Avaliação: 4/5
Editora: Biruta/Cortesia
ISBN: 9788588159518
Gênero: Contos
Publicação: 2011
Páginas: 120
Skoob
O livro Na Curva das Emoções é composto por sete contos. O autor parece gostar muito de borboletas, pois ele está sempre mencionando. Este livro é para quem gosta de reflexões, além do autor ter uma escrita sensível e mostrar como os jovens se sentem ao descobrir os prazeres e desprazeres que a realidade pode proporcionar para buscar revelações.

O primeiro conto, chamado O Umbigo de Isaura, conta a história de uma menina que, diante da realidade que a mídia impõe, demonstra uma certa dificuldade para se encaixar nesses padrões e, devido a isso, começa a mentir.

Já o terceiro conto, um dos que mais gostei, mostra como os jovens desprezam os mais velhos. Conta a história de Pedro, que fica cuidando de sua avó, e repentinamente aparece um idoso amigo dela chamado Pietro. Pedro descobre que ela possui uma tatuagem de borboleta embaixo dos seios e que possui um significado para Pietro e sua avó, ele na verdade era um amor antigo dela.

O quarto conto, As Borboletas Copulam durante o Voo, foi o meu favorito. Ele conta a história de João, Teresa, Raimundo, Maria, Joaquim e Lili. É uma paródia do poema Quadrilha de Drummond. Ele mostra como é gostar de alguém e não ser correspondido e como isso vira uma corrente.

O livro é bem rápido de ser lido e com uma escrita que flui facilmente. Gostei muito da capa, que em um primeiro momento jurei que era uns rabiscos, pensando que significava as curvas das emoções e depois fui me ligar que era uma pessoa. Outra coisa que merece destaque é o tamanho dos contos, que não são grandes  e você consegue ler em qualquer lugar.

Por isso essas histórias queriam ser contadas por borboletas saindo da crisálida, qualquer coisa como um livro escrito com o pólen das primeiras trangressões.
Por Stephany Guebur 
Sobre o autor
Stephany Guebur

Stephany Guebur, 21 anos (05/01) – Paraná
Jornalista. Começou a ler no ensino fundamental, porque quanto mais livros apresentava, mais ganhava pontos na média. A partir daí, descobriu que ler é maravilhoso e que podemos viajar sem sair do lugar. Apesar de ter dado uma parada entre o ensino médio e a faculdade, sempre lia um livro aqui, outro ali. Entre seus livros favoritos estão a série “O Diário da Princesa”, “Na Natureza Selvagem”, e os de Monteiro Lobato, com os quais entrou no mundo da literatura, como muitas outras crianças. Além disso, é apaixonada por séries e viagens.



Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: