Avaliação: 5/5
Editora: Nova Fronteira
ISBN: 9788520934784
Gênero: Suspense
Publicação: 2014
Páginas: 200
Skoob
O romance da rainha do crime intitulado Assassinato no Expresso do Oriente foi escrito em 1934. Primeiramente, como em muitos outros romances dela, está presente e é um dos principais personagens o detetive belga Hercule Poirot.

A história começa quando o detetive está voltando para casa, depois de resolver um crime em Londres, até que recebe um telegrama onde pede para que ele volte para a capital da Inglaterra para resolver um novo crime. Poirot então retorna e pega o Expresso Oriente, que liga Constantinopla (atualmente, Istanbul) até Paris.

No início da viagem, ele quase não consegue embarcar, pois o trem estava lotado, o que era difícil acontecer naquela época do ano. Apesar desses contratempos, Poirot embarca. Entre os passageiros, uma enorme variedade de nacionalidades e de classes sociais. Na segunda noite no trem, ele para devido a uma nevasca no meio da Iugoslávia e acontece um crime terrível: o passageiro Sr. Ratchett é morto a facadas. Como estão isolados e existe um assassino no trem, Poirot terá que solucionar mais um crime. A partir daqui, o detetive terá que interrogar todos no trem e tentar descobrir o assassino.

A minha leitura foi bem agradável, como o livro é divido em três partes eu dividi em três dias, mas poderia ter lido em um dia tranquilamente. A narrativa dela é envolvente e consegui me transpor para o ano de 34 e também para dentro do Expresso. Bom, quanto a resolução do crime, deixo em aberto e para a vontade de vocês de quererem descobrir.

Esta é minha a terceira obra da autora que leio, acabando o box número 1 da coleção da Editora Nova Fronteira. Porém, se você quiser palpitar em quem é o assassino deve prestar muita atenção nos detalhes. E você, já leu o livro? O que achou da solução?

Sobre o autor
Stephany Guebur Stephany Guebur, 21 anos (05/01) – Paraná Jornalista. Começou a ler no ensino fundamental, porque quanto mais livros apresentava, mais ganhava pontos na média. A partir daí, descobriu que ler é maravilhoso e que podemos viajar sem sair do lugar. Apesar de ter dado uma parada entre o ensino médio e a faculdade, sempre lia um livro aqui, outro ali. Entre seus livros favoritos estão a série "O Diário da Princesa", "Na Natureza Selvagem", e os de Monteiro Lobato, com os quais entrou no mundo da literatura, como muitas outras crianças. Além disso, é apaixonada por séries e viagens.


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: