AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: SEGUINTE ISBN: 9788565765619 GÊNERO: ROMANCE, DISTOPIA PÁGINAS: 447 PUBLICAÇÃO: 2015 SKOOB

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: SEGUINTE
ISBN: 9788565765619
GÊNERO:ROMANCE,DISTOPIA, Jovem Adulto
PUBLICAÇÃO: 2015
PÁGINAS: 447
SKOOB

Felizes para sempre é uma coletânea de contos que se passa no universo de A Seleção e nos conta histórias dos personagens que conhecemos nos três primeiros livros. A maior parte dos contos diz respeito a antes e depois dos eventos de A Seleção (a trilogia original), portanto, só recomendo a leitura desse livro pra quem já conhece a história, caso contrário encontrará muitos spoilers por aqui. Lembrando, que todo o conteúdo diz respeito apenas aos três primeiros livros e não há nada sobre A Herdeira ou A Coroa – livros que contam a história da filha de America, protagonista de A Seleção.

Os dois primeiros contos – A Rainha e O príncipe – narram acontecimentos antes de A Seleção. No primeiro ficamos sabendo sobre a seleção do Rei Clarckson e como ele acabou escolhendo A Rainha, mesmo sendo uma quatro. Este conta nos ajuda a compreender mais as atitudes desprezíveis do Rei, embora eu continue o odiando, e nos mostra a relação dele com a mulher. Em O príncipe vemos Maxon antes da Seleção e acompanhamos de perto seus anseios quanto ao futuro de sua vida. O ponto de vista dele sobre o processo da seleção é de longe uma das melhores coisas do livro – a não ser pelo segundo epílogo. Além disso, nesse conto vemos os bastidores da seleção, como o rei manipulou tudo e como era sua relação com o filho.

Temos em seguida o conto O guarda, que é um dos contos mais sem graça na minha opinião, pois é mais do que vimos em A Seleção (a indecisão de America que me irritou), só que pelo ponto de vista do Aspen. O único ponto positivo é a interação dele com outros personagens, inclusive com as criadas de America.

O próximo conto é A Favorita que conta a história de Marlee, seu caso de amor com Carter e o terror que passaram ao serem descobertos. Foi o capítulo mais emocionante, que chegou a dar uma dorzinha no meu coração. É de longe o conto mais lindo, e está no páreo pra ser o meu favorito de todo o livro!

Em Cenas de Celeste, conhecemos um pouco mais da personagem que todos aprendemos a odiar por suas atitudes desprezíveis. O fato é que aqui vemos uma Celeste por trás de suas barreiras, e se ela não se redimiu em A escolha, com certeza o faz aqui.

O próximo conto é A Criada, que conta o caso de amor de Aspen e Lucy. Esse foi o conto mais frustrante pra mim. Simplesmente porque achei que taparia os buracos que foram deixados em A escolha sobre o relacionamento deles, mas na verdade não conta nada. O amor deles continua sendo repentino demais pra mim, e dessa maneira, não consigo acreditar muito bem nele.

Por fim, temos o epílogo bônus, que é puro amor, e um curto conto chamado “Por onde elas andam?”, que conta brevemente o que aconteceu com as outras selecionadas que não foram escolhidas. Confesso que mesmo não sendo minha história preferida, achei o epílogo bônus muito fofo, e ver essas cenas de Maxon e America depois de casados foi muito amor!

No geral, esse é um livro extra interessante pra quem é muito fã da série e gostaria de ver o conteúdo extra que a autora criou pra ela. Se não pela história, o livro vale ao menos pela edição lindíssima, que contém ilustrações muito bem feitas por toda a obra.

Sobre o autor
Larissa Gaigher Larissa Gaigher, 19 anos (12/06) – Rio de Janeiro Estudante de administração e química, leitora ávida e blogueira por paixão. Embarcou no mundo da literatura quando tinha 10 anos e nunca mais saiu de lá. Apaixonada também por música, séries e filmes. É uma geminiana típica, sempre faz muitas coisas ao mesmo tempo e muda de ideia várias vezes, tanto que não consegue definir um gênero favorito. Carioca da gema, tem 19 anos, adora uma boa praia, muita comida e diversão.


Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

Comentários no Facebook