quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Avaliação: 4/5
Editora: Globo Livros / Cortesia
ISBN: 9788525060037
Gênero: Chick-lit
Publicação: 2015
Páginas: 248
Skoob
Quando a Globo Livros entrou em contato com o blog perguntando se tínhamos interesse em resenhar esse livro, não pensei duas vezes antes de aceitar. Eu amo o gênero chick-lit e adoro conhecer novos autores. Estava ansiosa para realizar a leitura, pois além da capa linda, o livro é nacional, o que me deixou ainda mais curiosa. Comecei sem altas expectativas, mas, aos poucos, o livro me cativou e em poucas horas, quase sem que eu percebesse, já havia terminado. Além de ser divertido e trazer um romance muito fofo, identifiquei-me muito com a personagem principal.
Quando Saturno voltar traz a história da jornalista Déborah Zolini. Ela trabalha como assessora de imprensa de um pequeno time de futebol e está em relação estável há quatro anos, mal vendo a hora de subir ao altar. Ela leva uma vida tranquila, sem fugir muito da rotina, mas é frustrada com o seu emprego e seu namoro começa a dar muitos sinais de desgaste. Um dia, enquanto acompanhava o time em uma viagem para o Chile, ela se depara com uma cigana que diz que Saturno reserva grandes mudanças para ela. Quando nascemos, Saturno está de um jeito no céu e cerca de vinte e oito anos depois, retorna para o mesmo lugar em que estava no ano do nosso nascimento. Esse acontecimento é denominado o “retorno de Saturno” e é conhecido por causar reviravoltas, trazendo muitas surpresas.
Ainda que supersticiosa, Déborah não acredita nas palavras da cigana Saphira, achando tudo uma bobagem. Porém, sua opinião começa a mudar quando ela conhece um moço que lhe tirou o ar desde o primeiro instante. Aos poucos, os dois se aproximam e descobrem que têm muita coisa em comum. A nossa protagonista passa então a se questionar sobre a cômoda vida que leva e passa a sentir a necessidade de “ser mais”, de fugir da zona de conforto e buscar o que sempre quis. Ela reflete sobre seu namoro morno, sobre o emprego que exige demais e valoriza de menos, o fato de ter parado de correr atrás de seus sonhos.

A sua relação com Henrique é essencial para que ela repense suas atitudes e perceba que precisa mudar drasticamente. Aos poucos, ela passa a se afirmar, torna-se mais segura e vê sua vida tomar diferentes rumos. Percebe que ela mesma deve tomar as rédeas e tornar-se quem sempre quis ser. Durante esse processo, terá que repensar suas escolhas e ser corajosa, pois não é o caminho mais fácil que a fará alcançar seu destino.

Como mencionei antes, a leitura é extremamente rápida. Um dos grandes destaques da obra é que, apesar de trazer temática e narrativa leves, o livro propõe também algumas reflexões, já que apresenta uma protagonista insegura, que deve repensar ações e escolhas para dar um rumo para sua vida. Mostra que nada vem de graça ou cai do céu, é preciso promover a mudança. 
Déborah é bastante real, com seus defeitos e qualidades. Ela é jornalista, assim como eu, e eu me senti bem próxima da personagem tanto pelos questionamentos sobre a profissão, quanto à sua própria vida, como medos, incertezas, dúvidas que permeiam nossa existência. É impossível não nos enxergarmos um pouco nela, nos perguntarmos sobre tudo o que queremos mudar em nossas próprias vidas e o que é preciso para isso. 
O livro é encantador pois não é focado apenas no romance. Ele é parte fundamental da obra sim, mas eu diria que a temática principal é o reencontro da personagem com si mesma. Durante sua jornada ela amadurece imensamente até finalmente encontrar a felicidade. A mistura de todos esses elementos, como romance, amizade, ação, erros, acertos, crescimento, tornam a história dinâmica, divertida e fofa, sem abusar dos clichês.
A escrita da autora é deliciosa e a história super bem desenvolvida. Vale destacar que no início de cada capítulo há trechos do poema Ode a uma estrela, de Pablo Neruda. Os trechos enriquecem a obra e relacionam-se bem com a história. Outro ponto que merece destaque é a edição, que ficou maravilhosa. A capa, que já é linda, possui detalhes em relevo e o miolo do livro é todo trabalhado com constelações e pequenos detalhes. Além disso, as folhas são amareladas e a fonte confortável de ler. 
Quem gosta do gênero não pode deixar de conferir o livro de Laura Conrado, que em 2012 recebeu o Prêmio Jovem Brasileiro na categoria Melhor Escritor. A história diverte, encanta e surpreende, sendo uma ótima opção de leitura.

“Saturno sempre vem para nos fazer pensar sobre o que escondemos debaixo do tapete”

Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

  1. sexta-feira, 4 de setembro de 2015.

    Olá, tudo bem ?

    Não conhecia o livro, mas confesso que leio poucos livros de gênero – leio, porém, poucos -, mas confesso que a premissa dese não me cativou muito ainda que sua resenha tenha sido positiva. Quem sabe venha a ler um dia. Acredito, ou melhor, é bem provável que ela tenha ficado com o Henrique, né? rs

    Beijo!

  2. sexta-feira, 4 de setembro de 2015.

    Olá, tudo bem?

    O livro pareceu ser bem caprichado e não sabia que a autora é mineira. Vou anotar a dica. porque adorei sua resenha.
    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

  3. domingo, 6 de setembro de 2015.

    Oi, flor!
    Gostei muito de conhecer esse livro. 🙂 Eu aprecio o gênero chick-lit, mas uma das coisas que mais gosto é quando os romances trazem o processo de amadurecimento e reencontro consigo mesmo de um personagem. Isso foi o que mais me encantou em sua resenha (além da capa linda da obra!).

    Beijos!
    http://myqueenside.blogspot.com.br/

  4. domingo, 6 de setembro de 2015.

    Oi 😀
    Adorei sua resenha, fiquei super com vontade de ler este livro, já vou dar um jeito de comprá-lo…
    Escreve muito bem, parabéns!

  5. segunda-feira, 7 de setembro de 2015.

    Olá!
    Não conhecia a obra, mas ao ler a resenha eu fiquei muito curiosa para ler! Espero conseguir comprar em breve.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

  6. segunda-feira, 7 de setembro de 2015.

    Esse não é meu gênero favorito, e uma outra resenha que li do livro me desanimou totalmente e me fez risca-lo da lista, mas sua resenha mudou um pouco minha ideia. Parece que é um livro que valha a pena ser lido sim. Acho muito legal quando os personagens apresentam esse amadurecimento no decorrer da narrativa. Vou anotar para ler um dia!

    Infinitos Livros

  7. segunda-feira, 7 de setembro de 2015.

    Olá… tudo bem??
    Bom eu não curto muito essa temática e já tinha lido resenhas desse livro e não me chamou atenção.. ao contrário de você não curti a capa , a cor rosa está muito destacada, na verdade acho que é pink rs… de qualquer forma… se a leitura foi válida e de alguma forma te divertiu é o que realmente importa, mas essa dica no momento não é pra mim… Xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

  8. quarta-feira, 9 de setembro de 2015.

    Oi!
    Eu estou bem curiosa sobre esse livro, porque já li um outro da autora e gostei muito! Fico feliz por saber que em Quando saturno Voltar ela continuou com esse estilo leve, mas que consegue trazer algumas reflexões.
    Beijos
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

  9. quinta-feira, 10 de setembro de 2015.

    Tenho visto muita gente comentando muito bem desse livro da autora
    Eu comprei ele e estou bastante curiosa para fazer a leitura.
    Assim que puder eu vou iniciar, porque com certeza irei amar a trama.
    Gostei muito da sua resenha. Parabens =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/dia-de-quote-8.html

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: