segunda-feira, 22 de junho de 2015

Apesar de nosso país ter uma diversidade cultural maravilhosa e vivermos rodeados de pessoas com costumes e tradições diferentes das nossas, é encantador observar que há uma infinidade muito maior de culturas distribuídas em povos e tribos ao redor do globo terrestre. Juntei aqui 5 livros infanto-juvenis que li nos últimos meses para compartilhar com vocês um pouco do reflexo dessa riqueza mundial. Todos os livros eu releria de tão maravilhosos. Sem exceção, recomendo não só por causa da história, mas também das espetaculares ilustrações.


Apertada e Barulhenta
Texto e ilustração de Margot Zemach
Editora Brinque-book
32 páginas
De 7 à 11 anos

A história faz parte do folclore judaico, foi recontada nesse livro de modo simples e bastante divertido. Um homem insatisfeito com sua pobreza e sua vida em uma apertada e barulhenta casa, dividindo espaço com seus 6 filhos, esposa e sogra, resolve procurar o rabino para que lhe ajude a mudar de vida. A cada nova visita ao rabino, volta pra casa com uma tarefa a cumprir para que consiga alcançar o objetivo pretendido. Um ótimo livro, mostra nossa eterna insatisfação e ensina a valorizar cada pequena coisa que temos.

As babuchas de Abu-Kassem
Texto de Rosane Pamplona
Ilustração de Tatiana Paiva
Editora Elementar
40 páginas
De 7 à 11 anos

É uma lenda comum nos países que fazem parte da península arábica, conta que um homem muito rico e extremamente avarento usava babuchas tão surradas e chulezentas que todos o conheciam por causa disso. Um dia, ao fazer um excelente negócio que lhe daria muito lucro, resolve gastar algumas moedas e tomar um banho público, comum na cultura árabe, a partir daí começa uma série de confusões engraçadíssimas. Será que Abu-Kassem comprará novas babuchas?

 Azur e Asmar
Texto e ilustração de Michel Ocelot
Editora SM
72 páginas
A partir de 12 anos

Azur e Asmar são criados como irmãos, Azur é rico, loiro e de olhos azuis, Asmar é o filho da babá Jenane, tem olhos e cabelos negros. Ambos crescem como irmãos, ouvindo histórias e músicas do povo de Jenane, umas das músicas que ela cantava dizia que quando Azur fosse jovem salvaria a fada dos Djinns, pequenos seres que cuidam da natureza. O pai de Azur se aborrece com o que a ama tem ensinado para o menino e a manda embora, sem ter para onde ir, ela volta para sua terra.  Ao tornar-se adulto, para espanto do pai, Azur decide viajar além-mar para cumprir seu plano de salvar a fada. Porém, ao chegar, é tratado mal por ser estrangeiro e finge-se de cego para com a ajuda de um andarilho chamado Crapoux vai em busca das 3 chaves mágicas que libertarão a fada. Como viverá agora Jenane e Asmar? Será que Azur está realmente destinado a salvar a fada dos Djinns? A amizade de Azur e Asmar permanerá como antes? Ainda não assisti o filme, porém foi o longa metragem que deu origem ao livro. Ilustrações magníficas. Leitura recomendada para crianças a partir dos 12 anos.



Mamãe, você me ama?
Texto de Barbara M. Joosse
Ilustração de Barbara Lavallee
Editora Brinque-book
28 páginas
De 3 à 9 anos

O título chamou minha atenção, pelo fato de minha filha sempre fazer essa pergunta para mim. A menina repete a pergunta no decorrer de toda a história e criando diversas situações que no seu pensamento poderiam fazer com que a mãe mudasse de ideia quanto ao amor, a mãe por sua vez pacientemente responde, mostrando como o amor de mãe é imutável. As ilustrações são sensacionais, os pequenos vão amar. O diferencial da história é ter sido ambientado no ártico, região pouco explorada em livros, além de que no final existe um glossário explicando cada objeto, animal ou utensílio apresentado na história e seu significado para os árticos.


Última busca de Gilgamesh
Texto e ilustração de Ludmila Zeman
Editora Projeto
24 páginas
A partir de 12 anos

Esse livro é escrito e ilustrado por Ludmila Zeman, baseado no poema épico, um dos mais antigos textos da literatura mundial, “A epopeia de Gilgamesh”. O texto mostra a busca desse rei para encontrar a imortalidade. O livro é grande e as ilustrações fazem você viajar junto com Gilgamesh através das Águas da Morte. Muitos perigos terá que enfrentar. Será que ele alcança seu objetivo? Leitura recomendada para crianças a partir dos 12 anos.


Por Nara Dias
Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

  1. quarta-feira, 22 de julho de 2015.

    Olá!!!
    bom primeira concordo contigo, nosso pais tem uma diversidade cultural incrível! conheço um pouco do nosso folclore e gosto muito, mas nunca tinha me aventurado em de outros países. achei seu post sensacional. Acho que vou me aventurar mais com certeza!
    bjs

  2. quarta-feira, 22 de julho de 2015.

    Oi, Nara! =) Achei todas as indicações maravilhosas. Sei o quanto é importante incentivar a leitura para os pequenos, assim como é fundamental mostrar que a diversidade é algo natural e que, apesar de termos características e culturas diferentes, todos somos iguais. Os livros são uma ótima ferramenta de apresentar essas realidades para as crianças. Anotei todas as dicas!

  3. quarta-feira, 22 de julho de 2015.

    Olha primeiramente quero te parabenizar pela postagem, porque eu achei interessante você querer incentivar a leitura para as crianças. Eu acho isso muito válido, porque muitos ainda não tem esse costume e sinceramente acho muito legal. E também tem livros que deveriam ser indicados para o ENSINO FUNDAMENTAL. Nada daqueles clássicos complicados no começo sabe. Primeiro fazer as pessoas gostarem da leitura para depois jogar uns livros mais complexos. Pelo menos é a minha opinião, porque eu peguei trauma viu hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-princesinha.html

  4. quarta-feira, 22 de julho de 2015.

    Olá!

    Não sou muito ligada a livros mais voltados para os mini-leitores, mas é muito bom poder ver essas indicações e, concordo com você, nosso País é cheio de culturas e é muito legal pensar no que e rola pelo mundo também. Parabéns pela postagem.

    Beijo!

  5. quinta-feira, 23 de julho de 2015.

    Olá!
    Não leio muito infanto juvenis
    Mas anoto tudo para comprar pro meu filho
    Adoro que tenha várias culturas
    Adorei sua dias
    bjs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

  6. quinta-feira, 23 de julho de 2015.

    Adorei o post, realmente temos uma grande diversidade de culturas. Anotei todas suas dicas.

  7. sábado, 25 de julho de 2015.

    Olá!
    Achei incrível esse post. Não conheço muitas obras que abordem culturas diferentes, então cresci o olho na maioria das indicações e espero conseguir ler em breve!

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

  8. segunda-feira, 27 de julho de 2015.

    Oie, tudo bom?
    Ai meu Deus que coisa linda! Juntou as duas coisas que eu mais amo que são livros infantis e culturas! Eu amo esses tipo de contato com uma sociedade totalmente diferente de mim e procuro aprender muito com todos eles! Preciso desses livrinhos e acho que minha afilhada vai amar também.
    Beijão
    http://sarahmarques.com.br/

  9. segunda-feira, 27 de julho de 2015.

    Nara, gostei muito das suas dicas de leitura! O que mais me atraiu foi o primeiro livro, por causa da insatisfação crônica do personagem. Mas gostei também do livro sobre o amor materno ser imutável… Bacana a mensagem que transmite. Concordo que as ilustrações são lindas! Anotei as dicas.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

  10. terça-feira, 11 de agosto de 2015.

    Olá!
    Esses livros é bom para as crianças conhecerem outras culturas.
    Amei as ilustrações. vou anotar para poder comprar pro meu filho.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

  11. quinta-feira, 13 de agosto de 2015.

    Oi Nara,

    Amei a sua maratona e ao compartilhar conosco me deu a chance de conhecer cinco obras que poderei usar em treinamentos de jovens e empresas, pois gosto muito de fechar encontros/dias de trabalho com histórias do gênero.

    Beijos
    Tânia Bueno
    http://www.facesdaleitura.com.br

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: