Avaliação: 4/5 Editora: Novo Conceito, Cortesia ISBN: 9788581634036 Gênero: Fantasia, Jovem Adulto Publicação: 2014 Páginas: 384 Skoob

No universo de A menina mais fria de Coldtown, vampiros existem, e após séculos mantendo em segredo sua existência, um vampiro acabou transformando humanos, deixando vários recém-criados pelo caminho, fazendo com que milhares de pessoas fossem infectadas e o vampirismo se tornasse uma doença com proporções gigantescas. Para tentar manter o controle, o governo resolveu criar as Coldtowns, cidades mantidas em quarentena, onde vampiros e pessoas infectadas são aprisionados.

Após um festa na casa de seus colegas, Tana acorda na banheira, sem se lembrar de como e por que foi parar ali. Ela resolve encontrar o pessoal, mas quando vai até a sala se depara com todos os seus amigos mortos, um cenário horripilante. Alguém da festa acabou deixando uma janela aberta, o que fez com que vampiros conseguissem entrar e iniciar a matança. Ainda em choque, ela vai até o quarto para pegar suas coisas, e lá encontra seu ex-namorado Aidan amarrado em cima da cama, e no canto do quarto um vampiro acorrentado.

Aidan ainda está vivo, porém foi mordido e agora está resfriado (infectado), então Tana resolve salvar a vida de Aidan e do vampiro Gavriel, que está sendo caçado pelos outros vampiros. No momento da fuga, está quase anoitecendo e com a escuridão da noite se aproximando, os outros vampiros retornam para pegar Gavriel, mas Tana consegue salvá-lo, porém, quando estão fugindo pela janela, Tana é mordida de raspão por um vampiro.

Com seu ex-namorado resfriado, um vampiro no porta malas e a dúvida de estar ou não resfriada, Tana decide seguir para Coldtown, onde planeja entregar Gavriel como prisioneiro e pegar um sinalizador como recompensa, o que permitirá sua saída de Coldtown, caso não esteja infectada. No meio do caminho, eles encontram Mindnight e Winston, dois irmãos que querem se tornam vampiros e sabem tudo sobre as Coldtowns. Agora juntos, eles partem rumo à cidade dos vampiros, mas o que encontram por lá acaba sendo bem diferente do que imaginavam.

Foto: Tayara Casemiro / Viagens de Papel

Depois de uma leva de histórias de vampiros, sempre com a mesma fórmula, finalmente surgiu algo novo. Neste livro, os vampiros não brilham, não usam anéis que permitem ficar no sol, nem são vegetarianos; aqui eles viram pó ao se expor ao sol, e matam humanos – vampiros voltam a ser vampiros.

A autora soube criar um cenário totalmente novo, as Coldtowns se parecem lugares incríveis para os humanos que acompanham suas festas e reality pela TV, quando na verdade o que acontece ali são coisas horripilantes, humanos sendo sugados quase que por canudinhos. Na esperança de se tornarem imortais, milhares de pessoas partem para Coldtown, mesmo sabendo que terão que se sujeitar a horrores para conseguir isso.

O livro é focado em Tana, mas alguns capítulos se revezam entre as histórias dos outros personagens, por exemplo, nos é mostrada a história de Gavriel, e isso é muito bacana. A edição está muito bonita, porém encontrei alguns errinhos de português, não atrapalhou a leitura, mas acaba quebrando o ritmo.

Recomendo muito a leitura deste livro, é uma história cheia de surpresas e que nos prende muito fácil; o começo é um pouco maçante, mas depois o livro fica muito bom. Então, se você curte histórias mais sombrias, A menina mais fria de Coldtown é uma ótima pedida.

Sobre o autor
Tayara Olmena Estudante que tomou gosto pela leitura aos 12 anos de idade depois que leu "A marca de uma lágrima" do escritor Pedro Bandeira. Costuma ler de tudo, mas ainda torce o nariz para o romance. Além de ler, também é viciada em séries e filmes, e não perde a oportunidade de maratonar sua série favorita.


Deixe uma resposta

  1. quinta-feira, 9 de outubro de 2014.

    Nossa, que interessante. Finalmente um livro sobre vampiros que é diferente da saga que começou essa febre. Esse livro com certeza eu vou ler. Me senti até mais empolgada depois da sua resenha.

    bjs.

  2. sexta-feira, 24 de outubro de 2014.

    Oie! Que bom que gostou 🙂 leia sim, este livro é muito bom, você não vai conseguir parar de ler! rsrs
    Bjos

  3. quinta-feira, 6 de novembro de 2014.

    Eu tenho esse livro o/
    Parece ser ótimo mesmo, vi algumas resenhas que me deixou empolgado, gosto muito desse tema sobrenatural, e muito bom quando surge algo novo nessa historia de vampiros, fiquei bem curioso pra conhecer, mas vai entrar pra minha meta de leitura do ano que vem, esse ano ja estou atrasado…rsrs

  4. sexta-feira, 7 de novembro de 2014.

    Oie, Tayara. Certo?

    Eu ganhei esse livro num evento da Novo Conceito aqui em Belo Horizonte. Estou muito curiosa quanto a escrita da Holly Black. Adoro o universo dos vampiros e espero em breve tirar esse livro da estante pra ler. As resenhas que li são ótimas e estou bem empolgada com a leitura. Uma amiga disse que ele é bem sangrento. kkkk'

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

  5. quarta-feira, 12 de novembro de 2014.

    Olá 🙂
    Sim, eu adoro histórias sombrias <3 Tudo que envolva anjos, vampiros, fantasmas, deuses e/ou qualquer outro tipo de coisa sobrenatural me prende facilmente. Então tenho certeza que vou gostar desse livro 🙂 Gostei muito que a autora inovou no quesito vampiro, e usou a palavra "resfriado" para "infectado" ^~^
    E como eu adoro comentar capas, não posso deixar de falar que eu amei essa, e o título com essa letra ficou lindo <3
    Beijo :*

  6. domingo, 16 de novembro de 2014.

    Oi, Tay!

    Eu adorei o universo que a Holly criou com esse livro. Foi a primeira obra que eu li da autora e já me apaixonei pela forma como ela escreve e nos faz entrar na história. Gostaria que tivesse uma sequencia, mas acho que isso não vai acontecer. :
    De qualquer forma, 2bjs Gavriel sz <3

    Blog Cantar Em Verso . Like SC PhotoGallery

  7. segunda-feira, 24 de novembro de 2014.

    Oii 🙂
    Eu me encantei com a capa do livro, então acabei comprando na bienal, isso sem nem ler a sinopse, rsrs! Na verdade eu não imaginava uma história com vampiro .. Ainda não li (são tantas leituras atrasadas) mas já gostei da história pelas resenhas que li. O que me chamou bem a atenção foi que a autora realmente mostrou os vampiros como eles são, não aqueles meio "fofinhos"!! Adorei, e o livro é bem horripilante o que me deixou bem empolgada pra leitura 🙂
    Beijos

  8. terça-feira, 2 de dezembro de 2014.

    Comprei o livro, mas vendi porque quero a edição com essa caixa! Parece perfeita! A história me prendeu e é de quebra minha próxima leitura!
    Bjs!

Comentários no Facebook

%d blogueiros gostam disto: