segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Avaliação: 5/5
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582351246

Gênero: Young Adult
Publicação: 2013
Páginas: 304
Skoob
Minha metade silenciosa narra a vida de Stark, mais conhecido como Palito por ser muito alto e magro. Palito nasceu com uma deformidade, ele não tem uma orelha, devido a isso, ele sofre bullying diariamente, mas ele encontra em seu irmão um protetor, Bosten sempre está ali pronto para defendê-lo de tudo. A ligação entre os dois é muito forte, além de irmãos, eles são melhores amigos.
Stark e Bosten vivem com seus pais, uma família muito rígida e cheia de regras. Ao invés de encontrarem conforto em seu lar, eles têm que suportarem pais totalmente fora de si, que não dão a mínima para os filhos e chegam a ser muito cruéis. Os garotos vivem cercados por regras, caso deixem de cumprir alguma delas, eles são castigados e obrigados a ficarem em um quarto isolado, chamado como quarto de São Fillan.
Palito, além de, ter seu irmão como porto seguro, possui também uma melhor amiga, Emily, uma garota vê tudo a sua volta com simplicidade. Os dois são muito amigos, mas algo começa a mudar, Palito já não sabe se vê Emily apenas como uma amiga.
Tudo muda quando Palito e Bosten vão passar alguns dias com sua tia Dahlia, na Califórnia. Lá os garotos vivem uma nova realidade, eles têm o amor da tia, fazem novos amigos e se sentem aceitos, afinal jamais foram tratados assim em casa. Mas após este período de paz na casa da tia, a volta para casa é ainda pior, depois de uma briga feia com o pai, Bosten foge de casa, deixando Palito sozinho.
A partir daí Palito inicia a busca por seu irmão, essa aventura o fará mudar a visão que tem de si mesmo e do mundo.

Peguei esse livro para ler achando que iria encontrar uma história totalmente diferente, confesso que fiquei muito feliz por não ser exatamente o que eu esperava, pois, a história me surpreendeu demais. Minha Metade Silenciosa, não é só um livro sobre um garoto que sofre bullying, é muito mais do que isso… é uma história sobre amor, amizade, e acima de tudo crescimento.

No início somos apresentados ao protagonista, um garoto que sofre com sua situação e que vive em função do irmão, mas no final do livro, deixamos de ver uma pessoa fragilizada e conhecemos um garoto forte e capaz de superar qualquer adversidade.
O livro é narrado em primeira pessoa, vemos tudo na visão do protagonista, o que torna a leitura mais plausível com a realidade no personagem na história.  Alguns dos diálogos possuem espaços entre as palavras, como se fossem pausas, para sentirmos como ele escuta. Isso é muito bacana, pois nos sentimos na pele do personagem, no início confesso que demorei para me habituar com a leitura, mas depois ficou bem fácil. Outra coisa que achei bacana foi que o livro tem apenas uma orelha, a contracapa não tem orelha, assim como Palito. Esses detalhes enriquecem demais o livro.

A história é muito bem escrita, esse é o tipo de livro que você lê e quer que todo mundo leia, então recomendo muito a leitura.

Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: