Editora: Novo Conceito / Cortesia
ISBN: 9788581635774
Gênero: Juvenil
Publicação: 2014
Páginas: 288
Skoob

Pensando em trazer novas opiniões e apresentar para vocês novos olhares a partir de uma mesma obra, esta resenha seguirá um formato diferente. Logo abaixo, vocês encontrarão duas opiniões a respeito de O Grande Ivan, escrito por Katherine Applegate, lançado pelo selo #Irado, da Editora Novo Conceito. O livro é voltado para o público juvenil, mas nada impede que seja lido e apreciado por leitores mais velhos. Por isso, eu, Camila, de 21 anos, convidei a minha irmã Melissa, de 11, para ler a história junto comigo e compartilhar o que ela achou da obra.

Camila
Avaliação: 4/5


Publicado no ano passado pela editora Novo Conceito, o livro O Grande Ivan apresenta a história de um gorila de 27 anos, que ainda filhote foi retirado da natureza e da família e levado para o Grande Shopping e Fliperama da Saída 8, local em que funcionava um pequeno circo. Desde pequeno, ele sempre foi a atração do local. Famílias vinham de diversas partes do país para visitá-lo. Além disso, ele tinha um dom artístico muito especial. Seus desenhos eram comercializados e faziam enorme sucesso com o público.


Em um primeiro momento, quando passou a conviver com a civilização, o gorila Ivan vivia com os donos, um casal que o tinha como filho. Ele era tratado com amor e paciência, até o dia em que sua “mãe” sai de casa. A partir daí, sua vida entra em declínio. O dono Mack já não dá a devida atenção a ele, além de que o circo está passando por diversas dificuldades, já que ninguém mais vê graça em suas travessuras e números. Assim, Ivan passa por mais um trauma e é deixado de lado, passando a viver no shopping, de maneira solitária.

Seus únicos companheiros são o cachorro de rua Bob, que dorme dentro da jaula de Ivan, e a elefante Stella, a outra atração do circo, que foi muito maltratada durante a vida e sofre com os avanços da idade. Juntos, os três passam os dias sem ter o que fazer, e por vezes são obrigados a se apresentar em condições adversas. O ponto alto de seus dias é quando recebem a visita de Júlia, filha do zelador do shopping, que passa algumas horas fazendo companhia para os animais. Ela, assim como Ivan, gosta de desenhar, e por isso é capaz de entendê-lo melhor do que ninguém. 

Um dia, para tentar aumentar os lucros, o circo recebe sua mais nova moradora: a filhote de elefante Ruby. Assim como Ivan e Stella, ela foi retirada de sua família, por isso está muito assustada, com medo do que pode acontecer. Com a ajuda dos animais do circo, ela tentará passar por essa situação. Por ser da mesma espécie, ela desenvolve uma ligação muito forte com Stella, que passou pela mesma situação da filhotinha e enxerga tudo com muita tristeza. Infelizmente, Stella não andava bem há algum tempo e piora consideravelmente, já que não havia dinheiro suficiente para seu tratamento. Antes de morrer, ela pede que Ivan cuide de Ruby e não deixe que ela passe anos em uma jaula, tendo o mesmo destino que o seu.

Depois de receber o pedido da velha amiga, Ivan passa a refletir sobre a triste condição em que eles se encontravam: presos, sem liberdade e longe da natureza e de outros animais da mesma espécie. Assim, para que a pequena Ruby tivesse uma chance de se libertar, ele arquiteta um plano para chamar a atenção da sociedade para a situação. Para isso, os aliados serão os seus desenhos e a amiga Júlia.

Mesmo que voltado para crianças, de cerca de dez anos, O Grande Ivan é um livro incrível para todas as idades. Misturando fatos reais com ficção, a autora Katherine Applegate criou uma história cativante, envolvente, sensível, com toques de humor e chamando a atenção para um assunto muito triste e sério: maus tratos a animais. Com capítulos curtos, narrados em forma de diário, a autora apresenta personagens incríveis e, no fim da historia, deixa uma lição muito legal, já que mostra que os bichos também precisam ser tratados com respeito e dignidade.

Apesar de ter momentos de humor, a história dos animais que moram no shopping é muito triste. A cada página, Ivan, Stella, Ruby e Bob mostram como é difícil serem tratados com descaso, como se não sentissem necessidades tanto físicas quanto de afeto. Fazendo-se valer de uma narrativa leve, a autora apresenta para as crianças essa forte temática e ensina que os animais possuem seus direitos. No fim, traz também esperança, já que mostra que é possível promover a mudança, contribuir para um mundo melhor.

Eu não esperava tanto dessa leitura e terminei completamente encantada. A história me cativou, assim como os personagens me conquistaram. Indico a leitura principalmente para crianças, mas sugiro que a leitura seja acompanhada pelos pais, para que conversem com os filhos sobre a história, já que a obra traz questionamentos muito legais e pertinentes. Além de ter um enredo incrível, o projeto gráfico do livro é muito bonito, chamando a atenção e despertando o interesse. A capa é dura, as folhas amareladas e a diagramação agradável, além do livro contar com diversas pequenas ilustrações. 
“Os humanos podem nos surpreender às vezes. Uma espécie imprevisível, esses Homo sapiens”


Melissa

Avaliação: 4/5

Eu achei a história fofa e bonitinha, mas eu não amei e adorei, eu apenas gostei. A história foi meio triste, mas chega a uma parte que a situação dos animais melhora muito e o final foi como eu esperava. Não encontrei nenhum ponto negativo. Meus personagens preferidos foram Ivan e Bob, mas também gostei de Ruby, que juntos, encontraram lares. 

O projeto gráfico ajudou bastante, já que, por ser em formato de diário, as páginas não são completamente preenchidas. Estava na página 50 e quando vi já era 170. A leitura é rápida e envolvente. Além disso, achei a capa fofa, e as ilustrações também.  Eu indicaria esse livro a crianças de nove e dez anos. O livro foi legal e emocionante, além de ser engraçado em algumas partes.
Sobre o autor
Viagens de Papel O blog Viagens de Papel foi criado em 22 de janeiro de 2013 com o intuito de promover diálogo sobre literatura, paixão que todos os autores do projeto têm em comum. Através de resenhas, lançamentos, listas, dicas e variadas matérias, queremos que você sinta-se em casa e aprecie o conteúdo nosso conteúdo! =)


Deixe uma resposta

  1. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Eu li esse livro, o melhor que a Novo Conceito lançou. Quando escrevi a resenha, disse que servia para todas as idades, crianças e adultos. Algumas coisas que estão na obra, só farão sentido para as crianças com o tempo, em alguns casos, outras, elas entenderão facilmente.
    http://www.poesianaalma.com.br/

  2. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Ola Meninas só a capa já me conquistou, é raro vermos histórias delicadas assim com animais como protagonista e isso me chamou demais a atenção. Quero muito ler . Fiquei feliz ao saber que a leitura foi ótima para as duas. beijos

    Joyce
    http://www.livrosencantos.com

  3. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oie!! os livros lançados por esse selo já são chamativos por si só, mas ouvi muitos blogueiros falando super bem do livro, gosto muito dessas histórias que apesarem de em tese serem infantis podem ser lidas por qualquer público, acho que elas tem muito a nos ensinar. adorei a forma que fizeram a resenha 😉 bjs*…*
    http://notinhasderodape.blogspot.com.br

  4. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oláá
    Ouvi poucas cisas sobre o livro mas parece ser bem legal, ainda mais depois dos elogios haha quem sabe não arrisque caso tiver oportunidade.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

  5. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Quando o livro foi lançado mesmo lendo a sinopse ele não me interessou, mas achei super legal a resenha com a sua opinião e da sua irmã mais nova, sempre a percepção sobre a leitura será diferente é muito interessante! Minha filha tbm le e resenha, isso é ótimo para incentivar! Bjkas

  6. quinta-feira, 28 de maio de 2015.

    Oiii, adorei a resenha. Ver o ponto de vista, de duas meninas de idades diferentes. E perceber que de alguma forma o livro conquistou as duas, foi muito legal. Desde que este livro foi lançado, tenho vontade de ler, me encantei pela e capa e sinopse. E a resenha de vocês só me deu mais vontade de ler logo. Parabéns!

    beijos

    http://livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

  7. sexta-feira, 29 de maio de 2015.

    A capa é tão fofa. Eu não li esse livro, mas pelo resumo da obra vejo que ela aborda questões importantes em relação a preservações do animais. Mas também tem a questão da amizade, que é um dos sentimentos mais lindos que existe. É um livro que eu gostaria de ler.

    Beijos!

  8. sexta-feira, 29 de maio de 2015.

    Ahhh adoro o que é fofo e bonitinho! E se são educativos melhor ainda…
    Amei a indicação!
    Beijão
    Blog Cheiro de Livro Nacional

  9. domingo, 31 de maio de 2015.

    Eu não conhecia esse livro, de verdade, mas depois de ler a sua resenha, eu realmente me animei com a leitura. Normalmente não seria um livro que eu colocaria na estante sem ter lido uma indicação antes então, quero muito!

    laoliphant.com.br

  10. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Lilian. É verdade, algumas coisas só quem é mais velho entende. Acho que é um livro para se revisitar sempre. A história é linda e a autora trabalhou muito bem a temática. Beijos!

  11. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Joyce! Que bom que te chamou a atenção. A história é linda, esperamos que goste tanto quanto nós 🙂 Beijos

  12. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Dos que li até agora do selo #Irado, foi o que mais gostei. É lindo, comovente. É o tipo de livro que vai além do entretenimento e eu acho incrível que tenha sido escrito para crianças. Beijos e muito obrigada pelo comentário, que bom que gostou do nosso texto =)

  13. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Olá, Catharina e Daiane. Que bom que gostaram da indicação. Esperamos que gostem tanto quanto nós 🙂

  14. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Danielle. Que bom que gostou do formato da resenha =) A ideia é mostrar que livros infantis/infanto-juvenis podem ser apreciados por diversas faixas etárias 😉 Além disso, a leitura conjunta também proporciona diversas reflexões aqui em casa. Sempre converso com ela sobre os livros, as lições que eles passam etc. Acho que a leitura é essencial para a formação crítica e sempre que posso busco incentivar. Adorei saber que sua filha também faz resenhas! Quantos anos ela tem? Me manda o link de algum texto =) Beijos

  15. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Ana, muito obrigada pelo comentário. Que bom que você gostou do formato da resenha! Esperamos que você goste da obra tanto quanto nós =) Beijos

  16. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Oi, Nilda. O livro é incrível. Escrito para crianças, o que torna a narrativa simples, mas ainda assim seu conteúdo é grandioso. As lições que o livro traz são muitas. Vale super a pena! Beijos

  17. quarta-feira, 3 de junho de 2015.

    Débora, que bom que te deixamos com vontade de ler =) Leia mesmo, pois é muito bom, emocionante. Beijos!

  18. segunda-feira, 15 de junho de 2015.

    Ahhh amor histórias fofas e cativantes <3 Mas confesso que a premissa de O Grande Ivan me parece muito Madagascar. Não é um livro que eu leria por agora.

    beijos
    Kel
    http://www.porumaboaleitura.com.br

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: