terça-feira, 3 de maio de 2016

um-passado-sombrio

Avaliação: 3/5
Editora:Bertrand Brasil, Cortesia
ISBN: 9788528620481
Gênero: Thriller, Suspense
Páginas: 391
Publicação: 2016
Skoob

Quarenta anos depois, um escritor de relativo sucesso e amigo de infância da maioria dos garotos que participaram do ritual – além de marido de uma das garotas envolvidas –, sai em busca de informações sobre essa noite aterrorizante, com um projeto de livro em mente. Porém, para consegui-las, precisará não apenas reencontrar antigos colegas com quem perdeu o contato há décadas, mas também incitá-los a reexaminarem os eventos inomináveis que os têm assombrado desde então. Ao revelar as histórias individuais dos membros do grupo, Um Passado Sombrio eletrifica o leitor de maneira arrepiante e imprevisível – e prova que Peter Straub é, indiscutivelmente, um mestre do horror moderno.

Em geral, sou apaixonada por livros de suspense. Gosto de toda aquela tensão e expectativa que criamos ao desenrolar das pistas. Me sinto como um Sherlock Holmes, mas sem meu caro Watson. Infelizmente, achei que lendo ‘Um Passado Sombrio’, teria essa mesma sensação.

Foi a primeira vez que li algo de Peter Straub, e, após algumas pesquisas percebi que ele já é um escritor conceituado no  gênero.

Um Passado Sombrio, como o próprio nome já nos dá a entender, é uma história que se desenrola por coisas que aconteceram tempos atrás. Por isso, durante toda a narrativa, o escritor nos mostra o presente contrabalanceando com o passado.

A narrativa segue através de Lee Harwell. Um escritor mediano que está em busca de construir sua próxima obra. Como tema, ele escolhe um acontecimento que assombra seu passado e de antigos amigos. Algo que aconteceu 40 anos antes, quando estava na faculdade.

Nessa época, um guru carismático chamou a atenção de curiosos jovens para um misterioso ritual. Os colegas de Lee e sua namorada, atualmente esposa, participaram. Por medo, ele foi o único a ficar de fora.

“Mas não se esqueça de que as únicas pessoas que Mallon conseguiu convencer foram quatro estudantes de ensino médio, dois idiotas e uma garota que estava apaixonada por ele.”

O problema é que algo terrível aconteceu nesse dia, e um dos amigos do grupo foi morto de forma brutal. Lee resolve desenterrar o passado e descobrir o que realmente aconteceu.

Lee passa boa parte da trama correndo atrás dos amigos para entrevistá-los e saber o ponto de cada um sobre o ocorrido. No entanto, isso não nos esclarece nada. Não sei se foi proposital, mas é confuso. As explicações só me deixaram mais perdida. A narrativa demora a engatar e a forma como foi escrita também não consegue prender a atenção. Pelo menos não a minha. Tem seus altos e baixos. Há momentos que você super se empolga pra montar desvendar esse drama, mas em outros tudo volta a ser água com açúcar.

Cada pessoa que vivenciou esse ritual tem um ponto de vista do que ocorreu. Cada um sofreu um dano psicológico, são intensos e profundos . E isso tudo refletiu na vida deles pós o evento.

Apesar dos pontos negativos, acredito que seja uma leitura que valha a pena. Principalmente pra quem curte o gênero. É uma livro complexo,  por isso é preciso prestar bastante atenção aos detalhes.


 

Sobre o autor
Kamila Renata Brito
Kamila Renata Brito


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: