AVALIAÇÃO: 3,5/5
EDITORA: GERAÇÃO EDITORIAL, CORTESIA
ISBN: 9788581303055
GÊNERO: FANTASIA, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2014
PÁGINAS: 384
SKOOB

Atenção: essa resenha contém spoilers dos volumes anteriores!

Luz e Trevas narra a vida da personagem Jayne Sparks, uma jovem que descobre ser uma Fae da Luz que possui poderes ligados à natureza. A história começa com o resgate de Tony, o garoto que estava prestes a cair na armação de Ben, acaba sendo resgatado por Jayne e os outros Fae. Logo que chega ao Complexo, Tony começa a descobrir a verdade e Jayne fica mais tranquila por ter ser melhor amigo ao seu lado novamente.

Mas as coisas logo se complicam para Jayne, além de ter que lidar com a situação de Tim, que acabou se ferindo no resgate de Tony, ela ainda sofre as consequências de um ato mal pensado cometido por ser pequeno amigo. Logo a culpa toma conta da garota, e ela que precisava estar totalmente focada na guerra que está por vir, acaba ficando um pouco frágil diante de toda essa situação.

Por outro lado, a situação da guerra entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas, acaba ganhando uma nova visão e  logo surgem questionamentos sobre as intenções de cada lado. Fica quase impossível não se perguntar quem é que realmente está certo nesta guerra, pois nem todo mocinho é só mocinho, e nem todo vilão é só vilão. Esses questionamentos trouxeram um novo gás para a história, e é muito bacana ver como a autora tratou essa situação.

Além desses questionamentos, neste cenário de preparação para a guerra, também pudemos notar que Jayne evoluiu muito tanto como pessoa, quanto como Fae. Ela que passou por situações bem complicadas e estressantes nos livros anteriores, agora apresenta muito mais maturidade e sabedoria. Apesar de ainda manter os traços daquela garota mega irritante, ela agora está mais segura de si, e isso ajudou muito a fazer este livro ser mais atrativo.

Minha vida havia dado um giro completo. Eu havia deixado de ser ninguém, invisível, para me tornar alguém que ninguém queria perder. Se antes eu tinha dúvidas sobre ser fae, agora haviam desaparecido completamente.

O que deixou um pouco a desejar na história, são as constantes explicações no decorrer da narrativa. Em quase todo o tempo, Jayne que é responsável pela narração em primeira pessoa, explica coisas que nós já sabemos desde o primeiro livro. É claro que este é um recurso usado pela autora para podermos nos lembrar de tudo, só que isso acontece muitas vezes e acaba quebrando o ritmo de leitura.

Fora este pequeno problema, Luz e Trevas é um livro bastante empolgante e cumpre muito bem o seu papel de preparar o território para uma grande batalha, além de deixar algumas coisas em aberto para serem trabalhadas no último volume.


Conheça os outros títulos da série A guerra dos Fae :

1. As crianças trocadas (2013)

2. Chamado às armas (2014)

3. Luz e Trevas (2014)

Sobre o autor
Tayara Olmena Estudante que tomou gosto pela leitura aos 12 anos de idade depois que leu "A marca de uma lágrima" do escritor Pedro Bandeira. Costuma ler de tudo, mas ainda torce o nariz para o romance. Além de ler, também é viciada em séries e filmes, e não perde a oportunidade de maratonar sua série favorita.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: