Olá, pessoal!

Vamos conferir os últimos lançamentos das Editoras Biruta e Gaivota?

  
  
Clicando na capa você será redirecionado para o skoob.

Os meninos da biblioteca, de João Luiz Marques
Heitor estava cansado de escrever só para o seu blog, o Blog do Le-Heitor. Estava em busca de uma história da qual fizesse parte. Uma história de livro, mesmo… Mas
durante essa busca surge mais um problema: a biblioteca do seu bairro está ameaçada de demolição! E na luta pela proteção de sua biblioteca, o garoto acaba recebendo uma ajuda inusitada: os personagens dos seus livros prediletos sairão das páginas para participar dessa difícil batalha.


As aventuras do Príncipe Reizinho e contos encantados da Princesa Tudo-Rosa, de Luiz Antonio Aguiar
Era uma vez um avô que tinha como sua maior diversão no mundo babar o neto e implicar com ele. E um neto que tinha como especialidade fazer o avô de bobo. E uma neta que, além de pintar o mundo, e até lobos maus, de cor-de-rosa, fazia o apartamento tremer, como num terremoto, com seus arrasadores “Nãããããooooo!!!’s”. Essas são as aventuras deles… para você rir à beça, brincar e se divertir!

Gigante pouco a pouco, de Pablo Albo
Você já reparou nos seus colegas? Eles são todos diferentes, não é mesmo? Mas, pensando melhor, todos devem ter dois olhos, um nariz, uma boca… Manuel também era igual a todos os seus colegas, só que um pouquinho diferente. Hoje seus pés parecem um pouco maiores, mas não deve ser nada de mais. Será? Nem todos pensam assim. Manuel vai passar uns bons bocados, bocadões!, para desfazer a confusão que causou na cidade. Mas e os seus colegas, o que vão fazer? Ah, eles estarão ali, bem perto de Manuel, e vão dar uma ajudinha – uma ajudona, na verdade, bem grande! –, mas será que vai dar certo?

Confusões de dona Ana x confusões de seu José, de Lidia Izecson
Dona Ana não se cansa de arranjar confusão. Na feira achou o tomate muito caro, perguntou se era bicho raro. Com seu pouco dinheiro, pensou em cozinhar um pandeiro. Era feito de batata, a única coisa barata. Seu José também não escapa de toda essa carestia. No mercado é um sufoco, e também na academia. Lá fica tão cansado, faz esforço redobrado pra chegar aonde queria. Levanta, estica e puxa, mas a barriga continua gorducha. E confusos desse jeito, será que se encontrarão, um vindo pela esquerda e o outro na contramão?

O ipê a sonhar, de Madza Ednir
Enquanto o ipê Pepê dorminhoco fica a sonhar, uma confusão começa a se formar. Foi só a bemtevi Vivi fazer um ninho em um dos galhos do Pepê, que a pipa Assanhada resolveu aparecer. Depois da Assanhada, veio vento, veio Lua, veio tudo o que se pode imaginar! E, enquanto isso, o ipê a sonhar… Será que ele não vai acordar?

O Telephone, de Luís Dill
Histórias paralelas se desenrolam simultaneamente, mas em tempos diferentes. Como isso é possível? São os mistérios da tecnologia. Ou seriam da antiguidade? Quando Vitor Hugo recebe de seus pais um presente inusitado, um telefone preto, bem antigo, com pê agá, mesmo, telephone, coisas estranhas começam a acontecer. Ligações misteriosas são recebidas e o garoto descobrirá detalhes de um passado inimaginável e que trouxe reflexos inclusive para o seu presente. O telephone está tocando. Você não vai atender?
Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: