sexta-feira, 5 de setembro de 2014

AVALIAÇÃO: 4/5 EDITORA: NOVAS PÁGINAS, CORTESIA ISBN: 9788581634470 GÊNERO: ROMANCE PUBLICAÇÃO: 2014 PÁGINAS: 288 SKOOB

Enquanto a chuva caía é um título nacional, escrito por Christine M. e publicado pelo selo Novas Páginas, do Grupo Editorial Novo Conceito. Quando peguei o título para leitura não sabia ao certo o que esperar, mas já tinha ouvido falar que a autora escreve de maneira muito sensível. Aqui conhecemos Marina e Erik que vivem em países diferentes, ela nos Estados Unidos e ele no Brasil. Eles não se conhecem, suas vidas aparentemente comuns nada mais são do que uma fachada para seus segredos.

Marina Muller é filha única, herdeira, viúva e muito bem sucedida profissionalmente, ela é responsável por administrar as empresas da sua família. Marina casou-se aos 21 anos com Adam, quatro anos depois ficou viúva. Aos 26 anos é CEO de uma das principais empresas de Auditoria de Nova York, assumiu os negócios da família depois que seu pai adoeceu e sua mãe se ausentou para cuidar dele devido ao Alzheimer.

Erik Gouveia é um advogado com carreira promissora em São Paulo, aos 27 anos mantém uma vida dupla, durante o dia é o típico trabalhador, ele também presta serviços nada convencionais para os figurões da polícia, aquele do tipo sujo, repleto de insegurança, adrenalina e queimas de arquivo. Em um dos seus últimos trabalhos, Erik acaba dando fim em alguém que não devia. Metido em confusões até o pescoço, ele é enviado para Manhattan, onde irá atuar como advogado no setor jurídico de uma empresa multimilionária.

Josef Holmes, pai de Marina, está sendo processado por assédio sexual por sua ex-secretária, o departamento jurídico da empresa decide que o melhor desfecho é propor um acordo, a fim de evitar os holofotes da imprensa, mas Erik discorda, pois acredita que um acordo milionário iria gerar ainda mais especulações, um julgamento seguido por absolvição é o mais indicado para o caso, sendo que depois será possível processar a ex-secretária. Ele foi encarregado de cuidar do processo, isso acaba abrindo espaço para maior aproximação dos protagonistas. Com acesso à papelada da empresa, Erik descobre muitas sujeiras escondidas ao longo dos anos. E como o passado o liga a Marina, Erik ainda vai precisar fazer mais uns serviços extras-oficiais antes de se aposentar de vez.

Enquanto a chuva caía é segundo título que leio lançado pelo selo Nova Páginas. Christine M. encanta o leitor com suas palavras, mas apesar da leitura ser agradável, dinâmica e rápida, o livro não me ganhou. A trama flui bem, o enredo apresenta uma série impressionante de acontecimentos num curto espaço de tempo, a autora soube abordar cada um deles de modo simples e direto, sem enrolação.

O livro é narrado em primeira pessoa, contado pela perspectiva de Marina e Erik, no decorrer da história acompanhamos os acontecimentos da vida de cada um deles até o momento em que se cruzam. A partir daí a narrativa ganha maior destaque, mesclando romance e ação.

O projeto gráfico desenvolvido pelo Grupo Editorial Novo Conceito está excelente. A capa é lindíssima, os detalhes foram muito bem pensados, cada capítulo vem com o trecho de uma música nacional para representar aquele momento na história. O romance escrito pela brasileira Christine M. tem seu charme, os elementos que compõem a obra se completam, o título e a capa condizem perfeitamente com a história. Enquanto a chuva caía é uma leitura recomendada para todos, os conflitos vividos pelos protagonistas atiçam a curiosidade do leitor até o último instante.  

“A adrenalina corre pelo meu corpo, e o meu coração salta no pescoço. É isso! Sinto-me vivo! Todo aquele papo sobre acalmar o cotidiano se esvai. É no perigo que eu me sinto em casa, e é nas bagunças das minhas identidades que eu sei quem sou. […] essa é a minha vida e eu estou de volta, baby! Hora da ação!”

“Fujo da chuva, me escondendo nos toldos e guarda-chuvas alheios, enquanto penso em como as aparências são frágeis. De longe, a vida é óbvia e tudo parece corriqueiro. No entanto, se nos aproximarmos e invadirmos a linha do íntimo, do secreto e do individual, notaremos que, quanto mais perto, mais complicado, mais difícil, mais único, mais indicifrável.”

Sobre o autor
Patrícia Oliveira Patrícia Oliveira, 25 anos (07/01) – São José/SC. Acadêmica de Direito, leitora assídua e blogueira. Lê de tudo um pouco, seus gêneros literários favoritos são romance histórico, época e contemporâneo, thriller psicológico, fantasia épica e clássicos. Sempre cultivou a ideia de criar um blog, onde pudesse compartilhar sua opinião. Quando não está fazendo tarefas cotidianas, geralmente está divertindo-se na companhia de seus bichos de estimação. Curte séries, filmes de comédia romântica e animes, mas sua grande paixão é a literatura.


Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. quarta-feira, 10 de setembro de 2014.

    Oi Patriciaa,

    Achei legal a história do livro, mas a leitura fica cansativa quando não nos prende né?
    Bjooss!

    http://www.leituravipblog.com

Comentários no Facebook