam a se corresponder através do caderninho, sem saber de verdade quem é o outro e se aventurando por Nova York.

O livro é delicioso de acompanhar. Além de ter uma história leve e super gostosa, a narrativa é muito fluida e envolvente e esse é um dos pontos que quero elogiar. Apesar de ter sido escrito por duas pessoas diferentes eu não consegui em momento algum perceber diferenças que indicassem isso na narrativa. Talvez seja porque não conheço a escrita dos dois autores, mas mesmo assim consegui perceber que eles estavam na mesma sintonia com relação ao destino da história. Além disso, a narrativa é muito cativante. Logo nas primeiras páginas me senti mergulhar na história e, ao alternar os pontos de vista entre os dois protagonistas, conseguia perceber as características dos personagens na narrativa – o sarcasmo dele, o otimismo dela, e por aí vai.

O caderninho de desafios de Dash e Lily, como vários outros de seu gênero, trata da tão complicada fase de auto descobrimento dos jovens. Então, além de uma jornada que faz Dash encontrar Lily, temos também uma jornada que faz eles encontrarem a si próprios. E, claro, que um vai ter um papel muito importante nesse auto descobrimento do outro e vice versa.  Eles podem ser muito diferentes em alguns pontos, mas estão na mesma busca por descobrirem quem são, por completar o vazio que carregam dentro de si. E é notável o quanto amadurecem ao longo das páginas, o quanto se transformam ao longo de toda essa aventura.

Exatamente por essa busca por auto descobrimento que o livro se torna tão real e nos traz tantas reflexões. É um livro muito sensível, que fala sobre duas pessoas que se abrem totalmente para o caderninho e, assim, despertam a reflexão sobre a vida. Mas mesmo com essa carga mais dramática, por assim dizer, o livro não perde a leveza e o tom divertido dado pelas ironias dos personagens.

De maneira geral, o romance é muito fofo e reflexivo mas com um tom leve e divertido que todo young adult tem. Pode não ser para todos, pois é um livro juvenil, mas vale a pena a leitura nem que seja para relembrarmos como foi passar por isso em nossas próprias vidas, como a história é real nesse sentido.


 

Sobre o autor
Larissa Gaigher

Larissa Gaigher, 19 anos (12/06) – Rio de Janeiro
Estudante de administração e química, leitora ávida e blogueira por paixão. Embarcou no mundo da literatura quando tinha 10 anos e nunca mais saiu de lá. Apaixonada também por música, séries e filmes. É uma geminiana típica, sempre faz muitas coisas ao mesmo tempo e muda de ideia várias vezes, tanto que não consegue definir um gênero favorito. Carioca da gema, tem 19 anos, adora uma boa praia, muita comida e diversão.



Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: