terça-feira, 15 de Março de 2016

Avaliação: 3/5 estrelas Editora: Companhia Editora Nacional ISBN: 9788504019827 Gênero: Reportagem Páginas: 344 Publicação: 2015 Skoob

Avaliação: 3/5 
Editora: Companhia Editora Nacional, Cortesia
ISBN: 9788504019827
Gênero: Reportagem
Páginas: 344
Publicação: 2015
Skoob

Operação Harém foi um livro que caiu nas minhas mãos por acaso. Não seria um livro que compraria na livraria nem no sebo, mas quando recebi confesso que fiquei curioso pela leitura. Isso se deve principalmente por toda a repercussão que teve ano passado com a novela “Verdades Secretas” e ainda mais por ser algo que nunca tinha lido, decidi dar uma chance ao Tony Chastinet. Poderia ser sido uma leitura bem prazerosa, mas infelizmente não foi.

O livro é uma grande reportagem acerca da Operação Harém, que desvendou toda uma organização de prostituição que envolvia milionários e pessoas conhecidas do meio social. O ponto de partida é quando Ariane, depois de ter o sonho de fazer dinheiro no exterior destruído, volta ao Brasil disposta a denunciar uma grande rede de prostituição de luxo e tráfico internacional de mulheres. É a partir daí que se segue a procura por suspeitos e provas para colocar os culpados na cadeia.

Não vou me estender muito na resenha até porque não tenho muito a falar do livro. Mas sim o que esperava dele e o que poderia ter sido melhor. Não posso negar que Tony tem uma narrativa fluida, mas ao mesmo tempo que isso pode ser algo positivo, pode ser algo negativo. A narrativa de Tony é romanceada, o que favorece, mas perde no sentido de se tornar algo negativo. Os primeiros capítulos do livro são realmente empolgantes, mas conforme vamos adentrando a história, a escrita se torna repetitiva e cansativa.

Ariane é apenas um exemplo dentre várias meninas que passaram por essa experiência. Enquanto realizava a leitura, ficava pensando em maneiras de que o autor poderia ter contado a história. Ele poderia ter optado em criar uma ficção tendo como pano de fundo a Operação Harém. Desde o momento em que Ariane foi para o exterior, o que ela encontrou e o que enfrentou, tendo foco apenas na garota. Ao invés disso, fica meio fragmentado e cansativo a leitura.

O livro aborda um assunto que deve ser posto em reflexão na sociedade contemporânea. É algo que acontece todos os dias, em todos os lugares. Acredito que deve ser uma leitura a ser feita. Não funcionou muito comigo, mas não significa que vai acontecer o mesmo com outras pessoas. Dê uma chance a ele e tire suas próprias conclusões!

Sobre o autor
Lucas Kammer Orsi
Lucas Kammer Orsi

Estudante de História. Vê nos livros uma maneira de fugir da realidade e encontrar um pouco de aconchego do cotidiano tão corrido. Potterhead, se emociona fácil com romances, mas não deixa de lado um bom suspense, de viver uma aventura e dá gargalhadas com um chick-lit. Está sempre com suas séries atrasadas, mas isso não o impede de sempre começar mais uma. Amante da música pop, é grande fã de Taylor Swift.



Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: