Avaliação: 2/5
Editora: Companhia Editora Nacional
/Cortesia  
Gênero: Romance Erótico/Adulto
ISBN: 9788501403834
Publicação: 2013
Páginas: 336
 Skoob
Atenção: Essa resenha é recomendada para maiores de 18 anos!


No terceiro e último volume da trilogia After Dark, Beth, mais uma vez, fica sem notícias de Dominic, que após não conseguir um juramento dela de que não aconteceu nada entre ela e Andrei, a abandona, se demite do emprego e vai abrir sua própria empresa. Enquanto isso, Beth ia viajar para a Rússia com Andrei, a fim de analisar o quadro que ele comprou sem o veredito de Mark.


A partir daí são só reviravoltas, Andrei descobre que o quadro era falso e Beth fica sabendo que na verdade não houve nada entre ela e Andrei, ponto em que ela corre atrás dele para esclarecer as coisas e tentar reatar o namoro. Até aí, tudo corre mais ou menos bem, não fosse Andrei e sua obsessão por Beth, que o faz tentar de tudo para tê-la a seu lado.

Mais uma vez a autora conseguiu voltar para o ponto onde o livro é cansativo e bem repetitivo. Ela conseguiu jogar no lixo toda a melhora que havia conseguido no segundo volume. Ela tinha a faca e o queijo na mão com a inserção de Andrei na história, mas resolveu estragar tudo tornando-o um vilão sem graça e que desiste muito fácil. Todo o brilho que ele tinha dado a história morreu, e o livro voltou a ser a lenga lenga que era antes.
Beth continua um tanto chata, e, na minha opinião, fazendo as coisas mais sem noção do mundo. Tem horas que eu não consigo acreditar que ela realmente teve certas atitudes. A única coisa que evoluiu nela com relação ao relacionamento dela com Dominic é o fato de ela ser um pouco mais honesta com ela, parando de esconder coisas ridículas que causam problemas gigantescos que poderiam ser evitados se ela simplesmente abrisse a boca.


Outro detalhe é que finalmente Dominic resolve seu problema com o BDSM, que, pra início de conversa eu nem sei porque o drama todo em cima desse assunto. Depois de passar boa parte dos três livros apenas sumido, resolvendo seus problemas, ele finalmente aparece pra isso. 


E o que falar do final? Ele foi simplesmente decepcionante. Completamente sem graça, sem sal nenhum. Depois de toda a enrolação, todos os problemas, todas as reviravoltas que sofreram, Beth e Dominic tem um final beeeem sem graça. Sem falar que em três livros eles não conseguiram evoluir em nada. A história parece que não saiu do lugar. Teve momentos bons no segundo volume, mas no terceiro voltou pra monotonia do primeiro.

Acredito que a trilogia seja só pra quem gosta de livros eróticos daqueles que quase não tem pano de fundo que faça sentido. A trilogia toda é repetitiva, muito “mais do mesmo”, e apenas o segundo livro tem algo que vale a pena. Apesar de ter uma narrativa relativamente boa, a autora pecou muito no desenvolvimento da história. Então, se você está procurando algo inovador, refrescante e que te mantenha interessado o tempo todo, esse definitivamente não é um livro pra você.

Por Larissa Gaigher
Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

  1. terça-feira, 16 de junho de 2015.

    Oi!
    Não conhecia a trilogia, mas não parece o tipo de livro que eu ia gostar de ler, ainda mais se tudo soa "mais do mesmo". E que pena que o desfecho foi uma decepção para você.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: