terça-feira, 10 de Maio de 2016

QUARTO

Avaliação: 3,5/5
Editora:Verus, Cortesia
ISBN: 9788576861317
Gênero: Romance, Drama, Adulto
Páginas: 350
Publicação: 2011
Skoob

O livro Quarto foi lançado no Brasil em meados de 2010. Eu já tinha visto a obra, mas confesso que a capa nunca me atraiu, e eu nunca havia prestado atenção na sinopse. Tudo mudou quando no começo deste ano eu assisti ao filme baseado na história – “O quarto de Jack”, que rendeu à Brie Larson o Oscar de Melhor Atriz. O filme é puro encanto! A história é extremamente emocionante e a comovente atuação de Jacob Tremblay, que interpreta o menino Jack, traz pureza e delicadeza à adaptação. Talvez, por ter gostado tanto do filme, que se tornou um dos meus favoritos, eu tenha me decepcionado um pouquinho com o livro.

Não posso dizer que me decepcionei com a história – que é impactante e maravilhosa, um relato ficcional, mas que choca pelo fato de sabermos que casos como esses acontecem diariamente e muitas pessoas têm suas vidas interrompidas por atos cruéis como esses. O fato é que o filme é extremamente fiel à obra. O roteiro foi escrito pela própria autora do livro, então este pode ser o principal motivo. Durante a leitura, parecia que eu estava assistindo novamente ao filme, só que sem a poesia imprimida na versão cinematográfica. Por serem tão parecidos, o filme acabou me tocando mais.

Enfim, apesar de ficar com a sensação de estar lendo o roteiro do filme, foi muito bom relembrar essa história que tanto me marcou. O ponto alto do livro é a narrativa, sob o ponto de vista de uma criança de 5 anos. Só que, para ela, o mundo consiste em um quarto. “Bom dia, cama”, “Bom dia, abajur”, “Bom dia, planta”. É assim que começa o dia do pequeno Jack, que vive essa rotina desde o seu nascimento. Sua mãe foi sequestrada e colocada em cativeiro. Dos frequentes abusos sofridos pelo sequestrador, nasceu Jack. Ele não faz ideia de que existe algo além do quarto e seu dia a dia com a Mãe não apresenta mudanças. Juntos, eles aprenderam a viver do que o outro tem para oferecer.

Cansada de viver daquela forma, a Mãe tenta arquitetar um plano para escapar, mas isso só será possível com a ajuda de Jack. O problema é que ele é apenas uma criança e não sabe o que existe do lado de fora do Quarto. Para ele, o mundo está ali. Porém, a vontade de continuar e dar uma vida melhor para Jack faz com que ela prossiga com o plano, que tem o menino como peça principal, e o instrua a procurar ajuda.

O livro fala basicamente sobre a rotina da mãe e do filho no quarto, do plano para escapar e a vida após o cativeiro. Depois de resgatados, eles terão que se adaptar ao mundo e a todas as suas mudanças. Jack terá a chance de conhecer outras pessoas e a todos os elementos que via apenas na televisão, enquanto a Mãe tentará superar tudo o que viveu, o que não será nada fácil.

Acredito que ler o livro antes de assistir ao filme seja muito mais proveitoso, pois assim você se surpreenderá mais com a história. É uma obra única, que traz um relato emocionante e impactante. A autora coloca em voga assuntos que precisam ser discutidos, que parecem casos distantes, mas acontecem todos os dias. O relato é sofrido, em certas partes muito sufocante, mas uma história que merece todo o destaque que está tendo.


Sobre o autor
Camila Tebet
Camila Tebet

Camila Tebet, 24 anos (05/06) – Paraná
Jornalista, tem a literatura como uma de suas paixões. Acredita que os livros têm o poder de transformar e falar sobre essa arte é um de seus passatempos favoritos. Entre os seus livros favoritos estão “Harry Potter” (é claro), “Na Natureza Selvagem”, “Orgulho e Preconceito” e “A Menina Que Roubava Livros”. Também é apaixonada por séries, cinema e fotografia. Escreve também para o site www.expressocultural.com.



Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: