domingo, 17 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 4/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501110046
GÊNERO: CONTOS, ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 266                  SKOOB

ABC do amor é uma coletânea de três contos de autoras renomadas do gênero do romance: Camila Moreira, A.C. Meyer e Brittainy C. Cherry. São contos curtos e envolventes que tem como ponto em comum o amor em suas linhas principais e o inevitável final feliz. Não vou entrar muito em detalhes sobre as histórias, mas garanto que vale muito a pena ler!

O primeiro conto – e surpreendente meu favorito dos três – é o Doce reencontro. Ele narra a história de mulher que reencontra o amor da sua vida após anos sem se verem – o mocinho teve que se mudar por conta de um emprego – e agora ele não vai deixar a oportunidade de ser feliz escapar de novo. É uma história doce de um casal que reconstrói seu relacionamento aos poucos – sem drama pesado, só duas pessoas indo em busca da felicidade. Eu AMEI essa pegada mais leve e sutil da autora. Amei a história fofa e doce de amor e como ela é construída aos poucos mesmo que seja só em algumas páginas, rs.

O segundo conto – As cartas que escrevemos – também é sobre reencontro, mas de uma maneira diferente: a mocinha está prestes a se casar quando o amor de sua vida volta. Durante esse reencontro os sentimentos voltam à tona e com eles muitos segredos do passado são revelados. Eu gostei da premissa desse conto, mas achei que ele poderia ter se desenvolvido de uma maneira diferente. O fato é que eu não senti que houve uma luta pelo final feliz por parte de nenhum dos mocinhos – as coisas foram só aparecendo e eles aceitaram. Não senti que eles lutaram para ficar um com o outro, apesar de se amarem tanto. Mesmo assim, o conto foi gostoso de ler e o casal é uma graça juntos. Continue lendo »

quinta-feira, 14 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 3,5/5                                      EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA  ISBN: 9788501110930                               GÊNERO: ROMANCE                                    PUBLICAÇÃO: 2017                                    PÁGINAS: 406                                             SKOOB

Ao contrário do que a capa enigmática pode sugerir, Treze é um romance divertido e até um pouco clichê de uma das autoras nacionais que eu mais gosto: FML Pepper. Confesso que foi por conta da autora e principalmente da capa que me interessei pelo livro, mas acabou que a história não era nada do que eu esperava.

Rebeca é uma jovem cética, que não acredita nem no amor, nem na fé, nem em emoções. Pra ela a vida não é nada além de lógica e estatísticas, e quem os domina tem tudo sob controle. Sendo uma jovem inteligente e conhecendo as estatísticas, ela tem como certo que nada pode dar errado no roubo que realizará com sua mãe, o maior da vida delas. Então, quando sai para uma noite de despedida com sua amiga para uma cartomante na noite anterior ao roubo, simplesmente não acredita em nada do que a mulher prevê para sua vida. Seria impossível a vida dela virar de cabeça para baixo como ela previu e o amor da vida dela ser o 13º namorado. Qual não é a surpresa dela quando o roubo realmente vai por água a baixo e Rebeca tem que reconstruir a vida.

A mãe dela acaba indo parar na cadeia e Rebeca, por meio de um acordo, consegue uma segunda chance. É assim que ela vai parar em Minas Gerais para fazer faculdade com sua amiga Suzy, longe de todo seu passado criminoso. É lá também que ela fica indecisa entre dois homens que, segundo a cartomante, se encaixam no perfil do amor da sua vida.

Karl já foi um famoso lutador de MMA, mas sua vida também sofre uma reviravolta quando descobre um coágulo inoperável no cérebro e com ele acaba perdendo tudo: a carreira, os amigos, o dinheiro. Por isso, ele abandona tudo para se esconder e começar uma vida tranquila, longe da agressividade a que estava acostumado e que poderia estourar o coágulo. E tranquila deveria significar longe de Rebeca, a garota mais linda e mais encrenqueira que ele já conheceu.  Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: SEGUINTE, CORTESIA
ISBN: 9788555340642
GÊNERO: NÃO FICÇÃO
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 200
SKOOB

A Emily Trunko, organizadora desse belíssimo livro, é um ser humano fantástico! E um ser humano bem novinho, atualmente com 16 anos ela já deu o que falar no quesito “corrente do bem”, por assim dizer. Desde os 11 anos Emily escreve cartas. Antes num caderno, depois em vários documentos no computador… até que decidiu ter um Tumblr, o Dear My Blank, para saber se mais gente fazia isso.

As cartas foram importantes para mim porque me ajudaram a extravasar emoções que eu não conseguia expressar de outra forma.

E com essa ideia e a ajudinha da internet, seu projeto começou a tomar proporções maiores: recebia cartas e mensagens de outras pessoas. O mundo estava usando a mesma energia das cartas para extravasar emoções. A partir de então, iniciou-se uma corrente solidária, algumas pessoas respondiam os posts das cartas, outras se comoviam e mandavam cartas também. Para entes queridos, para brigas, para saudade, para amizade, amor… todos os sentimentos que estavam represados na alma e precisavam fluir se transformaram em palavras que jamais seriam entregues às pessoas, mas estavam ditas, estavam libertas.

Continue lendo »

sexta-feira, 8 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501109385
GÊNERO: CONTOS, JUVENIL
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 191
SKOOB

Ai meu Glob! Uma releitura de contos de fadas, meu gênero preferido!

Carina Rissi acerta em cheio ao dar vida para o outro lado da história da Branca de Neve.

Quem conta essa versão super bem-humorada é a madrasta. Isso mesmo! A bruxa má com o espelho, caldeirão e… opa, espera aí! Eu sei, você já viu essa história. Mas o legal é que não tem a bruxa com o caldeirão, não tem castelo, caçador ou sete anões numa floresta. Isso mesmo. A história é ambientada no século XXI com todo o glamour das passarelas, alta sociedade e tecnologias necessárias, afinal, não é fácil ser a mais bela de todas.

Antes de começarmos, quer comer alguma coisa? Uma tortinha de maçã?
Não?
Tudo bem. Então vamos a história que nunca foi contada.

Malvina, a tal madrasta, narra sua história em primeira pessoa, com toques perfeitos de humor e sarcasmo, sabendo que alguém a ouve. E isso é muito legal, às vezes ela fala como se conversasse com o leitor. A quebra da quarta parede num livro… Ah, essa Carina Rissi arrasa!

Malvina é a modelo mais requisitada e bem paga do mundo, vive aparecendo nos principais meios de comunicação e sabe muito bem retribuir com graça e elegância. Como personagem principal ela é forte, marcante e do tipo que sabe a numeração do manequim das pessoas só de olhar para elas.

O começo de sua malfadada série de eventos é quando seu brilho é ofuscado por Bianca, sua enteada, que tem a proposta de ser a substituta de Malvina na campanha do perfume Menina Veneno. E a raivinha que ela fica de ver que a garota sem gracinha pode tomar, sem esforço, tudo o que ela conquistou… logo agora? Há poucos meses de ela alcançar a maioridade e não ter mais que estar aos cuidados de sua Fofadrasta! Essa raivinha faz com que a nossa protagonista comece a agir… e sabemos onde isso vai dar, não é?

Continue lendo »

quinta-feira, 7 de junho de 2018

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: VALENTINA, CORTESIA
ISBN: 9788558890458
GÊNERO: ROMANCE, DRAMA
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 232                    SKOOB

Sorrisos quebrados é um livro que, ao ser lançado no ano passado, causou muito rebuliço na blogosfera. Ele foi lançado originalmente pela plataforma online Wattpad, e então lançado em ebook na Amazon, onde fez um sucesso estrondoso até chegar na forma de livro físico lançado pela Valentina. Lembro de muitas pessoas (mas muitas mesmo) que me indicaram a leitura que vim adiando até recentemente. O fato é que, pelos comentários que já vinha lendo, eu sabia que o livro teria uma carga dramática pesada – e eu estava fugindo muito disso. Contudo, chegou a hora de enfrentar esse drama e posso afirmar de coração que todo o rebuliço em cima de Sorrisos Quebrados é justificado.

O livro conta a história de Paola, uma mulher que foi quase morta pelo ex-marido com o qual mantinha um relacionamento extremamente abusivo, que não deixou marcas apenas físicas, mas psicológicas também – essas últimas sendo as piores. Seis anos depois, ela mora em uma clínica de apoio a pessoas com diferentes tipos de traumas. Uma delas é Sol, uma menina de quatro anos com dificuldades de socialização decorrentes de um trauma com a qual ela consegue, surpreendentemente, criar um vínculo. É por meio de Sol que Paola acaba conhecendo André, pai da menina e um homem profundamente marcado pelos passado triste que carrega.

Como duas pessoas que têm uma grande bagagem emocional traumática, logo surge desconfiança e medo entre eles, mas também uma atração inexplicável. É aos poucos que ambos vão baixando a guarda e dando liberdade para o sentimento desabrochar e florescer, para descobrirem uma cura que não imaginavam ser possível um no outro. Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: SEOMAN, CORTESIA
ISBN: 9788555030635
GÊNERO: HISTÓRIA, BIOGRAFIA, REPORTAGEM 
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 290 SKOOB

Como cristã que sou, frequentadora de uma igreja Batista tradicional e seguidora de Jesus e seus ensinamentos, escolhi esse título pelo fato de ser escrito sob forma de reportagem investigativa, trazendo o resultado de uma busca sobre fatos relacionados ao nascimento, vida e morte de Jesus.

Demorei mais tempo do que pretendia na leitura, mas de forma geral gostei do trabalho do experiente jornalista e escritor Luiz Cesar Pimentel.

O livro é dividido apenas por títulos não numerados, contei 24 capítulos, além do prefácio e epílogo. Em alguns cantos de página, há notas que destacam:

* Personalidades – breve resumo de sua biografia com ilustrações em preto e branco, por exemplo: Bertrand Russell; Flávio Josefo;  Papa Pio 12, Apolônio de Tiana; Aristóteles; Ciro.

* Lugares – Constantinopla; Fortaleza de Massada; Lucerna.

* Outras explicações – termos religiosos (nestorianismo, copta); embarcação (RMS Titatic); revista (Nacional Geographic); acontecimentos (Concílio de Toledo).

Diversas frases são destacadas  em negrito e com fonte maior e diferenciada. Há também belíssimas pinturas, gravuras, vitrais e fotografias, que ficariam ainda mais vistosas caso fossem reproduzidas em cores. Dois mapas nos ajudam a compreender a geografia da Mesopotâmia e da Palestina no tempo de Jesus.

“No entanto, na condução do livro percebi que esta (a Verdade) vinha muitas vezes da forma mais torta possível. Como por exemplo na narrativa da morte de Jesus. Fosse algo inventado a trajetória de seus últimos dias, por que atribuiriam a ele a execução mais humilhante que existia naquele tempo, a crucificação no alto de dois troncos e completamente despido? Ou por que atribuiriam a descoberta do sepulcro vazio e a primeira aparição de Jesus como Cristo a um grupo de mulheres? Lembremos aqui que nos primeiros anos do calendário cristão as mulheres eram tratadas como os seres humanos menos dignos de credibilidade na Terra.”

Considero como ponto positivo as curiosidades que o livro traz. Destaco algumas:

* Síndrome de Jerusalém – síndrome que acomete muitas pessoas durante visita à cidade e que causa diversas reações no indivíduo como ansiedade, insônia, visitas constantes e solitárias aos pontos sagrados, purificação através de banhos, jejuns, recitação de versos bíblicos enquanto anda, mudança nas vestes e no linguajar, entre outros; Continue lendo »

quarta-feira, 30 de maio de 2018

AVALIAÇÃO: 4,5/5
EDITORA: JANGADA, CORTESIA
ISBN: 9788555391002
GÊNERO: FICÇÃO POLICIAL, LITERATURA INGLESA 
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 462 SKOOB

Iniciamos nossa parceria com o Grupo Editorial Pensamento-Cultrix recebendo um lindo kit com broche, calendário, caneta, alguns marcadores de páginas e o lançamento de O assassino do zodíaco, do selo Editora Jangada.

O título chama a atenção por instigar o gênero policial e a edição foi apresentada com esmero, capa em preto fosco com símbolos do zodíaco se destacando ao fundo. E fonte bastante agradável e espaçada.

De início, temos as palavras do próprio escritor falando sobre sua história. Depois, uma lista com os 12 signos do zodíaco, seus respectivos símbolos, datas, elementos e as principais características que nos ajudam muito no decorrer do enredo.

O autor é londrino, mas ainda criança mudou-se para o Zimbábue e depois para a África do Sul.

O livro está dividido em 90 capítulos que variam de duas a no máximo 14 páginas, o que não deixa a leitura cansativa, apesar de ser impossível pensar em tal possibilidade, já que a história nos incita a querer saber sobre o desenrolar da trama e sua finalização.

A história gira em torno de uma sociedade organizada de forma um pouco diferente da nossa, já que o signo sob o qual uma pessoa nasce tem papel fundamental em seu futuro e em seu relacionamento com os indivíduos ao seu redor, mas o preconceito, problemas sociais e hostilização entre as pessoas acontecem da mesma forma com a qual estamos acostumados.

“Tinha tudo planejado. Haviam reservado uma vaga no hospital. Induziriam o parto em 19 de maio, para que a filha fosse de Touro, assim como eles. Deviam ter sido mais cuidados na concepção, mas já não eram jovens e, quando descobriram que Kate estava grávida após três anos de tentativas, decidiram correr o risco e ir em frente.”

Continue lendo »

quinta-feira, 10 de maio de 2018

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: COMPANHIA DAS LETRINHAS, CORTESIA
ISBN: 9788574068176
GÊNERO: INFANTOJUVENIL
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 112 SKOOB

Depois de gostar da lição ensinada no famoso “A árvore generosa“, recebi mais esse título do americano Shel Silverstein.

A edição de ambos, feita pela Companhia das Letrinhas, está bastante similar, com capa dura, folhas grossas, fonte e ilustrações simples traçadas em preto, sem cores.

Na maioria das páginas brancas, existe apenas uma frase, poucas são as que têm diálogos maiores. Por isso, a leitura é feita de forma rápida e dinâmica.

A história mostra o personagem principal em busca da parte que lhe falta para ser feliz. De cara percebemos as semelhanças com nossa frágil vida humana, com um cotidiano ora difícil, ora mais ameno, sempre vivendo intensamente a avalanche de sentimentos que nos cerca.

A busca por relacionamentos que nos preenche é uma realidade, mas será que estamos certos em agir dessa forma? Alguns envolvimentos sempre julgamos serem perfeitos, outras tentativas são feitas mesmo sabendo que existem grandes diferenças entre as partes. E quando finalmente encontramos alguém que parece nos completar de forma sublime, a relação é sufocante a ponto de esquecermos de tudo o que nos fazia feliz sozinhos, deixando de sermos nós mesmos, nos tornando algo que nos faz mal.

Fico admirada com o jeito de Silverstein, porque ele consegue fazer um livro para o público infantojuvenil ao mesmo tempo em que fala tanto com os adultos, nos dando uma verdadeira lição de vida e nos fazendo entender que a melhor forma de nos sentirmos inteiros é vivermos bem com nós mesmos.

Na primeira leitura não gostei do final da história, sou romântica na minha essência, mas depois reli o livro e entendi seu real significado, eu simplesmente amei!

Este slideshow necessita de JavaScript.

E você, já conhecia o autor? O que achou dos títulos?

 

quarta-feira, 9 de maio de 2018

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501110893
GÊNERO: FICÇÃO JUVENIL INGLESA; POEMA, POESIA FANTÁSTICA 
PUBLICAÇÃO: 2017
PÁGINAS: 98 SKOOB

Pensa em um livro doido? É esse! Solicitei esse titulo impulsionada pela fama de Lewis Carroll com “Aventuras de Alice no País das Maravilhas”, nunca havia lido nada do autor e resolvi aproveitar a oportunidade oferecida pela Galera Júnior.

O livro lançado em 1876 conta, no decorrer de oito cantos (capítulos), por meio de estrofes de quatro versos cada, a história de uma tripulação composta por 9 pessoas e um castor que se aventuram em busca de um ser chamado Snark.

Para minha surpresa, me deparei com versos que em alguns momentos me deixaram bastante confusa por sua falta de nexo, ou minha vontade de tentar encontrar uma lógica no ilógico. A editora teve o cuidado de preparar o leitor para a obra, a introdução do ilustrador Chris Riddell já deixa claro que o estilo de Carroll é o nonsense, então, ao ler isso, de imediato lembrei de um outro livro infantil que eu li nesse mesmo estilo, O Lórax, de Sr. Seuss. Mas mesmo lendo sobre esse tipo de escrita, senti curiosidade em ler o famoso “Alice no País das Maravilhas” e ao conseguir uma edição dois em um, li também a continuação, “Alice através do espelho”. Gostei muito mais de “A caça ao Snark”, confesso que essa obra dois em um me deu muito sono e desânimo.

A edição está maravilhosa, o título e nome do autor estão escritos em vermelho metalizado.  As ilustrações de Riddell combinaram excepcionalmente com o gênero literário e aparecem ora de forma colorida, ora em preto e branco. Outro detalhe interessante é a letra capitular no verso que inicia cada canto, ela contém um Snark de fundo, sempre em posições diferentes. As capas internas tem um plano de fundo bege com lindos Snarks em azul.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Acredito que devemos parabenizar a poeta Bruna Beber, responsável pela tradução da obra, se o gênero poesia já não deve ser nada fácil de traduzir devido às rimas na língua destino, imagina só juntar isso ao nonsense…

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Descobri algo muito interessante observando a tripulação logo no início do livro e o fato descoberto foi confirmado com o final interessantíssimo da história. Só não conto para não estragar a surpresa para os futuros leitores.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Pesquisando alguns sites internacionais encontrei uma recente produção teatral da obra que, segundo entrevistas, deixa as crianças encantadas, mas muitas outras adaptações foram feitas a partir dessa obra. Outro fato curioso (e triste) é que esse poema épico e absurdo foi escrito por Carroll em um momento em que ele estava lutando com suas crenças religiosas após a grave doença de seu primo e afilhado, Charlie Wilcox, que acabou morrendo de tuberculose. Embora o poema fale sobre morte e  perigo, ele é cheio de humor e ideias extravagantes, que jamais relacionaríamos com um momento tão sério vivido pelo autor. Numa caminhada noturna, após cuidar do afilhado, surge na mente de Lewis os versos que encerram com maestria a história, e ao longo dos seis meses seguintes, o autor desenvolve o restante do poema.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

O Canto Um, O Desembarque. O navio é comandado por um tal de Mensageiro, que não sabe a diferença entre mastro e leme e deixa o timoneiro doido com seus comandos. Nesse canto os personagens são apresentados e algumas particularidades são mencionadas.

O Canto Dois, O Discurso do Mensageiro. Acontece o desembarque em uma ilha, depois de meses procurando a tal criatura exótica sem sucesso. O discurso do Mensageiro serve para alertar sobre as cinco peculiaridades de um Snark: paladar da criatura; acorda tarde; vagareza e seriedade até no momento de fazer graça; afeição por carrinhos de banho e a ambição, diferenças físicas entre os Snarks comuns e o tipo Bujum.

O Canto Três, A História do Padeiro. Esse personagem conta sua história de vida que o levou até o navio para participar da caça e explica a forma correta de se pegar um, além dos perigos de se encontrar um Bujum ao invés de um Snark.

“Você pode buscá-lo com dedais – mas não de maneira arbitrária;

Pode persegui-lo com forquilhas, e expectativa;

Você pode atormentá-lo com uma ação ferroviária;

Seduzi-lo com sabão e sorrisos é uma boa alternativa.”

O Canto Quatro, A Caça. O Mensageiro se irrita com o padeiro, por não ter mencionado antes da partida do navio sobre os perigos, mas incentiva a tripulação de que terão sucesso na caçada, apesar dos perigos em vista.

O Canto Cinco , A Lição do Castor. Esse capítulo foi um o mais divertido, ao mesmo tempo que o mais confuso para mim, porque até então o Castor tinha muito medo do chamado Açougueiro, porque este disse que só sabia matar castores. Mas neste canto, o encontro com o terrível pássaro Jubjub faz com que surja entre eles uma linda e sólida amizade. Em contrapartida, o jeito para espantar o tal pássaro pelo que entendi, seria fazer cálculos matemáticos, não sei se o fato de Lewis ser professor matemático inspirou a criar loucas estrofes de cálculos…

“Para começo de raciocínio, temos o Três – 

É um número conveniente para uma afirmação – 

Somamos Sete com Quatro e mais Seis

E por Mil menos Oito efetuamos a multiplicação.”

“E então dividimos o resultado

Por Novecentos e Noventa e Três:

Subtraímos por Dezessete ao quadrado

E a resposta está perfeita e correta, como vês.”

O Canto Seis, O Sonho do Advogado. Esse foi o canto que achei mais desnecessário e cansativo, pois apenas conta um estranho sonho que o advogado teve, totalmente sem pé nem cabeça, onde o próprio Snark era o advogado de um porco. Mas o que é mais um capítulo doido em meio a tantos…

O Canto Sete, O Destino do Banqueiro. Mais um da tripulação que teve um encontro desagradável com uma estranha criatura porém ao contrário do Castor e Açougueiro que conseguiram se livrar do Jubjub, o Banqueiro não teve tanta sorte ao encontrar um incendiário Arrebabanda.

O Canto Oito, O Desaparecimento. O final compensa todas as loucuras e dúvidas no decorrer da leitura. A ilustração e ênfase dada por Riddell ao final da história deixa tudo extremamente divertido.

FOTO: NARA DIAS / VIAGENS DE PAPEL

Recomendo? Lógico que sim. Para todos? Não, apenas para os amantes de poesias, amantes do mundo de criaturas fantásticas e absurdas criado por Carroll e também para os mantiveram-se curiosos após minha resenha.

E aí, o que achou?

terça-feira, 8 de maio de 2018

Participe desse sorteio e concorra a um exemplar do livro “Sair da Sólidão – O tempo da consolação”, da autora espanhola Margalida Reus. O sorteio de 1 exemplar acontecerá no dia 28/5

Leia as regras:

* Seguir a nossa página Viagens de Papel [https://www.facebook.com/viagensdepapel];

* Seguir a página do Grupo Editorial Zit [https://www.facebook.com/grupoeditorialzit/];

* Compartilhar a imagem oficial da promoção;

* Marcar na imagem oficial ao menos 3 amigos;

* Residir em território nacional (Brasil).

O ganhador tem até 2 dias para reclamar o prêmio.
O ganhador receberá o prêmio em até 45 dias.
O prêmio será enviado ao ganhador sem custos.

A promoção é válida de 7/5 a 28/5, às 23:00h.

Sinopse:

“Nós vivemos em uma sociedade em que os indivíduos se sentem cada vez mais solitários e inseguros, muitas vezes por falta de amor e por medo tanto dos outros quanto de si mesmos.

Em virtude de sucessões de circunstâncias dolorosas, quantas pessoas não se limitam a viver em sofrida solidão, experiência que a autora chama de solidão?

Como sair dessa sólidão e tomar o caminho que leva à Consolação?
Margalida Reus nos convida ao reencontro e à compreensão do nosso sofrimento escondido, que foi vivido pela criança que fomos e que ainda nos habita.

A autora nos ajuda a acolher essa criança, a ouvi-la, a tirá-la do caminho da sólidão pelo qual enveredou.

Aqui estamos nós, no papel de guia, em uma viagem interior que nos leva a integrar a nosso ser aquela parte de nós que estava em exílio: a criança que fomos. Uma viagem que, passo a passo, nos ajuda a sair do desamor de si mesmo para entrar na Consolação, no “ser com”, e tornar-se confiante na própria vida.”