segunda-feira, 25 de maio de 2015

Avaliação: 4/5
Editora: Biruta, Cortesia
ISBN: 9788578481360
Gênero: Juvenil
Publicação: 2014
Páginas: 200
Skoob

Classificado como literatura juvenil, Morada das lembranças é um livro que surpreende pela narrativa densa, rica e poética. Em suas 200 páginas, a obra conta a história de uma menina, que ainda muito nova teve que fugir com sua mãe e irmão pequeno da Rússia, que na época, por volta de 1920, promovia perseguições a diferentes grupos, como o de judeus. Como sua família era judia, ela teve que partir em busca de novos horizontes. Seu pai não poderia acompanhá-los, já que havia sido assassinado alguns dias antes.

Dividido em oito capítulos, além do prólogo e de um texto contextualizando a época, o livro narra, em primeira pessoa, a jornada seguida pela menina e uma imersão em suas lembranças e esperanças. Apresenta desde a fuga, quando ela tinha sete anos, até a chegada ao Rio de Janeiro, local de destino e a passagem do tempo. O amadurecimento precoce da protagonista e a narrativa rica e cheia de metáforas me fizeram lembrar de Valter Hugo Mãe. Halla, a personagem de “A desumanização“, e Maria (nome que a pequena russa adota ao chegar no Brasil) são bem diferentes, mas carregam em si marcas de uma difícil existência.

Tanto a fuga, a travessia e a chegada ao país foram complicadas para a família russa. Ao chegar no Brasil, hospedaram-se na casa da avó, que havia fugido alguns anos antes. Ela, porém, abrigava-os por obrigação e fazia de tudo para tornar a vida difícil. Isso piora quando a mãe morre e Maria perde os resquícios de sua infância para cuidar do irmão pequeno. O desejo que tinham de construir uma vida melhor ao chegar na América é apagado pelos claros obstáculos a serem enfrentados no país.

O livro é lindo, emocionante e desperta diversos sentimentos durante a leitura. A história de Maria é muito real e triste, mas o capítulo final, “Renascimento”, fecha muito bem a obra e traz esperança. No início e no fim, inclusive, somos apresentados à neta de Maria, que fica incumbida de adentrar a morada das lembranças da avó e contar a sua história para o mundo. A única coisa que achei que poderia ter sido explorada melhor é a relação entre avó e neta. Fiquei um pouco triste ao virar a última página, pois esperava ler mais sobre as duas juntas. Porém, isso não é um ponto negativo. A escolha feita pela autora também ficou muito legal.

Além da história, a edição feita pela Biruta também está lindíssima. Cada capítulo assume uma tonalidade diferente e praticamente todas as páginas do livro contam com ilustrações que remetem à colcha de retalhos, a maneira como a história ia sendo construída, bordada. Além de tornar o livro mais bonito, torna também a leitura mais dinâmica.

Apesar de juvenil, Morada das lembranças é um livro para ser apreciado por todos. Escancara as belezas e as durezas da vida, do exato jeito que ela é. Também vem, com excelência, para lançar Daniella Bauer ao mundo da escrita. Se este é o seu romance de estreia, estou ansiosa para o que vem por aí.

“Somos feitos das escolhas que fazemos ou das que deixamos escapar? Nunca saberemos. São tantas as teorias a respeito do que somos de fato que, às vezes, nos perdemos no básico. Somos o resultado entre vácuo e preenchimento, escuro e claro, doce e amargo, amores e dissabores, derrota e vitória, vigor e fragilidade, firmeza moral e fraqueza de caráter”

“O que difere um ser humano de outro? Sua cor, a cor de seus olhos, os pensamentos que habitam sua cabeça, os princípios de seu coração, o amor pelo próximo, a dor, a fome, a fé?”

“A estrada que percorri até aqui guarda as marcas de minhas passadas e me conhece a fundo. Sabe das minhas histórias vividas e das inventadas. Foi testemunha muda de meus tropeços, das viradas acertadas que também fiz na vida. Também testemunhou minhas lágrimas, meus pedidos, meus amores, meus sorrisos trocados, minha solidão” 

Sobre o autor
Camila Tebet
Camila Tebet Camila Tebet, 24 anos (05/06) – Paraná Jornalista, tem a literatura como uma de suas paixões. Acredita que os livros têm o poder de transformar e falar sobre essa arte é um de seus passatempos favoritos. Entre os seus livros favoritos estão "Harry Potter" (é claro), "Na Natureza Selvagem", "Orgulho e Preconceito" e "A Menina Que Roubava Livros". Também é apaixonada por séries, cinema e fotografia. Escreve também para o site www.expressocultural.com.


Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. segunda-feira, 25 de maio de 2015.

    Achei perfeito essa ideia da edição com os retalhos! Já estava intrigado com a capa do livro, traz uma impressão singela e convidativa. Quero muito ler! Gosto muito dos livros que mencionam a perseguição de povos, eles são quase sempre duros de ler, no sentido de aflorar emoções, mas são bons pra lembrar-se do quanto o ser humano pode ser cruel. Eu, honestamente, não duvidaria se tudo aquilo que se extrapolou na segunda-guerra viesse novamente à tona, os conservadores se deliciariam com isso e já travam constantemente guerra contra minorias e “diferentes”.

  2. segunda-feira, 25 de maio de 2015.

    Primeiro, que resenha magnífica. Difícil encontrar resenhas assim, madura, com aspecto imparcial e profissional. Bom, mas sou leitora de seu blog, então pode parecer suspeito. Quanto ao livro, no início, lembrei de A menina que roubava livros, lembrança que foi se dissipando conforme me deleitava em seu texto. Me parece ser uma obra real, não afirmo, digo da impressão mesmo, pois existem a história de muitas pessoas que fugiram da guerra e vieram ao Brasil. Também senti um ar de melancolia, mas tudo isso é divagação frente a sua resenha… Eu gostei muito do que li, o título a sinopse e as fotos. Muito perfeito… <3 Estou encantada!
    http://www.poesianaalma.com.br/

  3. segunda-feira, 25 de maio de 2015.

    Achei bem interessante o livro, esse é um estilo de livro que eu leria, a capa também não deixa a desejar é muito convidativa e sua resenha foi bem instigante, parabéns.
    http://literaturaparaosaber.blogspot.com
    Abraços.

  4. segunda-feira, 25 de maio de 2015.

    Oláá
    Sua resenha está ótima, eu nem li o livro e já estou encantada por essa edição linda, adorei a capa e tudo mais, espero poder ler em breve e adorar.
    Muito bom

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

  5. segunda-feira, 25 de maio de 2015.

    Também tenho que elogiar a resenha. Foi uma delicia de ler. E se eu já estava ansiosa pela leitura do livro, com sua resenha só aumentou. Pretendo lê-lo em breve.

    Livros que trazem memorais sempre são emocionantes e quando são bem escritos, com linguagem poética, como você pontou, só contribui para a história nos contagiar.

    Beijos!

  6. terça-feira, 26 de maio de 2015.

    A edição está belíssima mesmo, a Biruta sabe como caprichar!
    Manteiga derretida do jeito que sou, acho que iria chorar muito ao ler este livro.
    Meus parabéns pela resenha, sua escrita flui de forma leve e agradável 😉

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

  7. terça-feira, 26 de maio de 2015.

    Adorei a resenha! Vou começar a ler o livro. Essa edição está muito bonita mesmo.

  8. terça-feira, 26 de maio de 2015.

    Oi, como vai?
    A edição está realmente impecável e o livro parece ser incrível. Gosto muito de histórias que retratam fugas de judeus e coisas do tipo, acho que sempre nos trazem lições incríveis e tocantes.
    Ainda não conhecia esse e adorei conhecer, espero poder em breve conhecer melhor a jornada de Maria.
    Beijos!

  9. quarta-feira, 27 de maio de 2015.

    Olá! Tudo bem?
    Nossa, a Biruta sempre capricha muito nas edições de seus livros, né?
    Achei a história dele muito interessante, com certeza vou querer ler em breve. E além de tudo, parece ser um livro lindo (esteticamente falando, rs)!
    Beijos
    Carol
    http://www.sobrevicioselivros.com

  10. quarta-feira, 27 de maio de 2015.

    Fiquei extremamente interessada no título, obrigada por uma resenha tão maravilhosa. Livros que nos dão esperança são perfeitos. Amo. Beijos

  11. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi Camila, tudo bem?
    Essa é a primeira resenha que leio sobre o livro e me senti bastante atraída pela história, não costumo ler histórias sobre perseguições mas essa me pareceu bem intensa e emocionante. A diagramação do livro também está linda.

    Bjs, Glaucia.
    http://www.maisquelivros.com

  12. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Olá!

    Primeiramente as fotos ficaram lindas! Eu ainda não li nada da editora mas sei que eles tem um cuidado enorme com as obras a diagramação está linda!
    Eu não conhecia o enredo mas eu achei maravilhoso esse enredo e mesmo o final não sendo o que você queria, eu gostei bastante dele.

    Beijinhos,
    http://www.entrechocolatesemusicas.com

  13. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi, Augusto! A edição é realmente maravilhosa. Todos os elementos se encaixam. O livro retrata de uma maneira muito bonita a jornada da família da menina até chegar ao Brasil. Realmente, esse tipo de livro é extremamente importante e um choque de realidade. Beijos!

  14. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Liliian, muito obrigada pelo seu comentário!! Fico muito feliz por você ter gostado =) "A menina que roubava livros" é um dos meus livros favoritos, mas a obra da Daniella é tão diferente que eu nem cheguei a traçar essa comparação. Agora que parei para refletir nas semelhanças. Mas, ainda assim, são poucas. O livro é ficcional, mas poderia mesmo ser real, com certeza muitas pessoas passaram por isso. Espero que você dê uma chance à obra e se encante tanto quanto eu! Beijos

  15. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Olá, Vinicius. Obrigada pelo comentário! O livro é lindo tanto pela sua estética, quanto pela sua história. Vale a pena! Beijos

  16. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi, Catharina. Muito obrigada! =) Que bom que gostou. Espero que se encante pela obra assim como eu! Beijos

  17. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Nilda, muito obrigada *-* Fico muito feliz por ter me expressado bem sobre esse livro incrível. A história é mesmo emocionante. Vale muito a pena! Beijos

  18. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Quando fiz o meu pedido, fiquei muito em dúvida sobre qual livro solicitar. Todos são maravilhosos! No fim, fiz uma excelente escolha. 🙂 Muito obrigada pelos elogios, fico feliz de ter transmitido bem a minha opinião! Espero que você leia e goste tanto quanto eu. Beijos!

  19. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Obrigada! Espero que goste =)

  20. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi, Gab! Vou bem e você? Que bom que gostou da indicação. O livro é mesmo maravilhoso e merece ser lido <3 Beijos!

  21. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    As edições dessa editora são maravilhosas =) Que bom que se interessou, Carol! O livro é maravilhoso, tanto esteticamente quanto à sua história! Beijos e ótima leitura 😀 Beijos

  22. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi, Nara! Muito obrigada pelo seu comentário *-* Fico muito feliz que tenha gostado! Beijos

  23. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi, Glaucia! Que bom que você se interessou =) O livro é maravilhoso, vale a pena. Beijos!

  24. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi, Ana Paula 😀 Obrigada!! Que bom que você se interessou pela obra. Vale super a pena 😉 Se for ler, depois me conte o que achou. Beijos!

  25. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oi Camila, tudo bem? Nossa, os livros da Biruta vem surpreendo cada vez mais, cada um mais interessante do que o outro. Já tinha lido uma resenha desse e fiquei bem interessada e estou ainda mais, gosto de histórias com personagens fortes, e que passam por momentos difíceis e mesmo com todos os motivos para desistir de lutar, continuam corajosos. Quero muito conhecer a Maria e sua jornada, o que ela teve que enfrentar. Parece ser uma história muito bonita e triste, mas que bom que o finalzinho nos trás esperanças.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

  26. sábado, 30 de maio de 2015.

    Nossa! Fiquei bem entusiasmada para ler este livro! O tema é triste, mas fala de uma épica que me chama muito a atenção. Sem falar que as ilustrações e a capa estão sensacionais. Sua resenha me deixou com gostinho de quero mais. =) Anotado aqui!

    Beijinhos!
    Pensamentos Valem Ouro

  27. sábado, 30 de maio de 2015.

    Oi Camila, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas gostei muito da premissa e gosto de temas mais fortes. A Biruta vem caprichando na diagramação, né? Nunca li nada deles, mas sempre vejo comentários sobe esse cuidado com a diagramação, as ilustrações e adorei as fotos que colocou. Em suma, parabéns pela resenha e ela só me animou em ler o livro.

    Beijos,
    Leitora Sempre

  28. sábado, 30 de maio de 2015.

    Adorei sua resenha, não conhecia o livro, mas já me apaixonei!! Que diagramação mais linda, e com esse enredo, eu gosto muito de historias assim, de me comover ao ler!! Esse eu vou marcar agora no Skoob para não esquecer esse nome!!

  29. segunda-feira, 1 de junho de 2015.

    Olá!! Essa história parece ser muito interessante e emocionante, já chamou minha atenção!
    Além disso, a diagramação e a capa estão lindas! Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Fernanda
    http://www.oprazerdaliteratura.com.br

  30. terça-feira, 2 de junho de 2015.

    A diagramação está linda! É a segunda resenha que leio do livro, e me animei ainda mais a ler. Fico chocada pelo quanto os judeus foram perseguidos, aí a menina chega toda traumatizada na casa da avó e ainda é maltratada…Fiquei curiosa para conhecer a história dela, se ela teve uma neta que a conta é sinal de que conseguiu superar as dificuldades e viver bastante, né?

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

  31. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Rafaella. Obrigada pelo comentário 🙂 Sim, a editora tem publicado livros lindos! Impossível não se apaixonar. Espero que você goste da história de Maria e se surpreenda tanto quanto eu 😀 Beijos

  32. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Vanessa, que bom que te deixei com vontade de ler. É um livro lindo, merece ser conhecido e apreciado por outras pessoas. Espero que você goste!

  33. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Jéssica 🙂 Obrigada pelo comentário, que bom que gostou da resenha. O livro é lindo esteticamente e sua história também é maravilhosa. Espero que você leia e goste! 🙂 Beijos

  34. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Aline! Que bom que se interessou. Depois venha me contar o que achou 😉 Beijos

  35. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Obrigada pelo comentário, Fernanda! Que bom que a obra te chamou a atenção. Espero que você goste =) Beijos

  36. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Ju. Realmente, a história dela não é nada fácil, mas vale a pena conhecer 😉 Espero que você goste tanto quanto eu. Beijos

Comentários no Facebook