Quando a criança ganha autonomia na leitura, o universo das palavras é explorado cada vez com mais habilidade e a sagacidade faz com que percebam os encantos e também as armadilhas da nossa língua. Para os leitores mirins que estão nessa fase, alguns livros podem ajudar no desenvolvimento da chamada consciência fonológica, de forma sutil e inusitada transforma a brincadeiras com as palavras em aprendizagem.

A consciência fonológica é a capacidade de perceber o tamanho das palavras, semelhanças e diferenças nos sons, fonemas e significados de uma palavra, como por exemplo: cumprimento e comprimento, vaca e faca.

O binóculo misterioso

AVALIAÇÃO: 3/5           EDITORA: CHIADO, CORTESIA ISBN: 9789895148929      GÊNERO: INFANTOJUVENIL PUBLICAÇÃO: 2016     PÁGINAS: 48                              SKOOB

O binóculo misterioso, a  Chiado Editora proporciona um título infantil bem estimulante, com edição em capa dura e excelente qualidade tipográfica.

No início da história, os irmãos Vasco e Vicente são apresentados e junto com eles um avalanche de nomes e palavras iniciadas com o som de V:

“O Vasco e o Vicente foram visitar a avó Violeta que vivia no distrito de Viseu. A mãe de Vasco e do Vicente chamava-se Vera e o pai era o Vitor. Até o cão, um pastor-alemão cor de mel, dava pelo nome de Wernick…”

Nessa ida até à casa da avó, os meninos encontram no sótão uma caixa e lá encontram um binóculo, juntamente com um cartão: “Binóculo misterioso para um leitor curioso!” A partir de então, começa toda a diversão, ao focalizar o binóculo em alguma direção, os meninos visualizam um objeto, quando utilizam os botões para aumentar ou diminuir, o objeto se transforma em outro, sendo assim um pato, aumentado vira um sapato, uma serpente diminuída vira um pente. A brincadeira continua por muito tempo, até que resolvem utilizar no cachorro da família, que desaparece.

É muito interessante observar as áreas de atuação das três autoras portuguesas, Rita Campos é mestre em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na criança. Ana Rita Gonçalves é professora infantil e mestre em Educação Especial com especialidade nos domínios cognitivo e motor. Sandra Santos, além de professora infantil, é mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares e doutoranda na área de literatura portuguesa.

Apesar de não ser meu estilo predileto de ilustrações, Marisa Quintino está de parabéns pelas imagens que se ajustam de modo perfeito à história, tem o colorido vivaz que caracteriza as crianças, mesclado com tons mais escuros evidenciando a brincadeira no sótão.

Foto: Nara Dias/Viagens de Papel

Foto: Nara Dias/Viagens de Papel

Confira abaixo outras sugestões de leituras:

Sobre o autor
Nara Dias 31 anos (22/12) – São Paulo Pós graduada na USP em Ética, valores e cidadania na escola, atua como professora de informática e robótica para crianças de 4 a 11 anos. Também com especialização em Libras - Língua Brasileira de Sinais, participa da comunidade surda da região onde mora, na Baixada Santista. Seu perfil no Skoob com mais de mil livros lidos, mostra sua paixão pelo gênero infanto-juvenil, onde capa, ilustração e tipo de impressão interferem muito em suas escolhas.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: