AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: VERUS, CORTESIA ISBN: 9788576864431 GÊNERO: SUSPENSE PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 252 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: VERUS, CORTESIA
ISBN: 9788576864431 GÊNERO: FANTASIA, SUSPENSE, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 252
SKOOB

Em Anna vestida de sangue conhecemos Cas, que é um garoto de 17 anos um tanto incomum: o objetivo da sua vida é caçar e matar fantasmas. Essa é a herança familiar que seu pai lhe deixou, e, junto com sua mãe bruxa, Cas percorre diferentes lugares em suas missões para exterminar os fantasmas. Seu último trabalho lhe conduz a Anna, uma fantasma adolescente que assombra uma casa há cinquenta anos e já matou mais de vinte adolescentes. As circunstâncias da sua morte são misteriosas, ninguém sabe ao certo o que aconteceu com ela. Porém, mesmo que a história seja que ela mate qualquer um que entrar na casa, por algum motivo ela parece não querer machucar Cas.

Anna é diferente de todos os fantasmas que Cas já enfrentou. Além de ser a mais poderosa, ela tem consciência de que está morta e, surpreendentemente, mostra ter sentimentos (mesmo que nem sempre bons). Isso tudo já torna difícil a missão de Cas, mas mais difícil ainda é o instinto e a vontade que ele tem de protegê-la ao invés de matá-la.

Narrado em 1ª pessoa pelo ponto de vista de Cas, acompanhamos sua trajetória e seus dilemas mais de perto, de maneira que ficamos conhecendo melhor a vida incomum que leva. Tendo perdido o pai quando era pequeno para um fantasma, Cas nutre uma vontade de vingança que o levou a seguir o mesmo caminho do pai: matar fantasmas. Mas essa é uma jornada difícil, por conta das inúmeras missões ele está sempre se mudando e isso não permite que ele tenha amigos ou uma rotina normal de adolescente. É uma vida que, muitas vezes, o faz ser mais maduro que sua idade.

O primeiro a se falar sobre esse livro é que (graças a Deus) ele não é o terror que todos esperamos. Pode sim ter algumas cenas assustadoras, mas por conta de todo o mistério e suspense que envolve o enredo o terror fica muito mais em segundo plano. Mesmo assim, o livro não deixa de ser pesado, afinal a história de Anna não é tão bonita, e ela mesma pode ser raivosa e vingativa quando quer. O contraponto pra esse peso da história está no fato de os personagens serem adolescentes e, mesmo que em uma situação tão incomum, ansiarem coisas de adolescentes, passarem por dilemas que adolescentes passam.

Um ponto de destaque é o amadurecimento de Cas ao longo da história. As circunstâncias de sua vida nunca permitiram que ele vivesse como um adolescente normal, mas em sua trajetória nesse livro ele faz amigos incomuns que o fazem ver como é esse lado, o mostram que ele também almeja ter uma vida normal, criar raízes em algum lugar e viver como o jovem que é. E então temos Anna, que é uma personagem complexa e fascinante. Descobrir sua história é fantástico e nos faz vê-la com outros olhos.

A escrita da autora é simples e envolvente e a leitura é dinâmica e rápida. Não houve nenhum momento que quis largar o livro ou fazer uma pausa, simplesmente li do começo ao fim “em uma sentada”.

De um modo geral, Anna vestida de sangue é uma leitura que agrada, mas não surpreende tanto com os caminhos que segue. Mesmo assim é uma história que envolve e que vale a pena acompanhar. Só ressalto o que já mencionei antes: não espere tanto terror, pois não encontrará.


 

Sobre o autor
Larissa Gaigher Larissa Gaigher, 19 anos (12/06) – Rio de Janeiro Estudante de administração e química, leitora ávida e blogueira por paixão. Embarcou no mundo da literatura quando tinha 10 anos e nunca mais saiu de lá. Apaixonada também por música, séries e filmes. É uma geminiana típica, sempre faz muitas coisas ao mesmo tempo e muda de ideia várias vezes, tanto que não consegue definir um gênero favorito. Carioca da gema, tem 19 anos, adora uma boa praia, muita comida e diversão.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: