Avaliação: 3,5/5
Editora: Galera Record/ Cortesia
ISBN: 9788501103123
Gênero: Young Adult
Publicação: 2015
Páginas: 256
Skoob
Naomi e Ely são melhores amigos desde sempre, eles cresceram juntos e sempre dividiram tudo, mas Naomi ama Ely mais do que deveria, apesar de fazer muito sucesso entre os garotos e ter um ex-namorado, Bruce – o primeiro, que ainda a ama, ela sonha que um dia ela e Ely ficarão juntos para sempre e acredita que os ambos pertencem um ao outro. Já Ely não vê Naomi dessa maneira, ele a ama também mas não da maneira que ela gostaria, ele prefere os garotos.

Para preservar a amizade e evitar desentendimentos, os dois decidem criar uma lista, a lista do não beijo, com nomes de garotos que nenhum dos dois pode ficar. Tudo está indo perfeitamente bem até que Ely acaba beijando Bruce – o segundo, o atual namorado de Naomi. Essa traição abala demais a amizade dos dois e Naomi fica sem namorado e sem o seu melhor amigo.

O livro é narrado em primeira pessoa e os capítulos se revezam não só entre Naomi e Ely, mas também entre os personagens secundários, o que torna muito mais interessante a dinâmica da história e dá pra ter uma noção muito mais ampla dos acontecimentos.
Os dois moram no mesmo prédio, e fica difícil fugir das fofocas dos vizinhos, todos acabam se envolvendo de alguma forma na confusão criada pelos dois. Chega a ser engraçado algumas situações que a briga dos dois proporcionam.

Ambos são muito orgulhosos e não dão o braço a torcer, Naomi se recusa a perdoar a traição, e Ely se recusa a admitir que cometeu um erro ao beijar o namorado da melhor amiga, para ele não foi nada demais até por que Bruce, o segundo, gostou do beijo. Isso irrita Naomi e confesso que também me irritou muito! Como alguém que sempre esteve do seu lado te trai e age como se não tivesse feito nada de errado?


A edição do livro está muito bonita e é um livro de leitura bem rápida e fácil. Os personagens em alguns momentos se expressam por símbolos, alguns são fáceis de serem interpretados já outros confesso que “penei” um tiquinho para entender, mas isso não chega a atrapalhar a leitura.

Apesar de ser um livro bacana, não foi o meu favorito do autor, acredito que por esperar demais da história acabei me decepcionando um pouco. É uma história bacana sobre amizade mas não chega a ser uma livro incrível.

Naomi & Ely e a lista do não beijo garantiu 3,5 estrelas! Se você curte histórias sobre amizade, fica a dica dessa leitura!

Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

  1. quinta-feira, 20 de agosto de 2015.

    Dessa mesma parceria de autores, eu li Nick & Norah e não fiquei muito feliz com a leitura. Isso está me deixando com o pé atrás pra ler Naomi & Ely, mas a história me chamou tanto a atenção que eu acho que vou acabar cedendo… É bom saber, porém, que eu também não devo esperar nada demais. Deu pra sentir na resenha que não é um livro revolucionário! Ainda assim, sinto uma empatia pela menina que se apaixona pelo amigo gay, quero ver no que isso vai dar, rs. E vai ter filme! Mais um incentivo. 🙂 Beijo!
    Lis | umareescrita.com.br

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: