As_sete_irmâs

Avaliação: 4/5 Editora: Arqueiro ISBN: 9788580415919 Gênero: Romance, Romance de época Publicação: 2016 Páginas: 480 Skoob

Acredito que o que torna as obras de Lucinda Riley tão marcantes e emocionantes é a maneira com a qual a autora constrói as histórias. Cada enredo traz personagens extremamente bem construídos e amarrações surpreendentes. Até alguns dias, o único livro que eu havia lido da autora era A Casa das Orquídeas. Apesar de ser um livro extenso, a curiosidade falou mais alto e finalizei a leitura em pouco tempo. Já com este livro, percebi a extensa pesquisa feita pela irlandesa, que costuma abordar diferentes países em suas obras, e o cuidado com o desenvolvimento da história. O primeiro volume da série As Sete Irmãs foi lançado em 2014 pela Editora Novo Conceito, atualmente a série foi adquirida pela Editora Arqueiro e a obra está sendo relançada com uma nova capa. Fiquei contente – e ainda mais curiosa – por ver que havia um lançamento de Riley, ambientado no Rio de Janeiro. Agora, após finalizar a leitura, posso afirmar para vocês que as impressões positivas se consolidaram com As Sete Irmãs.

O livro é o primeiro de uma série de sete volumes. Confesso que me assustei ao saber dessa informação, mas cada um possui início, meio e fim, o que permite que o leitor possa escolher se quer seguir a ordem, ou não. Cada um deles contará a história de uma irmã D’Apliése. As seis irmãs foram adotadas quando pequenas por Pa Salt, um misterioso navegador. Maia, Ally, Star, CeCe, Tiggy e Electra vieram de lugares diferentes e receberam estes nomes em homenagem a uma constelação composta por sete estrelas. A última irmã, dizia o pai, nunca foi encontrada.

As primeiras páginas da história apresentam a família, que se reúne em um momento triste e difícil: a misteriosa morte de Pa Salt. Quando retornam à casa da família, as irmãs recebem a notícia de que o enterro já havia sido feito, para que elas não se entristecessem ainda mais. Antes de morrer, o pai deixa para cada uma delas uma carta com pistas de suas origens. A irmã mais velha, Maia, é a primeira a decidir ir de encontro ao seu destino e, repentinamente, viaja para o Rio de Janeiro, em busca de sua família biológica. Continue lendo »


20160730_223919

AVALIAÇÃO: 2/5 EDITORA: GERAÇÃO JOVEM, CORTESIA ISBN: 9788581303437 GÊNERO: JUVENIL, FANTASIA PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 216 SKOOB

O quarteto de amigos Felipe, Peter, João e Victor são responsáveis por acordar o temido Herobrine, mas o que fazer para se livrar desse ser que a cada dia ganha forças e que é capaz de dominar o mundo de Mine?

Depois de ver tantos alunos meus, de  7 a 17 anos,  conversando sobre Minecraft e recentemente carregando livros sobre o jogo, fiquei curiosa em tentar me familiarizar com esse mundo de bloquinhos tão famoso.

O livro Herobrine – A lenda está dividido em 16 capítulos, além do prólogo e epílogo. Apesar da capa estar super atraente, com páginas de um papel amarelado mais rústico, não sei ao certo se chama-se papel pólen, a obra deixou a desejar. No início de cada capítulo, aparece uma ilustração grande, bonita e no decorrer das páginas, algumas imagens menores em preto e branco não chamam a atenção.

No início, o livro é confuso, porque o primeiro capítulo é narrado por Felipe, mas quando chega o momento de explicar como foi que Felipe e seus amigos despertaram Herobrine, um narrador oculto aparece, sendo necessário reler diversas vezes essas páginas para ficar claro que foi feito dessa forma, porque não dava para entender direito. No entanto, Felipe volta a assumir a narrativa do capítulo dois até o final da história, sem maiores complicações.

Foto: Nara Dias/Viagens de Papel

Foto: Nara Dias/Viagens de Papel

Continue lendo »


tudo-que-um-geek-deve-saber-frente_1.jpg.1000x1353_q85_crop

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: NOVO CONCEITO, CORTESIA
ISBN: 9788581635538
GÊNERO: MEMÓRIAS
PUBLICAÇÃO: 2015
PÁGINAS: 432 SKOOB

O título da obra logo me levou a acreditar que se trataria de um livro que eu adoraria ler. Amante da temática geek, mergulhei na leitura esperando algo completamente diferente do que encontrei.

Intitulada, no original, Fantasy Freaks and Gaming Geeks, a obra retrata a jornada do autor pelo mundo geek, desde sua infância, até a idade adulta, quando apresenta vários questionamentos sobre se é “normal” estar, na faixa etária em que se encontra, ainda envolvido com coisas ditas de criança.

A edição brasileira recebeu o título Tudo que um geek deve saber e, como eu disse, me fez ter outra ideia acerca do livro. Eu esperava um guia sobre os ícones da cultura pop, indo de jogos de tabuleiro, eletrônicos, até filmes, séries e livros. Mas não. Como também já foi dito anteriormente, no livro vemos o autor discorrendo sobre algumas de suas paixões como geek.

Ele fala bastante sobre jogos de RPG, pelos quais é interessado desde a juventude e constrói uma história com essa temática. O que foi interessante, até certo ponto, para mim.

Eu não possuo muita afinidade com todos esses jogos, por isso esses capítulos não me envolveram tanto. Porém, gostei de conhecer um pouco mais e entender melhor como tudo funciona.

As partes nas quais o autor fala sobre seu amor por Senhor dos Anéis e sua jornada pessoal pela Terra Média foram as minhas preferidas. Ele nos conta como conheceu a obra de Tolkien e, o mais legal, descreve sua viagem até a Nova Zelândia, país em que a trilogia foi filmada. Ele visitou os sets e conheceu pessoas envolvidas no processo. Me envolvi tanto nesses capítulos que fiquei com vontade de reler os livros e rever os filmes. Continue lendo »

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: COQUETEL,CORTESIA ISBN: 9788579023385 GÊNERO: INTERATIVO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 68

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: COQUETEL,CORTESIA
ISBN: 9788579023385
GÊNERO: INTERATIVO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 68

Liga Pontos Star Wars: Mais de 50 personagens, naves e cenários de uma galáxia muito, muito distante.

Para quem é fã da saga Star Wars, o livro liga-pontos publicado pela Editora Coquetel é um maravilhoso passatempo que reúne os personagens mais icônicos dos filmes. Com um nível de dificuldade médio/difícil, cada página nos traz uma surpresa diferente quando completamos a atividade.

As ilustrações feitas por Jérémy Mariez são incríveis, e a maneira com que o livro foi montado torna a experiência muito agradável, pois as páginas são grandes, e isso facilita na hora de traçar os pontos. Se fosse um livro com páginas pequenas, os desenhos que já são difíceis seriam muito mais complicados de traçar, o que tornaria a experiência uma dor de cabeça e não um passatempo relaxante.

Cada desenho possui uma maneira de ser traçado, alguns possuem uma quantidade enorme de pontos, como por exemplo, o desenho do piloto (página 8) que possui 999 pontos. Mas não se assuste, pois a maioria dos desenhos que possuem essa grande quantidade de pontos, são divididos por cores. Cada elemento do desenho é representado por uma cor, então temos, por exemplo: parte 1 que vai do ponto 1 ao 310 representada pela cor azul; parte 2 que vai do ponto 1 ao 5 representada pela cor verde; e parte 3 que vai do ponto 1 ao 396 representada pela cor vermelho. Seguindo a risca os pontos de cada elemento, no final temos um desenho incrível completo e dá até pra ter aquele gostinho em dizer que fomos nós que desenhamos.

Foto: Tayara Casemiro/Viagens de Papel

Foto: Tayara Casemiro/Viagens de Papel

Continue lendo »


Avaliação: 3,5/5 Editora: Coquetel, Cortesia ISBN: 9788555460258 Gênero: HQ Publicação: 2016 Páginas: 100 Skoob

Avaliação: 3,5/5 Editora: Coquetel, Cortesia ISBN: 9788555460258 Gênero: HQ Publicação: 2016 Páginas: 100 Skoob

Foi uma surpresa descobrir sobre a existência dessa HQ baseada no universo de Maze Runner. Pela capa, minha primeira impressão foi de que ela seria uma adaptação do segundo livro, Prova de Fogo – como se pode ver que ganha destaque na capa. Mas não. Temos aqui cinco pequenas histórias inéditas, que, como a própria contracapa diz “preparam o terreno” para o segundo filme da franquia.

Gostei do fato da obra não ser somente uma adaptação da história para outra mídia. Seria interessante, também. Mas a HQ traz informações adicionais à trama e esse é um de seus trunfos.

Uma das histórias aprofunda o próprio mistério envolvendo o labirinto e todo esse experimento, o que eu achei demais, a melhor deste volume, com certeza. Outra ainda trata de Brenda e Jorge, que são introduzidos no segundo filme.

O traço da HQ também é bastante condizente com a proposta. Os desenhos meio rebuscados combinaram com a trama, sabe? Principalmente nas histórias com cenas que se passam no labirinto. As sequências de ação também foram bem feitas, dando realmente uma sensação de movimento.

Foto: Lucas Zeferino/Viagens de Papel

Foto: Lucas Zeferino/Viagens de Papel

Continue lendo »

terça-feira, 23 de agosto de 2016

AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: PARALELA, CORTESIA ISBN: B01DPF46DC GÊNERO: ROMANCE, JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 360 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: PARALELA, CORTESIA
ISBN: B01DPF46DC
GÊNERO: ROMANCE, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 360
SKOOB

O acordo narra a história de Hanna e Garret, dois jovens da faculdade que não poderiam ser mais diferentes. Hanna é mais reservada, tem poucos amigos e seu único interesse é fugir do passado e recomeçar focando nos estudos e em ajudar os pais. Já Garret é o oposto, como capitão do time de hóquei é o cara mais popular do lugar e sabe aproveitar bem a vida, em todos os sentidos, procurando sempre se divertir ao máximo.

O caminho dos dois se cruzam quando Garret tira nota baixa em uma prova e se não melhorar a média vai perder o posto no time de hóquei. A solução pro problema dele está justamente em Hanna: depois de muita pressão, eles fazem um acordo. Enquanto ela vai dar aulas particulares a ele, Garret deve fingir que está saindo com ela a fim de chamar a atenção de um cara do campus por quem ela está interessada.

Só que, obviamente, o acordo não vai sair como eles esperavam. Ambos vão se mostrar ser muito mais do que aparentam surpreendendo um ao outro e, juntos, os dois vão viver experiências marcantes pros dois, mas principalmente para Hanna que aprende a confiar em si mesma e a aproveitar a vida sem medo. O que era pra ser um simples acordo vai virar uma história emocionante de superação, amizade, compreensão e amor.  Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 5/5 EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501075581 GÊNERO: CONTOS, ROMANCE, JOVEM ADULTO PUBLICAÇÃO: 2016 PÁGINAS: 272 SKOOB

AVALIAÇÃO: 5/5
EDITORA: GALERA RECORD, CORTESIA
ISBN: 9788501075581
GÊNERO: CONTOS, ROMANCE, JOVEM ADULTO
PUBLICAÇÃO: 2016
PÁGINAS: 272
SKOOB

O amor nos tempos de #likes é uma coletânea de três contos dos youtubers brasileiros Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni e Pedro Pereira lançado em homenagem ao dia dos namorados. O título, como já é de supor, faz alusão ao livro clássico de Gabriel Garcia Marquez, O amor nos tempos do cólera. E não apenas isso. Cada conto é baseado em uma história clássica de amor. O da Pam é Orgulho e Preconceito, o da Bel é Dom Casmurro e o do Pedrugo é Romeu e Julieta. A curiosidade para ler o livro foi grande e a alegria foi maior ainda quando pude solicitá-lo e recebe-lo.

Como já foi dito, são três histórias diferentes, mas alguns pontos se assemelham. São contos relativamente curtos, o que em alguns casos é ruim, pois você gostaria de saber mais sobre a história. Ao mesmo tempo é bom porque os autores acabaram optando em abordar episódios do cotidiano, tornando-se algo comum a quem lê. As situações que os personagens passam são coisas que poderiam acontecer a qualquer um.

O primeiro conto é da Pam e leva o título de “Próximo destino: amor”. Aqui conhecemos Liz, uma youtuber famosa, mas que não acredita muito no amor. No entanto, sua assessora pede que faça um vídeo sobre o assunto para o dia dos namorados. Liz não sabe o que falar. Porém, uma espera no aeroporto e uma viagem para sua casa natal podem fazer mudar sua opinião.

O segundo conto é da Bel, intitulado “(Re)começos” e apresenta a história de Madu que recém separada do namorado, descobre que a ex-melhor amiga está com ele. Desiludida, uma viagem em comemoração a seu aniversário pode se tornar algo melhor do que esperava.

Continue lendo »

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

AVALIAÇÃO: 3/5 EDITORA: AGIR, CORTESIA ISBN: 9788522033171 GÊNERO: ROMANCE PUBLICAÇÃO: 2015 PÁGINAS: 368 SKOOB

AVALIAÇÃO: 3/5
EDITORA: AGIR, CORTESIA
ISBN: 9788522033171
GÊNERO: ROMANCE
PUBLICAÇÃO: 2015
PÁGINAS: 368
SKOOB

Hugo e Rose conheceram um ao outro há quase 30 anos. Mas não da forma tradicional que fazemos amizades. Hugo, um menino bonito e sorridente apareceu nos sonhos de Rose ainda menina, como que de repente. Após ela sofrer um acidente de bicicleta que a deixou desacordada por dias.

Noite após noite, até a fase adulta, Rose sonha com o Hugo, com mesmo lugar e com um mesmo objetivo: chegar na Cidade do Castelo, isso, claro, ao lado dele. Juntos, os dois enfrentam uma ilha da fantasia onde precisam derrotar monstros para alcançar o tal lugar.

Enquanto isso, na vida real, Rose conhece Josh, um cara super bacana que frequenta a mesma faculdade que ela. Eles  acabam se casando e tendo três filhos: Adam, Isac e Penny.

Na fase adulta, na beira dos 40-50 (não fica muito claro) Rose se sente  uma mulher infeliz. Apesar do marido maravilhoso, dos filhos lindos e saudáveis e de uma vida confortável, nossa heroína enfrenta o pior dos pesadelos: ela mesma.

Rose não gosta da própria aparência. Não gosta do seu corpo, do seu jeito, e se coloca, sempre que possível, no fundo do poço. Foge das carícias do marido a noite, e não entende porque ele, ainda tão bonito, está apaixonado por ela. Rose queria mesmo é viver no mundo dos seus sonhos. Ao lado de Hugo, onde sempre foi jovem, bonita e interessante, A mulher que ela gostaria de ser, mas que se perdeu ao passar dos anos e em cada parto dos filhos.

Essa parte me deprimiu um pouco. Fiquei meio irritada com esses pensamentos negativos da Rose, no entanto, sei que muitas mulheres e mães ‘donas de casa’ enfrentam o mesmo problema. Achei interessante essa abordagem da autora. Continue lendo »


AVALIAÇÃO: 2,5/5   EDITORA: RECORD, CORTESIA ISBN: 9788501106889 GÊNERO: Fantasia, Humor, Juvenil PUBLICAÇÃO: 2015 PÁGINAS: 128     SKOOB

AVALIAÇÃO: 2,5/5  
EDITORA: NOVO CONCEITO
ISBN: 9788581635675 
GÊNERO: Romance
PUBLICAÇÃO: 2014 
PÁGINAS: 240    
SKOOB

ATENÇÃO: ESSA RESENHA PODE CONTER SPOILERS DO VOLUME ANTERIOR!

Após a leitura do primeiro livro, é impossível evitar iniciar o segundo volume. Existe a urgente necessidade de saber o destino de Mia Hall após acordar do coma sofrido em consequência do acidente de carro, no qual perdeu os pais Kat e Denny e o irmão mais novo, Teddy. Outro motivo para iniciar a leitura é saber o que aconteceu com Adam Wilde, já que fica evidente que os dois terão destinos distantes geograficamente, ela por causa da aprovação como estudante de violoncelo na famosa Escola de Música e Artes Cênicas Juilliard, ele por causa da ascensão da banda de rock  Shooting Star.

Enquanto o primeiro livro é narrado por Mia, apesar dela estar em coma, Para onde ela foi é narrado por Adam. O enredo inicia três anos após o acidente, três longos anos distantes um do outro. Mia se foi e não deu nenhuma explicação. Em consequência, Adam se torna agitado, irritadiço, com tremores involuntários causados pelo nervosismo contínuo, fumante, viciado em remédios que não o ajudam a dormir, mas famoso. Apesar da fama, ele não vive bem, nem mesmo com os integrantes da banda, porque involuntariamente tornou-se a estrelinha mais procurada pelos tabloides, o que irrita bastante um dos integrantes, Mike, primeiro porque quando Mia se foi Adam largou tudo, banda, faculdade, voltando a morar com os pais, porém depois de um bom tempo procura a banda com dez músicas inéditas, sendo aceito imediatamente de volta por Liz e Fitzy; o segundo ponto que irrita Mike é o fato de Adam conseguir toda a atenção da mídia para si. Depois de algumas rusgas entre os dois, Adam passa a se hospedar em hotéis e voos diferentes do restante da banda, ficando ainda mais isolado e neurótico.

Durante uma entrevista de rotina, Adam surta com a repórter e o empresário da banda, Aldous, resolve cancelar a agenda do artista por mais de 24 horas, para que ele se recomponha e siga com os demais compromissos antes da turnê que durará 67 noites. É nessa folga, entre 13 e 14 de agosto, que Adam reencontra Mia e eles têm a oportunidade de acertar ou pôr um ponto final na história de amor que durou dois anos e ficou estagnada durante esses três anos. Porém, Adam namora uma famosa atriz, Bryn Shraeder, e Mia menciona constantemente o nome de Ernesto Castorel. Será que após todo esse tempo Adam conseguirá entender os motivos que levaram Mia a ir embora?

Continue lendo »

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Julho passou, e com ele as férias acabaram. Agosto se inicia e um novo semestre vem com ele! Apesar disso, houve alguns lançamentos importantes no mundo musical, tendo grande destaque para o retorno de duas divas do pop. Em terras brasileiras, uma cantora da atualidade ganha cada vez mais popularidade! Vem conferir e dá o play!

Rise – Katy Perry

O primeiro grande retorno foi de Katy Perry. A cantora liberou no mês de julho (de surpresa!) a inédita Rise, tema da NBC para os Jogos Olímpicos. A música, que tem uma letra com tudo a ver com a competição, ganhou um clipe no início de agosto, com Katy superando desafios e obstáculos.

Continue lendo »